Cuidados-com-as-uinhas-Dra.-Claudia-Sá

Mais do que exibir unhas lindas e bem esmaltadas no verão, precisamos nos preocupar com quais funções essa pequena mas importante parte do nosso corpo exerce – protegendo as pontas de nossos dedos e indicando como anda a nossa saúde. Pensando nisso, o post de hoje irá esclarecer como unhas esbranquiçadas e outros tipos de alterações podem indicar problemas que devem ser tratados o quanto antes. Confiram:

Diagnósticos e sinais

Um exame completo feito em nossas unhas e lesões de pele, meninas, pode indicar doenças e falta de vitaminas que estamos deixando de lado. Quando elas estão quebradiças e com manchas brancas, podem indicar uma simples alergia a produtos como esmaltes, detergentes e sabonetes. Se tratar de uma carência de ferro, ácido fólico ou da vitamina B12,  pode resultar na psoríase, em micose ou até em uma anemia mais séria.

unhas-dos-pes-esbranquiçadas

Outros sinais não apontam necessariamente doenças, mas podem mudar a aparência das unhas. As unhas roídas podem ser um sinal de ansiedade, levando a quadros infecciosos. Já micoses e lesões nos pés podem ter relação com o uso de sapatos apertados. Esmaltes específicos, removedores e falta de higiene ao limpar ou tirar as cutículas também podem ser uma grande forma de agressão, desidratando-as.

Mais doenças das unhas

Pessoas anêmicas irão apresentar unhas fracas e quebradiças, além de secas, opacas e côncavas. Em doenças cardíacas, elas ficam curvadas para baixo, alargadas e com a coloração arroxeada, devido à falta de circulação.

Mulheres como doenças hepáticas podem exibir unhas esbranquiçadas perto da raiz ou unhas amareladas totalmente. Se você enfrenta problemas de digestão pode ter unhas doloridas, frágeis e que irão se descolar ou descamar.

unhas-esbranquiçadas

No hipertireoidismo, há um afinamento e enfraquecimento das unhas. No hipotireoidismo, elas já ficam opacas e grossas. Problemas na glândula supra-renal são resultado de unhas escuras. A meningite e a septcemia podem surtar em pequenas manchas roxas. Quando há deficiência de algumas vitamina como a A, por exemplo, as unhas podem ter um aspecto de casca de ovo, enrugadas, esbranquiçadas e quebradiças. Vitamina C: hemorragia embaixo das unhas. Vitamina B3: ausência de brilho e linhas esbranquiçadas na superfície.

Pessoas que não consomem zinco podem ter uma coloração acinzentada, cutícula seca e grossa, descamação intensa e linhas transversais acentuadas nas unhas. Vale ressaltar que apenas um profissional pode receitar medicações para cada tipo de problema e que se você notar alterações em suas unhas, marque uma consulta com um dermatologista para saber qual é o seu caso.

Vocês já tiveram algum tipo de problema com unhas esbranquiçadas? Como resolveram o problema? Contem pra gente meninas! 😉