melhor-raça-de-cachorro

Os cães são verdadeiros amigos do homem. Animais amáveis, brincalhões, companheiros e fiéis. Porém, ter um cachorro dentro de casa nem sempre é uma tarefa fácil. Nem todos os cães têm o mesmo temperamento, alguns podem ser propensos a desenvolverem algumas doenças, precisam de cuidados especiais e podem até mesmo não se habituar ao ambiente e ao perfil da família. Cuidar de um cãozinho é o mesmo que cuidar de uma criança. Mesmo com diferenças nas raças, eles costumam, em geral, gostar de atenção. Dar carinho e amor é sempre parte fundamental na criação do bichinho. Há algumas peculiaridades em ter um cão. Por isso, iremos mostrar alguns pontos dos quais você precisa saber antes de tomar essa decisão.

Raças de cachorro ideal para você e sua família

1cachorro-ideal-para-voce

Tudo começa aqui. Às vezes, aquela raça que você adora pode não combinar com o que você tem a oferecer.

Primeiramente, pense no tamanho do cachorro e se você tem espaço suficiente para criá-lo.

Veja também se o cão ficará muito tempo sozinho ou terá companhia dentro de casa. Analise o tipo físico que quer, o tipo de pelo e, o mais importante, qual tipo de animal você gostaria de ter: um cão de guarda, companhia, esportista, independente, dependente, que goste de crianças ou que se dê bem com outros animais – caso você tenha mais de um. Para facilitar, iremos listar algumas raças, mostrando qual o perfil ideal de dono para cada uma delas.


Raças de cachorro de porte pequeno

Donos que procuram um cãozinho de porte pequeno, para viver em apartamento e que goste de se relacionar com crianças:

  • Pinscher
  • Coton de Tulear
  • Bichon Frisé
  • Maltês
  • Jack Russell Terrier

São bem amorosos com crianças e se dão bem em lugares menores. Têm bastante disposição para brincar e estarão sempre ao lado das crianças, as defendendo.


Raças de cachorro para casais sem filhos

  • Chihuahua
  • Poodle
  • Cavalier King Charles Spaniel
  • Lhasa Apso
  • Shih Tzu

São menores e ideais para apartamentos, porém, se apegam bastante aos donos. Não podem ficar muito tempo sozinhos, mas não costumam dar muito trabalho.


Raças de cachorro para quem mora sozinho

Os donos solteiros que querem um filhinho de quatro patas, os cães são:

  • Cairn Terrier
  • Pastor de Shetland

São animados, inteligentes, gostam de fazer companhia e são fáceis de adestrar.


Raças de cachorros para pessoas idosas

  • Schnauzer Miniatura
  • Boston Terrier
  • Poodles

É importante um cão que não demande muitos cuidados específicos. São raças mais calmas e carinhosas. Não precisam praticar muita atividade física, por isso podem ficar mais quietinhos em casa.

  • Labrador
  • Cocker
  • Yorkshire

Amam ficar próximos aos donos e gostam de receber muito carinho.


Raças de cachorro independentes

Donos que procuram uma raça mais independente:

  • Akita
  • Husky siberiano
  • Chow-chow
  • Pug

Companheiros, mas sabem ser independentes nas horas certas. Ainda assim, precisam de cuidados com pelagem e atividades físicas.


Raças de cachorro mais ativos

Para donos com muita energia e disposição:

  • Border collie
  • Beagle
  • Labrador

São animados, com disposição, energia, e que gostam de aventuras.


Raças de cachorros mais dóceis

Donos que recebem bastantes visitas:

  • Golden retriever
  • Spitz alemão
  • Maltês
  • Lhasa apso

Cães de companhia, mais tranquilos e menos territorialistas. São ideais para receberem visitas, pois se dão bem com estranhos e barulho.


Raças de cachorros bem obedientes

Cães que sabem respeitar os espaços

  • Rottweiller
  • Doberman
  • Chow-chow
  • Buldogue

Eles também são mais independentes. Sabem ficar no seu canto, sem pedir muita atenção em excesso.


É muito importante escolher um cachorro de uma raça que combine com você ou sua família, pois cada um tem suas particularidades que influenciarão diretamente em como você vai cuidar dele. Confira o guia de raças do MelhorAmigo.dog e conheça mais sobre cada uma das raças citadas acima.

Ter um cão custa caro

raças-de-cachorros-ideal-para-a-familia

Não é só de amor e carinho que os cães vivem. Eles trazem gastos com alimentação, higiene, tratamentos para saúde, brinquedos e outros. Pensando nos aspectos mais básicos, os gastos com banho e tosa podem variar de, em média, R$30 a R$90, dependendo do porte do cão. Mesmo dando banhos em casa, será necessário gasto com shampoos específicos para cães. Já os gastos com a ração, para os de pequeno porte, giram em torno de R$35,00 por mês. Para os de médio porte, aproximadamente R$70,00. Já para os animais maiores, o gasto pode chegar a, em média, R$150,00 por mês.

Tirando tudo isso, ainda há a possibilidade de problemas de saúde. Ou até mesmo outros aspectos higiênicos, como tártaro, por exemplo. Para tratamentos, os valores podem variar de acordo com cada problema que ocorrer. Podemos dizer que, aproximadamente, com uma consulta veterinária, mais medicamentos e vacinas preventivas obrigatórias, os donos gastariam até R$250. Em casos mais sérios, que necessitem de cirurgias, os gastos podem subir.

Algumas raças precisam de adestramento. Isso também é um gasto a parte, pois é preciso contratar serviço especializado. Em média, um adestramento canino custaria R$50 por aula ou a hora. Para aumentar ainda mais, caso você seja um dono que goste de mimar seus cães, gastar com brinquedinhos e roupinhas também fará parte do orçamento.


Disposição para brincar e passear

raças-de-cachorros-ideal-para-a-familia

Os cachorros não gostam de ficar sozinhos, mesmo aqueles que são mais independentes de seus donos. Carinho e atenção sempre serão essenciais na hora que falarmos sobre ter um animal. Tirar um tempinho do seu dia para brincar com seu cachorro é sempre indispensável.Para algumas raças, inclusive, é preciso ter maior atenção a isso. Raças que são mais energéticas precisam de passeios e brincadeiras no dia a dia. Outras sentem a necessidade de realizarem exercícios físicos diários, para manter o porte ou não engordar. Além de também deixar a mente ativa.


Cães podem ficar doentes

raças-de-cachorros-ideal-para-a-familia

O melhor a fazer é evitar que problemas maiores apareçam. Conhecer a raça escolhida é importante. Consulte um veterinário e saiba todas as complicações e precauções. Converse também sobre o calendário de vacinação e saiba todos os detalhes necessários. Outro ponto importante é levar o animal para fazer consultas veterinárias de, pelo menos, 6 em 6 meses. Agora que você já sabe um pouco mais sobre o mundo canino, já pode tomar sua decisão. Mesmo com todos estes aspectos, criar um cãozinho é muito gratificante e pode trazer muitas alegrias. Abaixo nós listamos 10 motivos para você ter o seu cachorro, confira:

raças-de-cachorros-ideal-para-a-familia

Gostou do artigo? Compartilhe e deixe seu comentário!

Recomendados para você: