As tatuagens da Frida Kahlo estão entre as mais pedidas nos estúdios de tatuagens nos últimos tempos, entenda o porquê, quem foi Frida Kahlo, o que ela fez que a tornou um ícone e um monte de fotos para inspirar!

Se eu curto a banda Kiss, aquela dos cantores maquiados de branco e com o vocalista da língua grande, é normal que eu escolha alguns símbolos que tenham a ver com a banda para tatuar. Se eu sou fã de um jogo de vídeo game, sempre há algum personagem de destaque para que eu escolha que esteja ligado à essa paixão. São inúmeros os posts, aqui no Muito chique, de ideias de tatuagens ligadas à livros, sagas de filmes e outras formas de demonstrar sua paixão com arte na pele.  O assunto de hoje, tatuagens da Frida Khalo, tem muito mais a ver com o que ela significou e significa do que com seu trabalho como artista. Como chegamos a esse ícone? O que essa mulher fez para que tantas outras se inspirem nela?


Tatuagens Frida Khalo 2019

Existem muitos símbolos feministas que estão sendo tatuados todos os dias, nos estúdios pelo Brasil e pelo mundo mas, nada perto de tantas mulheres se identificando com a história e o simbolismo da artista Frida Khalo. Não são mulheres que amam arte ou profundas conhecedoras dos seus autorretratos e obras.

Não são pessoas que saíram de uma exposição empolgadas e foram direto para o estúdio de tatuagem. São mulheres como eu e você, que entendemos que Frida Khalo não foi e continua sendo uma pintora famosa, ela transcendeu a história do seu tempo e renova nossa esperança na luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres. O que ela tem de diferente? Vem comigo que te conto tudo sobre ela, também te mostro alguns desenhos diferentes e muito bonitos dela ao final do post. Vamos conhecer uma pessoa incrível hoje: Frida Khalo!

Quem foi  Frida Khalo?

Seu nome era Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, ficando conhecida mundialmente apenas como Frida Kahlo. Nasceu em Coyoacan, no México, no dia 6 de julho de 1907. Não foi um dia qualquer, nascia então uma revolucionária, que marcaria seu tempo e muitas gerações depois dela. Uma das características dela era amar tudo que era verdadeiramente mexicano, ao contrário do que a elite do seu tempo fazia. É fácil perceber esse traço nas suas obras e no que a deixou esteticamente famosa.

Frida se dizia filha da revolução mexicana ( que aconteceu por lá no ano de 1910 ) , e tinha apreço pela figura dos santos populares no seu país ( Nossa senhora de Guadalupe é a mais conhecida ), pelas pimentas que caracterizam a culinária mexicana, os mercados de rua e imagens pitorescas. Suas telas eram de cores fortes e sua arte imprimia muitas emoções e sentimentos. Para entender tudo que ela expressava, e o fazia intensamente, temos que relembrar alguns momentos muito tristes que marcaram sua vida e consequentemente, sua arte.

A história de  Frida Khalo

Logo na infância, aos seis anos, Frida teve uma doença terrível e muito comum na época. O nome certinho é poliomelite, mas costumamos chamar de paralisia infantil. Uma doença grave e com danos irreversíveis que a mantiveram um longo tempo acamada.

Nesse período sentia fortes dores quase o tempo todo. Aos poucos foi recuperando-se porém as sequelas foram inevitáveis e aí conseguimos já identificar os traços mais marcantes de sua personalidade sendo formados. Por exemplo, um dos seus pés atrofiou, uma de suas pernas era bem mais fina que a outra e ela caminhava, porém era manca. Sendo assim, começou a usar roupas masculinas para cobrir as pernas e isso era totalmente inovador se pensarmos que essa história ocorreu há cem anos atrás.

Sua vida ficou ainda mais tumultuada quando em 1925, já com 18 anos, sofreu um acidente de ônibus ( alguns ainda dizem que era bonde ). Ela e o namorado foram acertados em cheio por um ferro que a empalou, atravessando seu corpo de fora a fora. Passou pelo número assustador de trinta e cinco cirurgias e ficou muito tempo no hospital. Lá, sua mãe colocou um espelho em frente a sua cama e ela começou a pintar sua imagem que se refletia. ‘Eu pinto-me porque estou muitas vezes sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor’, dizia ela. Essas pinturas chamaram a atenção do pintor mexicano e como a gente adora uma bela história de amor, eles se casam em 1929.

Tatuagens feministas Frida Khalo

Infelizmente Frida era feminista, revolucionária mas acima de tudo era mulher e comeu o pão que o diabo amassou por conta desse amor com Diego. Como se já bastasse toda a dor física, os dramas emocionais a marcaram demais como pessoa e como artista. Além das inúmeras traições do marido, inclusive com sua irmã mais nova, Cristina, ela sofre com as consequências do acidente e fica impossibilitada de ter filhos.

Se por um lado as coisas eram ruins, nossa heroína faz do limão, a caipirinha mais gostosa do Surrealismo e passa a frequentar as rodas dos mais famosos artistas do seu tempo. Expõe em Nova Iorque, abrindo caminho para outras pintoras mulheres. Um de seus autorretratos é comprado pelo Museu do Louvre, na França e ela se consagra como maior nome de seu tempo. Tudo graças a sua personalidade forte que imprimiu através do seu talento sua marca na história da pintura mundial.

Frase da Frida:   “Pés, pra que te quero, se tenho asas para voar?”

Nessa montanha-russa de sucesso e tristezas que foi a sua vida, ela foi plena e marcante e deixa pra nós esse exemplo. Muitos não sabem, mas por baixo das batas coloridas que vestia ela usava um colete de gesso que provocava grande incômodo. Esse colete chegou a seu substituído por um de ferro e ela mal conseguia respirar. Tatuar a imagem dessa mulher forte, cheia de traumas mas que retratava a si mesma com cores alegres e que militou pelos direitos das mulheres até o fim se sua vida, é uma grande responsabilidade. É uma escolha também por perpetuar esses ideais. Estás preparada para tanta intensidade? Agora te mostro muitas imagens de Frida e inúmeras possibilidades de desenhos.

Tatuagens para mulheres feministas

Os tamanhos, os estilos e as cores podem variar muito mas a essência da artista Frida Khalo tem que estar presente sempre que alguém a tatua.