A indústria está sempre de olhos bem abertos às necessidades femininas. Se em outros tempos, apenas os homens exerciam poder de compra, atualmente, com a nossa independência, um segmento gigantesco de produtos exclusivos para as mulheres despontou. Mas, por outro lado, nem sabíamos que precisávamos de tantos produtos. Essa reflexão inicial tem a ver com o post de hoje, a biotina vem sendo utilizada como suplemento para mulheres de forma expressiva pela indústria de medicamentos. Será que você realmente precisa dela? Afinal, o que é biotina e para que ela serve?


 

O que é Biotina?

Para começo de conversa precisamos saber o que a biotina é: ela é uma vitamina, do complexo B. Ela pode ser comercializada pelos nomes de vitamina B7, vitamina H e coenzima R. Nos frascos de suplementos, coloquei fotos aqui nas ilustrações do post, ela vem com o nome de biotina mesmo. Os principais laboratórios têm cápsulas de biotina distribuídas amplamente nas farmácias.

Para que serve a biotina ?

Segundo os fabricantes de cápsulas, o uso regular de biotina contribui para a redução da queda de cabelo, caspa, promove a saúde dos fios e da pele, crescimento capilar, fortalecimento das unhas, melhora a circulação sanguínea e o sistema nervoso, além de facilitar a absorção de outras vitaminas. Como o desejo por longas madeixas e a vontade de tratar sinais de queda, são grandes. O uso da biotina já está popularizado.

Benefícios do uso da biotina

Previne o surgimento de fios brancos
Previne a queda dos fios
Traz rejuvenescimento aos cabelos
Promove o crescimento de fios mais fortes e resistentes
Repara a espessura dos fios


Problemas com o uso da biotina

As necessidades diárias de biotina são por volta de 30mcg. Existem suplementos de biotina de até 1000 mcg disponíveis comercialmente, isto é, uma superdose de biotina. Para aumentar as possibilidades de super dosagem de biotina, ela pode ainda não estar listada com esses nomes em suplementos para melhorar queixas relacionados aos cabelos e unhas. Esteja atenta aos excessos pois são tão prejudiciais quanto a falta dela no corpo.

Use biotina e tenha seus benefícios, mas com moderação.