Sintomas da gravidez psicológica

Saúde

cfc879380cb089af394d2fb131344b40

A espera pelo bebê deve ser um momento de muita plenitude e felicidade na vida de uma mulher. Mas e quando esse momento tão aguardado é, na verdade, apenas uma projeção psicológica? Esse curioso fenômeno é chamado pelos médicos de pseudociese ou mais popularmente conhecida como gravidez psicológica ou pseudogestação.

O que é gravidez psicológica?

A gravidez psicológica é um distúrbio psíquico e acontece quando a mulher pensa estar grávida, apresenta todos os sintomas da gestação verdadeira, mas não existe nenhuma criança se desenvolvendo dentro dela. É um caso complexo, que sempre desperta muitas dúvidas da ala médica e por parte das pessoas envolvidas diretamente com o problema, como parentes da mulher que lida com a pseudogravidez, amigos e seus companheiros.

Esse tipo de transtorno geralmente acomete mulheres que estão passando por  momentos extremos e de grande ansiedade em suas vidas, sobretudo devido a perdas ou frustrações. Boa parte delas possui algum histórico de infertilidade, por exemplo, onde desejam muito ter um filho, porém não conseguem tê-lo. A gravidez psicológica pode se manifestar mesmo naquelas mulheres que nunca sonharam com a possibilidade de ter um filho, não nutrem vocação maternal, mas por conta disso sofrem com a pressão da sociedade ou sentem um medo patológico de engravidar.

f_49706

Sintomas da gravidez psicológica

Por causa da confusão mental que a gravidez psicológica causa nas mulheres, muitas vezes o seu diagnóstico  é feito tardiamente. Uma vez que a mulher afetada com a síndrome sente todos os sintomas de uma gestação real. Dentre os mais comuns estão o crescimento dos seios, com inchaço e dor, enjoos frequentes, apetite exagerado, aumento de peso, até chegar em casos extremos onde há também  ausência de menstruação, crescimento da barriga (porém sem existência do feto), e mulheres que se queixam de contrações ou relatam perceber movimentos do “bebê” dentro do útero.

gravidez

Devido a isso, muitas delas chegam a parar no pronto socorro, em trabalho de parto, contudo sem haver nenhuma criança para nascer. Na busca por desvendar esse mistério que cerca esse estranho caso, a medicina associa a gravidez psicológica a possíveis alterações na produção dos hormônios femininos, mais precisamente nas glândulas hipófise e hipotálamo, que controla o sistema endócrino.

Na gravidez psicológica os hormônios se comportam da mesma maneira nas mulheres grávidas de verdade. Principalmente o hormônio prolactina, que controla os sintomas sentidos no período gestacional. Por esses motivos, ao apresentar esses sintomas (sobretudo aquelas que sofreram com perturbações emocionais) é preciso que a mulher se certifique que realmente está grávida.

midia-indoor-ciencia-e-saude-doenca-medico-medicina-pre-natal-ultrassom-bebe-crianca-gravida-gestante-gravidez-saudavel-exame-hospital-tratamento-1270500755119_956x500

Fazer os testes de gravidez, exames de sangue (do tipo Beta HCG) e ultrassons são algumas das maneiras de atesta se gravidez é verdadeira ou apenas um estado causado pela mente. E caso seja constatado que não existe gravidez, sendo ela psicológica, é necessário buscar ajuda médica, com acompanhamento psicológico ou psiquiátrico. Além de não sentir vergonha de ter o problema ou escondê-lo da família ou parceiro, pois a ajuda deles para superar essa fase é fundamental.

Este artigo foi útil para você? Sim Não
Deixe seu comentário pelo Facebook: