Para entender o consumo de vitaminas a gente precisa pensar um pouco diferente do acúmulo de outros elementos nutricionais. Nós precisamos  consumir todas as vitaminas TODOS os dias, e não apenas uma dose a cada três dias, por exemplo.


Você deve pensar o consumo de vitaminas como um painel de reposição e, todos os dias pela manhã, esse painel está zerado. Logo na primeira refeição você tem a chance de colocar uma boa dose de vitaminas para dentro, através de um suco, frutas e cereais integrais.

Como saber a dose de vitaminas?

No caso das mulheres essa necessidade muda ao longo da vida. Isso vai depender da sua idade e se está grávida ou amamentando. Existem cálculos para cada uma das vitaminas, uma dose diária geral. Vamos usar o consumo de Ferro como exemplo, nesse caso não é uma vitamina mas o princípio da ingestão diária é o mesmo.  A quantidade de ferro diária ideal para uma mulher adulta é de  18 mg de ferro diariamente. Mas se estiver grávida, você deve aumentar para 27 mg e reduzi-lo para 9 mg quando estiver amamentando. Por isso é importante adequarmos o consumo e aprendermos a calcular para não ficarmos com nenhuma deficiência.

Devo tomar suplementos prontos?

Mas será que você precisa usar suplementos vitamínicos prontos? Desses que compramos nas farmácias? Se a sua alimentação não está dando conta de suprir a sua necessidade, sim. Converse com seu médico e analise com ele a suplementação. Não saia tomando aleatoriamente, vitaminas demais podem sobrecarregar o seu sistema excretor. Lembra que já falamos que ela não é acumulada? Por isso que os suplementos sempre usam a frase : Não engorda. Porque não acumulamos vitaminas, nós expelimos a quantidade que não foi usada e o painel é zerado novamente para o próximo dia.

Quais são as vitaminas mais importantes para mulheres?

Todas são importantes, mas vamos falar especificamente do complexo B. Porque as do tipo B6 e B12 ajudam a converter alimentos em combustível, ou seja, tem a ver com a nossa energia. Mulher sem energia, não tem como, não é? Além disso elas contribuem para o bom funcionamento da pele, cabelos e olhos.  Sem as doses corretas você pode ter anemia, cansaço, perda de apetite, dor abdominal, depressão, dormência e formigamento nos braços e pernas. Além de cãibras musculares, infecções respiratórias, queda de cabelo, eczema, mau desenvolvimento infantil e defeitos congênitos. Como consumir mais ? Aumentando a ingestão de peixe, aves, carne, ovos, laticínios, vegetais de folhas verdes, legumes, muitos cereais e alguns pães.


Vá a um nutricionista ou ao seu médico e peça ajuda nessa hora. Alimentação é tudo!