A labirintite é não é bem uma doença, ela é uma infecção em determinada região do corpo, o labirinto. Ele é constituído tanto pela cóclea quanto pelo vestíbulo. Esse primeiro é o responsável por nossa audição, e o segundo, pelo nosso equilíbrio. Sendo assim, é por isso que a crise costuma afetar esses dois fatores. O uso do nome labirintite é bem comum, e está associado a doenças do ouvido e do equilíbrio. E quem sofre disso não está sozinho, cerca de 40% dos brasileiros já tiveram algum episódio envolvendo os distúrbios do equilíbrio.

O que é labirintite ?

Em uma crise de labirintite, você sente tudo se mexendo, uma náusea absurda e não consegue sequer ficar com os olhos abertos.  Há quem tenha episódios de vômitos, alterações gástricas  junto com a tontura, que é a característica mais presente nas crises.

 

A duração de uma crise varia bastante e o ideal é ir ao médico assim que tiver algum sintoma leve de labirintite. As causas são muitas e passam pela diabetes, hipertensão, problemas no ouvido, infecções e até mesmo o estresse e problemas psicológicos.

Como fazer a crise passar

Fique em repouso absoluto. Só o repouso fará a crise passar. Tente dormir e ficar bem descansado. Evite movimentos bruscos, se levantar sem necessidade, pegar coisas no chão. Não deixe luzes coloridas ou piscantes por perto. Tente se acalmar e fique de olhos fechados. O conselho que eu posso te dar é: a crise passa. Mas, cada uma a seu tempo. Tente não agravar ou fazer com que ela piore ficando no escuro, sem sons, sem luzes.

Tratamento para labirintite

Como a inflamação do labirinto pode estar associada a vários fatores, o ideal é descobrir o que está desencadeando esse processo. As vezes as crises de labirintite desaparecem naturalmente, mas quando isso não acontece o tratamento age contra os sintomas da doença, o que vai depender da causa. Se for uma doença causada por bactérias, o médico provavelmente irá receitar um antibiótico. Em outros casos, podem ser indicados medicamentos para parar as náuseas e vômito, ou para conter a tontura. A minha dica do dia é: tenha sempre esse medicamento, um comprimido que seja, dentro da sua carteira!