Não acredito em unanimidades, mas dificilmente alguém torce o nariz para um prato de macarrão. Coincidência, ou não, hoje foi esse o almoço aqui em casa. Estamos tão acostumados a consumir massas que o preparo já sai até meio automático, não é verdade? O alimento tem alto valor nutricional, quando escolhidos os grãos integrais, e combina super bem com molhos dos mais variados tipos. Dá pra combinar com salsicha, e fazer um almoço bem em conta, ou até mesmo  criar receitas com salmão, super sofisticadas. O macarrão é super democrático e vamos homenageá-lo hoje nesse post sobre os vários tipos que ele tem. Conheça as vantagens de cada um e também suas diferenças.


Tipos de macarrão: Macarrão integral

Tem macarrão pra todos os gostos, né? Eu começo pelo meu preferido de todos que é o macarrão integral. Não é por acaso que ele é considerado o mais saudável de todos mesmo tendo um número semelhante de calorias do macarrão feito com a farinha branca, ele tem muitas fibras. As fibras são muito importantes porque ajudam seu intestino a funcionar bem. São como uma esponja para o nosso corpo. Outro ponto, além do sabor delicioso é que os alimentos integrais demoram mais pra serem digeridos no corpo, o que dá sensação de saciedade por mais tempo.

Tipos de macarrão: Macarrão comum

O macarrão comum é a opção mais barata de comida que temos no momento. Enquanto o arroz subiu bastante, um pacote de macarrão se mantém em uma média acessível. Quem gosta de massas importadas, com vários diferenciais, pode encontrá-las em valores mais altos, mas o povo mesmo gosta é de massa espaguete. Outro ponto do macarrão comum é que uma macarronada pode sair em menos de dez minutos. O cozimento da massa feita com farinha branca é bem rápida.


Tipos de macarrão: Macarrão instantâneo

Mas nada supera a rapidez do macarrão instantâneo. Em três minutos o prato já está pronto e esse vem sendo o suporte nutricional de várias gerações. Como ele já vem meio fritinho dentro do pacote, ao encontrar a água ele apenas se desmancha. O molho é um pó saborizado que vem dentro da embalagem. Hoje em dia as marcas têm sabores muito variados dos " carne, frango ou legumes " de antigamente. Quem mora sozinho ou está com pressa, acaba tendo um pacote desses sempre no fundo do armário, não é?