Sempre que eu vejo uma parede bonita de quadros, seja em um Instagram de famoso ou na casa de alguém próximo, eu fico com aquela sensação de que a pessoa tem algum dom que eu não tenho. Para poder colocar um quadro na parede, eu fico rodando com ele pela casa inteira, em uma função que, muitas vezes, não tem sucesso nenhum. Acabo guardando a peça e esperando essa inspiração vir de algum lugar.

Mais alguém se sente dessa forma? Será que é fácil para uns e difícil para outros? Por que algumas paredes ficam tão lindas e outras parecem um embolo de imagens sem sentido? No post de hoje, fui em busca de dicas de decoradores para chegar a uma conclusão sobre esse assunto. Espero que vocês gostem, aproveitem e façam em casa.

Tamanho e proporção na composição de quadros

Não existe uma regra especifica para isso, mas uma das coisas importantes para começar a organizar seus quadros na parede, é ter noção de proporção da pela em relação ao ambiente. Tudo vai depender do resultado que se deseja alcançar. Use a sua sensibilidade e pense em que tipo de resultado você deseja para aquele cômodo. Se a sua ideia é algo minimalista, use apenas um grande. Se a sua ideia é uma decoração despojada e moderna, uma composição com quadros de tamanhos variados é o ideal.

Influência da cor da parede

Sim, a cor do fundo vai interferir no resultado da composição de quadros. Se ela for escura ( preta, cinza, azul escuro) ficará melhor com quadros claros, dando destaque. Para paredes clarinhas, as telas coloridas ou em preto e branco são ótimas opções. Agora, se o seu fundo é um vermelhão ou outros tons chamativos, opte pelas telas mais claras.

Escolha um tema para sua composição

Além das cores, do fundo e do tamanho, uma das coisas que fazem uma composição de quadros ter sucesso é escolher o mesmo tema para as telas. A família ama viajar? Gosta de música ou cinema? O que inspira essa família? Pense nisso na hora da escolha e das combinações.