Às vezes eu confesso que penso " Porque as pessoas não deixam os anos 80 nos anos 80? ", mas a verdade é que a moda é cíclica e não adianta, sempre alguma tendência antiga vai voltar às vitrines, quer você goste ou não. Os drapeados era completamente diferente do que encontramos nesse estilo atualmente. Nos anos 80 eles eram enormes, criando bastante volume e em tecidos até mesmo metálicos ou neon. O que vamos ver aqui nesse post são vestidos drapeados longos e curtos, que mesmo revisitando essa tendência oitentista, nada têm de estranho. São lindos e vão do shopping a uma festa de gala!


De onde surgiram os vestidos drapeados?

Mas o drapeado não nasceu nos anos 80, ele já tem um passado que vem de longe, como eu disse a moda é feita em ciclos e alguns vem de bastante tempo atrás.Saiba que um das primeiras estilistas a adotar os drapeados foi a francesa Alix Grès, que entrou no mundo da moda por volta da década de 1930. Ela se inspirou em peças da Antiguidade Clássica para suas criações e se tornou referência em inovação e estilo em sua época.

Vestidos drapeados somente para festas?

Por isso os vestidos drapeados são sinônimo de vestido de festa. Pode olhar um álbum de casamento e contar quantos modelos drapeados você vai encontrar entre as convidadas. Mas no post de hoje vamos falar dos drapeados, curtos e longos que você não precisa de nenhum convite para usar. è só escolher o modelo e sair causando pelas ruas da sua cidade.

Vestidos drapeados engordam a silhueta?

Os vestidos drapeados curtos são uma ótima dica para montar looks de verão e dar um ar de refinamento à looks mais casuais. A tendência é democrática sim, muitas mulheres amam usar drapeados, mas nem sempre os drapeados amam a mulher de volta. A verdade é que aquele volume extra que o tecido pode deixar os contornos da mulher mais cheios e talvez não seja isso que ela esteja querendo. Eu particularmente gosto de usar drapeados na altura dos seios porque criam a impressão de um volume maior naquela região.

Veja algumas dicas de como fazer o seu próprio drapeado