Estamos no mês de setembro, que é o mês de conscientização da depressão. Com certeza você conhece alguém que sofre dessa doença e talvez seja você mesma que passe por esses sintomas tão difíceis de lidar. Você não está sozinha, segundo o Ministério da saúde, estima-se que, na América Latina, 24 milhões de pessoas sofram com a doença. Depressão é uma doença que altera o estado de humor da pessoa. Num episódio depressivo a pessoa pode se sentir sem energia, com o humor afetado, sem interesse e sem vontade de fazer tarefas comuns da sua rotina, além dos sintomas físicos como dor de cabeça e dor de estômago. Essa doença é grave, comum e não é frescura.


Alimentação para tratar sintomas da depressão

Como sempre batemos na tecla da alimentação como prevenção e tratamento de doenças e sintomas, com a depressão não é diferente. Um estudo de 2017, desenvolvido por cientistas da Universidade de Deakin, na Austrália, comprovou a ligação diretamente entre a alimentação e os sintomas de pessoas diagnosticadas com depressão. Ainda, concluíram que os resultados podem ser relacionados tanto com pacientes de depressão moderada, bem como com pacientes em estado mais grave. Portanto, em conjunto com a terapia adequada, uma alimentação regulada pode ser efetiva no tratamento da depressão.

Cérebro saudável com alimentação saudável

Algumas vitaminas são necessárias para a formação de neurotransmissores que estimulam o humor, enquanto outras fornecem energia para células cerebrais ou as protegem de danos. Vamos saber quais vitaminas e alimentos devemos consumir na nossa dieta diária para prevenir e tratar sintomas da depressão. Claro que o tratamento deve ser feito com o psiquiatra , psicólogo e até mesmo um nutricionista, mas as dicas são sempre um bom ponto de partida. Estamos começando a nos conscientizar de como o nosso consumo afeta nossa saúde física e bem-estar. No entanto, na maioria das vezes não fazemos uma conexão do alimento que comemos com o funcionamento do nosso cérebro.

Vitaminas que ajudam a tratar a depressão

B1 (Tiamina): Melhora a atividade mental e mantém o seu funcionamento adequado. Fontes: Levedo de cerveja, gérmen de trigo, ervilha, cereais integrais, leite e vegetais.

B6 (Piridoxina): Mantém o bom estado do sistema nervoso. Fontes: Levedo de cerveja, cereais integrais, batata, nozes, gérmen de trigo, fígado, melão, repolho, leite, ovos e carne.

B12 (Cobalamina): Aumenta a energia, alivia a irritabilidade e melhora a concentração e a memória. Fontes: Algas (Espirulina), fígado, carne, ovos, queijo e levedo de cerveja.

B9 (Ácido fólico): Atua na transmissão dos impulsos nervosos. Fontes: Levedo de cerveja, lecitina de soja, gérmen de trigo, vegetais verdes escuros, gema do ovo e fígado.


C (Ácido ascórbico): Vitamina do bom humor. Além de contribuir com os mecanismos imunitários. Vitamina essencial para acabar com a depressão. Sua carência leva a fadiga e a uma sensação de tristeza. Fonte: Laranja, morango, limão, kiwi, acerola, mamão e tomate.

E (Tocoferol): Ajuda o organismo de recuperar do estresse físico e emocional. Fontes: Nozes e sementes, gérmen de trigo, brócolis, batata doce, vegetais verdes folhosos, abacate, aveia e cereais integrais.

Minerais que ajudam no combate à depressão

Cálcio: Sua carência leva á osteoporose e descalcificação dos ossos e dentes, provoca sensação de fadiga e controla a condução dos impulsos nervosos. Ajuda a nos sentimos mais animados. Fontes: Iogurte, leite, queijos, tofu, brócolis, espinafre, vegetais verdes folhosos.


Ferro: Indispensável para o transporte de oxigênio aos tecidos e essencial para o estado de ânimo. Sua falta pode provocar cansaço e fadiga. Fontes: Carnes, ameixa, damasco e vegetais verdes folhosos.

Zinco: Ajuda o corpo combater o estresse e aumenta a capacidade de concentração e memória. Fontes: Cereais integrais, frutos do mar, feijão, carnes, semente de abóbora, leite, iogurte e queijos amarelos.

Potássio: Tem importância no bom funcionamento dos músculos e do sistema nervoso. Fontes: Batata, frutas frescas e vegetais verdes folhosos.

Magnésio: É uma das melhores soluções contra a depressão. Fontes: Gérmen de trigo, cereais integrais, sementes e nozes, camarão, damasco seco, tofu, quiabo, acelga e água de coco.