BRINCADEIRAS-DE-CRIANÇAS

Brincadeiras são sempre muito divertidas e a criançada cheia de energia, adora correr e brincar! Nem sempre temos espaço para deixar as crianças serem crianças e brincarem soltas por aí, nem sempre é seguro brincar nos espaços abertos que temos disponíveis perto de casa.  Os pais querem que seus filhos brinquem mas também prezam pela sua segurança. Como fazer?

A ideia é otimizar as oportunidades que tiver com seu filho ao ar livre. Planeje atividades em conjunto com outros pais e aprenda algumas brincadeiras para que as crianças aproveitem ao máximo esse momento.  Você estará ajudando seu filho a desenvolver suas habilidades motoras ( correr, saltar, arremessar … ) e  isso fará grande diferença para ele durante toda sua vida.

Brincadeiras ao ar livre

delas

O espaço pode ser em uma praça, no playground do prédio, na praia, no quintal da avó, em uma rua fechada nos finais de semana.  Os materiais são poucos mas a disposição tem que ser grande. Acompanhar as brincadeiras com as crianças cansa bastante mas é recompensador porque elas adoram.


Benefícios das brincadeiras ao ar livre

Brincar ao ar livre pode ter muito mais benefícios do que se pode imaginar! Dá uma olhadinha:

brincadeiras

Praticar exercícios

Brincar ao ar livre previne a obesidade infantil, uma doença cada vez mais frequente nesta sociedade sedentária que estamos criando para as nossas crianças. Desligar a televisão e se levantar do sofá e sair para a rua para patinar, ou brincar de bola, por exemplo, são atividades recomendadas para toda a família.

Exercitar a criatividade

O fator surpresa é determinante nas brincadeiras de rua porque não se pode controlar tudo ao redor. Isso favorece a imaginação e o desenvolvimento da criatividade nas crianças, que têm que aguçar a criatividade muito mais do que as brincadeiras em casa.

Estabelecer a autonomia

Além de se tornarem mais criativos, as crianças que brincam habitualmente ao ar livre são mais autônomas e independentes. Isso fará com que pais superprotetores pensem melhor e vejam essas brincadeiras como ferramentas fundamentais que ajudarão as crianças a enfrentarem os problemas e encontrar soluções por si sós.

Desenvolver as relações sociais

Muitas vezes temos falado da necessidade de favorecer as relações sociais entre as crianças. As crianças solitárias e tímidas podem encontrar um bom estímulo para desenvolver suas habilidades sociais nessas brincadeiras ao ar livre se apresentarmos a elas como uma rotina habitual.

Fortalecer a união familiar

Além dos benefícios para as crianças, brincar ao ar livre é uma das melhores formas de união familiar. Momentos inesquecíveis compartilhados por toda a família. A melhor coisa que podemos dedicar a eles é tempo e atenção de qualidade.


 

000507-01-h

Preparação para o dia das brincadeiras

A preparação para as brincadeiras é coisa séria, atente para os itens:

  • Usar roupas leves,
  • Estar bem hidratadas – leve garrafa de água congelada para ir hidratando,
  • Passar protetor solar,
  • Levar bonés e chapéus,
  • Buscar locais com sombra,
  • Alimentação leve.

Feito isso tudo prepare os materiais para as brincadeiras escolhidas. Quanto mais coisas diferentes você usar, mais chamará a atenção das crianças.


Brincadeiras ao ar livre para diversas idades

brincadeiras-com-as-crianças

Doente, morto e o coveiro

O grupo faz uma roda. Os participantes ficam passando a bola com os pés ou com as mãos. A primeira pessoa que deixar a bola cair no chão fica doente, a segunda, morta e a terceira, caveira. A caveira deve pegar a bola, enquanto os outros correm, e gritar “Stop”. Ao ouvir o grito, todos devem ficar parados e a caveira deve dar três passos e tentar queimar um dos jogadores. Se isso acontecer, quem foi queimado pega a bola, e o jogo recomeça.


 

Giz no asfalto

Em cidades onde há ruas de lazer, fechadas aos domingos e feriados, as crianças podem experimentar desenhar com giz colorido no asfalto.


Siga o mestre

O escolhido deve fazer gestos engraçados e poses legais e o que mais desejar, sendo imitado pelos colegas.


Boliche

Enchem-se seis garrafas pet com água e usa-se uma bola de vôlei no lugar da bola de boliche. Podem participar duas ou mais crianças.


Cabo de guerra

A turma é dividida em dois grupos iguais. Cada grupo segura um lado da corda. Ganha quem, em 2 minutos, puxar mais a corda para si.

brincadeiras-cabra-cega


Sapatos misturados

Cada criança tira o seu e todos são bagunçados sem que elas vejam. Ganha quem calçar e ficar em fila primeiro.


Cabra-cega

Uma criança, de olhos vendados, dá vários giros. Depois, tentará tocar alguém. Quem ela tocar, será a próxima cabra-cega.


Quarteirão

As crianças se reúnem em um lugar e colocam uma bandeira nele. Depois, todos se dividem em quatro grupos de quatro. A turma toda tem que escolher em quantos quarteirões do bairro a brincadeira vai acontecer. Depois disso, três grupos se escondem em um quarteirão dos escolhidos e o quarto grupo vai procurar. Ninguém pode se separar do seu grupo. Cada grupo tem que tentar atravessar todo o território da brincadeira e chegar até a bandeira sem ser encontrado. Quem conseguir ganha.


Pião

Jogar pião é algo que se pode fazer sozinho ou com amigos – nesse caso, a turma cria desafios como ver quem gira mais rápido, por exemplo.


Pinturas em pedras

Pedras têm um lado lúdico: disponíveis em todo lugar e com diferentes formas podem virar bichinhos ou construções e podem ser objetos de coleção.


Esconde monstro

Uma pessoa é escolhida para ser o monstro e vai para um esconderijo. Enquanto isso, os outros vão se esconder. Quando o monstro sai do esconderijo, tem que procurar os participantes. Quem for pego três vezes vira o próximo monstro.


 

Esconde-ajuda

Uma pessoa se esconde e todas as outras contam até 20. Depois, todos tentam encontrar a pessoa escondida. Quem encontrar essa pessoa se esconde junto a ela. Quem achar as duas, também se esconde no mesmo lugar. O último a encontrar o esconderijo será o primeiro a se esconder na próxima rodada.


 

Seleção de brincadeiras especiais para crianças

brincadeiras-de-criancas

Flor

O primeiro passo da brincadeira é desenhar no chão uma grande flor e escrever nas pétalas nomes de frutas escolhidas pelos participantes. Uma criança fica no miolo da flor, joga a bola para cima e grita o nome de uma fruta, enquanto os outros participantes correm. Quando a criança do miolo pegar a bola novamente todos devem ficar parados para que ela dê três passos e tente queimar alguém. Quem for queimado sai da brincadeira. Ganha quem ficar por último.


 

3 cortes

Com uma bola, as crianças ficam trocando passes com os colegas e contando até três (cada passe é um número). No terceiro passe a criança dá um "corte" na bola tentando acertar um dos outros participantes. Quem levar a bolada sai da brincadeira. Vence quem não for queimado.


Brincadeiras para crianças de todas as idades

brincadeiras-para-crianças

Múmia em ação

Um participante vai jogando a bola para o outro e ninguém pode deixar a bola cair. Quando uma pessoa deixa a bola cair pela primeira vez, ela fica “doente”. Se deixar cair uma segunda vez, ela “morre”. Na terceira vez, a pessoa “vira a múmia”. Quem vira múmia tem que pegar a bola e tentar acertar algum participante. Se ela acertar, o participante que foi queimado sai da brincadeira. Se errar, quem sai é a múmia. Quem ficar por último ganha o jogo.

7 cocos

As crianças se dividem em dois times e traçam uma linha no chão para demarcar o campo de cada um. Na linha que divide os campos, todos vão jogar sete cocos desarrumados. Depois, cada jogador tem que ir correndo arrumar os cocos e voltar para seu campo antes que alguém do outro time consiga “queimá-lo”, arremessando uma bola. Ganha o time que mais queimar pessoas e conseguir juntar os cocos.

Espirrobol

Duas duplas têm que jogar. Cada uma delas é um time. Primeiro, os participantes colocam uma bola de vôlei dentro de um saco de rede, que deve ser amarrado na ponta de uma corda grande. A outra ponta da corda tem que ser presa na parte de cima de um poste. Para jogar, cada time deve se posicionar de um lado e bater na bola com uma das mãos, para que a corda vá se enrolando no poste. Os participantes devem se defender e fazer com que a corda enrole para o outro lado. Ganha a equipe que conseguir enrolar toda a corda no poste, até a bola não se mexer mais.


 

Brincadeiras para fazer no parque

Cacique

Uma pessoa se esconde em algum lugar. Ela é o índio. Os outros participantes ficam sentados em um círculo. Uma das pessoas do círculo é escolhida para ser o cacique e fazer movimentos que os outros devem repetir. O cacique deve mudar os movimentos e o índio, chamado de volta à roda, tem três chances para adivinhar quem é o cacique. Se ele errar, paga uma prenda. Espero ter ajudado com as dicas. Depois volte e conte como foi o seu dia ao ar livre com as crianças!

Quer mais ideias e sugestões? Clique aqui e confira!


/Fonte das fotos/

  • Foto1- Cristiane Souza
  • Foto2- IBK – Instituto Barrichello Kanaan
  • Foto 3- Blog Natureba
  • Foto 4- Folha Região
  • Foto 5- JogoseBrincadeiras.com
  • Foto 6- Vivomaissaudavel.com.br
  • Foto 7- Adoleta