Tireoide1

Antes de saber o que é o hipertireoidismo ou o hipotireoidismo, é preciso entender qual é a função da tireóide em nosso organismo. Ela pode ser definida como uma glândula localizada logo abaixo do “pomo de Adão” que
 produz dois hormônios muito importantes para o corpo: o T3 e o T4.

Eles são muito importantes, pois controlam o funcionamento de muitos de nossos órgãos e, dessa forma, intervêm em nosso crescimento, no ciclo menstrual da mulher, na fertilidade, no sono, na memória, ou na perda de peso, por exemplo.

No caso, quando a tireóide não consegue produzir quantidades suficientes de T3 e T4, ocorre o hipotireoidismo. Os sintomas podem ser notados em um grande desânimo, intestino preso, rouquidão, inchaço, alto colesterol, queda de cabelo, pele seca, além dos sintomas já citamos acima.

tireoide

Tratamento para Tireoide

O tratamento costuma ser prático, barato e sem efeitos colaterais. É necessário a ingestão diária de um comprimido de T4. No entanto, a dosagem irá depender de cada pessoa, conforme exames feitos periodicamente. O tratamento deve ser mantido a longo prazo para, dessa forma, prevenir a volta dos sintomas e o aumento da tireóide.

Por outro lado, quando a tireóide “trabalha demais”, acontece o hipertireoidismo. Os sintomas variam entre tremores, palpitações, arritmias, aumento de apetite, insônia, sensação de calor ou fraqueza muscular. Em pessoas idosas, a situação pode se agravar, pois os sintomas podem passar despercebidos.

tireoide-foto

A causa pode ser a Doença de Basedow-Graves, onde anticorpos estimulam de forma descontrolada a tireóide. Entre outras causas estão os tumores benignos e o bócio multinodular – aumento da tireóide com a presença de nódulos.

 O tratamento pode ser feito de três formas diferentes.

Com medicamentos, iodo radioativo ou com processos cirúrgicos. A cirurgia só é indicada quando a tireóide estiver muito grande, ou quando há contra-indicação para o iodo radioativo. Porém, após o tratamento, os pacientes depois de curados, podem desenvolver um quadro de hipotireoidismo.

 Caso você notar alguma mudança no seu corpo ou sentir algum dos sintomas, fale imediatamente com um profissional para saber quais medidas tomar. Se diagnosticada previamente, a doença pode ser facilmente evitada e mantida sob controle. Talvez seja importante também conferir o artigo sobre ovários policísticos, alguns sintomas se parecem bastante com os da tireoide.