crianças-e-animais

Escolher o cão certo para conviver com uma criança é extremamente importante para a segurança e bem estar da família. As perguntas principais que devem ser feitas são: que tipo de vida você leva? Você mora em uma casa ampla ou em um pequeno apartamento? Sua família é mais ativa ou gosta de ficar em casa? Existem certos perfis e raças que se adaptam melhor em ambientes específicos.

Raças de Cachorro indicadas para Crianças

Os Labradores, os Golden Retriever, os Beagles e os Collies, estão entre as raças mais populares entre as crianças. Cachorros de porte pequeno são boas alternativas para ambientes menores.

Só tome cuidado com o comportamento deles, que em alguns casos, podem ser de possessão com relação a um dono propriamente.

cao2

Vale lembrar que cada pet possui uma particularidade que pode atrair qualquer um. Por isso, veja se o seu filho ou a criança tem simpatia pelo cachorro antes de comprá-lo.

Procure conversar com donos e criadores de diferentes raças pra saber como é o temperamento de cada um deles. Cães para adoção costumam ser bastante dóceis.

Criação e adoção de filhotes e cães adultos

Filhotes que são criados ao lado de crianças costumam se tornar cães mais confiáveis e sociáveis. No entanto, evite criar um filhote ao lado de um bebê, pois além de ser bem cansativo, podem acontecer acidentes inesperados. Adotar um cão adulto é ótimo e pode ser a solução para muitas famílias! Um cachorro que irá conviver com bebês de até dois anos de idade, precisa ser  tranquilo e notar sinais de perigo. Cães e crianças pequenas nunca devem ser deixados sozinhos sem a supervisão de um adulto.

Estabeleça limites entre o pet e a criança!

raças-de-cachorros-para-crianças

Compre uma casinha para o cão e deixe estabelecido desde cedo quais são os limites dele (adestramento). Se ele tiver um lugar  seguro para ficar, com certeza, não irá invadir o seu espaço e nem o da criança! Procure sair com ele algumas vezes por semana, em passeios divertidos e ao ar livre, e compre poucos brinquedos para que ele se acostume e não peça por novos.

Não importa a idade ou comportamento da criança: ela nunca deve bater ou agredir o animal de estimação. Elimine comportamentos envolvendo mordidas e arranhões, mesmo que ela diga que foi sem querer. Sua casa e sua família terão muita harmonia  se você garantir que um trate o outro com afeto, amor, carinho e dedicação. Faça seu filho respeitar o cão e vice-versa.

Gostaram das dicas, meninas? Como o cão de vocês se comporta com os seus filhos e outras crianças? Contem sobre suas experiências nos comentários! Boa sorte na compra ou adoção de um cãozinho!

Recomendados para você: