O Alecrim é uma planta bem completa e seu uso é bastante antigo. Pode ser usado como um tempero que ressalta o sabor de aves e peixes, em óleos essenciais calmantes e em chás. Suas múltiplas funções são apreciadas desde a Grécia Antiga. Hoje vamos conhecer melhor essa plantinha tão cheirosa que pode não estar sendo tão bem aproveitada quanto poderia. Vamos aprender os poderes do chá de alecrim e suas combinações deliciosas.


O que é o Alecrim

A hortelã, pode-se dizer, é uma prima do Alecrim. O sabor não é semelhante, nem o cheiro, mas a intensidade e as origens são. A finalidade das duas plantas pode ser culinária, aromática e medicinal.

Há muito tempo atrás o Alecrim podia ser considerado uma planta sagrada, suas funções terapêuticas eram muito aplicadas e a utilizavam a planta para afecções de pele, problemas de memória, infecções, má digestão e até mesmo para estimular a circulação.

Para que serve o chá de alecrim

Com o passar do tempo e o aprofundar dos estudos, outros benefícios foram descobertos para o alecrim na forma de chá. Ele se mostrou um poderoso aliado do sistema imunológico, melhorando as funções dos rins e do fígado. Fonte de antioxidantes, vitaminas e minerais como a vitamina B6, o cálcio e o ferro, ainda hoje, o chá de alecrim é muito usado devido aos seus benefícios para a saúde além de ser um tempero delicioso.

Como se beneficiar do chá de Alecrim

 

O consumo do chá de Alecrim deve ser colocado na sua dieta, fazendo parte do seu dia a dia. Tomar eventualmente o chá não garante todos os benefícios. O ideal é o consumo de duas a três xícaras ao dia. Use os ramos frescos para fazer o chá, pois preserva melhor as suas propriedades. Para prepará-lo fique atenta: Aqueça o equivalente a duas xícaras de água quente e desligue o fogo assim que iniciar a fervura. Acrescente duas colheres de folhas de alecrim e deixe abafar por 10 minutos. Coe e tome sem açúcar.

Caso queira dar uma turbinada no chá pode-se usar gotas de limão ou uma colher de mel.