drenagem-linfatica

A drenagem linfática é uma técnica usada para limpar macromoléculas e resíduos celulares que não entram no sistema venoso devido ao seu tamanho. A drenagem linfática manual tem o objetivo de abrir os capilares linfáticos e introduzir neles macromoléculas e resíduos celulares através de movimentos suaves e cadenciados que ajudam também a relaxar o corpo. As macromoléculas e os resíduos são os responsáveis diretos para o acumulo de água e gordura no organismo, que originam as celulites, problemas musculares e articulares, além disso uma boa drenagem linfática pode ativar os gânglios linfáticos, combatendo infecções e estimulando as defesas imunológicas do corpo.

Efeitos da drenagem linfática

  • Metabolismo – Beneficia os processos metabólicos locais, como a nutrição celular
  • Circulação sanguínea – Auxilia na circulação devido a pressão exercida, deslocando-a em direção centrípeta
  • Tecido muscular – Favorece a eliminação de ácido láctico nos músculos e melhoram a nutrição das células
  • Pele – Diminui inchaços, melhora a oxigenação da pele e a nutrição celular, além de colaborar na desintoxicação dos tecidos

Principais indicações da drenagem linfática

  • Linfoedema primário e secundário
  • Edemas pós-operatórios e pós-traumáticos
  • Problemas circulatórios
  • Varizes e pernas cansadas
  • Edemas da gravidez
  • Enxaquecas
  • Artroses, artrites e gota
  • Tendinite
  • Celulite

Contra-indicações da drenagem linfática

  • Erupções de pele
  • Infecção e ferimentos
  • Neutites
  • Câncer
  • Trombose
  • Asma
  • Tuberculose
  • Hipotensão
  • Hipotireoidismo
  • Problemas cardíacos
  • Febre

Agora que você já sabe tudo sobre drenagem linfática é hora de ir atrás de um bom profissional.

Thais Velloso