luz-pulsada

Preparamos um guia completo para entender como funciona a Luz intensa pulsada, quais os cuidados necessários e os riscos que este tratamento estético pode oferecer. Com o passar dos anos, é difícil evitar os males do envelhecimento e da exposição ao sol. A pele começa a refletir a idade, revelando manchas, sardas, rugas e marcas de expressão. Se você deseja mudar essa realidade, então vale à pena apostar na luz intensa pulsada.

A luz pulsada minimiza rugas, manchas, sardas e flacidez. (Foto: Divulgação)
A luz pulsada minimiza rugas, manchas, sardas e flacidez. (Foto: Divulgação)

Em geral, a luz pulsada combate o envelhecimento da pele, melhorando a textura e a firmeza de diferentes regiões do corpo. O tratamento é considerado versátil, afinal, trata qualquer área da pele e oferece muitos benefícios ao mesmo tempo. As pessoas normalmente optam por aplicar a luz no rosto, pescoço, mãos, braços e colo.


Luz pulsada

A luz intensa pulsada, também conhecida pela sigla (LIP), é um procedimento estético que recupera a cor uniforme e melhora a elasticidade da pele. O aparelho utilizado na técnica atinge a melanina, os vasos sanguíneos e o colágeno, oferecendo dessa forma diversos benefícios.

Woman touching face, portrait

O aparelho de luz pulsada é formado por uma lâmpada flash de alta energia, que emite luz e assim consegue gerar estímulos na pele. A aplicação gera certo desconforto, ou seja, a pessoa sente queimação e pode ficar com a pele levemente vermelha/inchada. Essa reação, no entanto, desaparece em questão de dias. Algumas pessoas associam a luz pulsada a outros tratamentos estéticos, com o objetivo de tornar o rejuvenescimento facial ainda mais evidente. O uso de preenchedores ou botox é bastante comum.


Como funciona a luz pulsada?

Tudo sobre luz pulsada 8

Confira a seguir o passo a passo do tratamento com luz pulsada:

1. Procure um médico dermatologista de confiança e especializado em luz pulsada. Siga as orientações dele na etapa de preparação para o procedimento. Em geral, é recomendado aplicar clareador, sérum hidratante e ácido por 15 dias antes do método.

Tudo sobre luz pulsada 7

2. Antes da sessão, aplica-se um gel na pele do paciente, que facilita o contato entre a ponteira. O tamanho da ponteira, inclusive, varia de acordo com as características do equipamento.

3. A aplicação da luz é realizada com um aparelho específico, tratando as áreas desejadas. Para amenizar a dor, muitos profissionais aplicam anestésico tópico antes de iniciar o procedimento. Encosta-se a ponteira na pele e dá um disparo. O disparo da luz causa um toque gelado, seguido por um toque quente.

Tudo sobre luz pulsada 5

4. Para que os resultados possam aparecer, é preciso realizar de 5 a 6 sessões, com intervalos mensais para não agredir demais a pele. De 3 a 5 dias após a aplicação, a pele pode liberar casquinhas.


Pós-aplicação

O período de pós-aplicação pode assustar um pouco, afinal, o rosto fica bem vermelho, como se a pessoa tivesse tomado muito sol. Também é bastante comum notar um escurecimento das manchas e sardas e descamação. Essas reações fazem parte do processo e são desencadeadas pela renovação da pele.

Como qualquer tratamento dermatológico, a luz pulsada requer alguns cuidados no período de pós-aplicação. Para evitar problemas, é preciso usar filtro solar com FTP mínimo 30. Também é recomendado evitar exposição solar no período de 10 a 15 horas depois da sessão.


Diferença entre luz pulsada e laser

Muitas pessoas confundem luz pulsada com laser, afinal, são duas fontes de energia luminosa com benefícios estéticos. As suas técnicas se encarregam de gerar calor e mudar a aparência da pele. No entanto, existem diferenças importantes. A LIP apresenta vários comprimentos de onda e promove diferentes alterações cutâneas em uma mesma aplicação. Já o laser age na pele de forma mais específica, atingindo um ponto desejado.

Tudo sobre luz pulsada 4


Benefícios do tratamento com luz pulsada

A amplitude do comprimento das ondas faz com que a LIP esteja apta para resolver diferentes problemas estéticos. O tratamento com luz pulsada serve para:

Reduzir olheiras

A luz pulsada ajuda a reduzir as olheiras ou até mesmo acabar com elas. O método trata os vasos congestionados ou mesmo o excesso de melanina na região abaixo dos olhos, resultando em um clareamento natural.

Amenizar cicatrizes

Se os cremes dermatológicos não funcionam na sua pele, isso pode ser um sinal de que é preciso recorrer a um tratamento mais intenso, como é o caso da luz pulsada. A técnica promove a regeneração dos tecidos e recupera a pele com cicatriz.

Tudo sobre luz pulsada 6


Minimizar marcas de acnes

Muitas mulheres carregam marcas da adolescência pela vida toda, tudo por causa das cicatrizes de acnes que insistem em permanecer no rosto. Para minimizar o problema, basta algumas sessões de luz pulsada.

Remover manchas solares

Muitos anos de exposição solar acabam causando manchas no rosto. Essas marcas escuras podem ser tratadas com LIP.

Tudo sobre luz pulsada 3
Foto: Blogueira Juliana Goes

Atenuar as rugas

A LIP também pode ser eficaz no tratamento contra rugas. Essas linhas e depressões, que insistem em aparecer com o envelhecimento, se tornam mais sutis devido ao estímulo à produção de colágeno.

Fazer depilação definitiva

A luz pulsada também é muito utilizada como método depilatório. Também conhecida como fotodepilação, a técnica permite eliminar os pelos gradualmente, sem agredir tanto a pele.

Eliminar vasinhos da pele

Com o passar do tempo, o rosto costuma apresentar vasinhos finos e avermelhados, que aparecem principalmente no nariz. Esse problema, no entanto, responde bem ao tratamento com luz pulsada.


Tratar alteração na textura da pele

A técnica estimula a produção de colágeno, por isso acaba melhorando a textura da pele como um todo.

Reduzir flacidez

Quando a pele perde colágeno e elastina, ela acaba sofrendo com problemas de flacidez. Os disparos de luz pulsada resolvem o problema porque estimulam a produção dessas substâncias que rejuvenescem.

Tudo sobre luz pulsada 2


Contraindicações da Luz Pulsada

O tratamento com luz pulsada é contraindicado para gestantes, portadores de vitiligo e pessoas que estão consumindo remédios que aumentam a fotossensibilidade.

Riscos da luz pulsada

Quando o procedimento é realizado de forma errada, existe o risco de dor, feridas, inchaço, irritação e queimaduras. As chances de complicação são maiores entre as pessoas com pele negra, pois possuem mais melanina e a absorção do feixe de luz é maior. Agora que você já sabe tudo sobre luz pulsada, procure uma clínica dermatológica de confiança e marque uma consulta. Os resultados desse procedimento prometem surpreender.