Chegou o domingo e é dia de macarronada! Qual molho escolher para sair da rotina e mesmo assim agradar em cheio a família? Fizemos um roteirinho fácil de entender. São dicas de chefs que fazem isso, combinar molhos e massas, todos os dias.  Agora a escolha é com você! Ah, ao final do post temos duas receitinhas de combinações perfeitas.


Molhos para massa Cabelinho de anjo

Vamos começar pelo mais fininho. Pela lógica, essa massa combina bem melhor com molhos mais ralos para que não fique grudento. Ele fica ótimo com caldos também. Uma opção de molho suave que combina superbem é o  bechamel com cogumelos e alho poró, ou os caldos de legumes para fazer uma boa sopa, que podem ser engrossados levemente com um pouco de manteiga e farinha. O que acharam?

 

Molhos para massa longa

Para o macarrão de massa longa, recomenda-se que sejam utilizados molhos líquidos e não muito espessos. Afinal, esses molhos acabam aderindo melhor à massa, que tem uma superfície grande.  O espaguete e o linguine podem ser considerados um meio termo, podendo receber diversos tipos de molhos. As massas longas pedem  bases um pouco mais cremosas para que consigam segurar o sabor, como os de tomate ( ao sugo ) o bolonhesa, o branco e o carbonara. Qual desses você gosta mais? Confesso que as massas longas são minhas preferidas!

 

Molhos para massa fina

Fusili, rigatoni, penne, conchiglione e farfale entram na categoria das massas curtas e se caracterizam por curvas ou “buracos” que seguram bem os molhos. Nesse caso, são indicados como acompanhamento molhos de carne, de vegetais e até de iogurte. Isso porque como massas desse tipo podem ser servidas tanto quentes como frias, molhos mais espessos se incorporam bem.

Sugestão de molhos deliciosos para suas massas

Receita de macarrão Mamma Rosa

– 300 g de espaguete;
– 1 xícara de tomate bem pequeno;
– Uma xícara de atum em pedaços;
– 1 xícara de berinjela cortada em tirinhas;
– ½ cebola grande picada;
– 1 dente de alho moído;
– 3 colheres de Azeite Extra Virgem de Oliva;
– Sal e pimenta calabresa a gosto;
– Salsa picada a gosto;
– 1 cálice de vinho branco seco.

Modo de preparo:


– Refogue a cebola e o tomate no azeite, junte a berinjela e refogue levemente;
– Adicione a metade do atum e mexa bem;
– Acrescente o alho e a pimenta e refogue até que comece a secar;
– Junte o vinho e ferva até evaporar;
– Coloque o restante do atum e mexa bem devagar para não quebrar o peixe;
– Tempere com sal, polvilhe a salsa, cubra a massa cozida al dente e sirva.

Receita de macarrão ao molho funghi

– 500 g de fettuccine;
– 100 g de funghi desidratado;
– 1 copo de água para hidratar;
– 1/2 copo de vinho branco seco;
– 1/2 cebola picada;
– 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal;
– 2 colheres (sopa) de farinha de trigo;
– 1 tablete de caldo de legumes;
– 1 caixa de creme de leite;
– Orégano a gosto;
– Tomilho seco a gosto;
– Pimenta-do-reino a gosto;
– Sal a gosto;
– Queijo parmesão ralado a gosto.

 

Modo de preparo:


– Cozinhe o macarrão conforme as instruções da embalagem. Escorra e reserve;
– Hidrate o funghi colocando-o em uma tigela. Cubra-a com água fervente e meio copo de vinho branco. Deixe hidratar por uns 30 minutos. Reserve a água e corte o funghi em tiras. Reserve;
– Leve ao fogo baixo uma frigideira com a manteiga e a cebola picada. Deixe a cebola murchar e acrescente o funghi. Misture e refogue bem;
– Junte a farinha e mexa sem parar, para que ela grude bem nos ingredientes. Em seguida, acrescente uma xícara da água em que o funghi estava hidratando, junto do tablete de caldo de legumes, dissolvendo-o. Cozinhe até virar um creme grosso;
– Tempere com o sal, a pimenta e o tomilho a gosto;
– Adicione o creme de leite e misture por um minuto;
– Coloque por cima do macarrão cozido e polvilhe com o parmesão. Sirva.