Procurando informações sobre o melhor repelente para gestantes e crianças? Não é novidade que o Brasil está passando por uma das maiores epidemias de dengue e também de Zika de sua história. E em tempos nos quais a preocupação com doenças transmitidas através da picada de mosquitos é tão grande, convém investir em repelentes para garantir a proteção da pele e evitar riscos.

E claro, com a variedade de produtos disponíveis nas prateleiras acaba sendo difícil escolher. Nesse caso é preciso saber como fazer a escolha mais adequada tanto para você quanto para sua família. Está a fim de saber mais sobre como escolher e usar o repelente de maneira correta? Então está na hora de saber:

Qual o melhor repelente?

melhor-repelente

Na prática, podemos encontrar três principais tipos de repelentes, que são o IR3535, o DEET, e a Icaridina. Independente das marcas existentes nao mercado, elas tem esses repelentes em sua fórmula e em diferentes concentrações. E são suas propriedades e níveis de concentração que determinam quais são as escolhas mais adequadas:

DEET: É o mais popular nas farmácias e supermercados e também bastante eficiente. Porém, a duração de seu efeito na pele está vinculada a concentração de DEET, o que no Brasil só é autorizado com concentração de até 15%, rendendo assim uma proteção de no máximo 6 horas, podendo ser utilizado por maiores de 12 anos. Algumas marcas apresentam repelentes com DEET para uso infantil, mas essas só podem ser utilizadas por crianças maiores de 2 anos, devendo ser reaplicadona pele a cada 2 horas. Exemplos de repelentes desse tipo são o OFF, Autan, Repelex e outros.

IR3535: Esse é o único repelente até o momento que é permitido para crianças menores de 2 anos, podendo ser utilizado por crianças maiores de 6 meses de idade. Ele tem curta duração e deve ser reaplicado na pele a cada 2 horas, o que exige maior cuidado. É comercializado sobre o nome de Loção Antimosquito Johnson’s.

Icaridina: Apresenta uma concentração que varia entre 20% e 25%, sendo o que dura mais tempo na pele, rendendo até 10 horas de proteção contra insetos. Já seu uso continua sendo limitado, podendo ser utilizado somente por crianças acima de 2 anos. Comercialmente você pode encontrá-lo com o nome de Exposis. Em caso de reaplicação em tecidos, faça a cada 72 horas.

As recomendações e demais instruções de uso estão escritas nos rótulos de cada produto, então não se esqueça de reservar um tempinho para lê-los antes de comprar ou pesquisar. Existem outras opções conhecidas de repelentes naturais, mas estes tem duração muito curta para serem considerados eficientes na proteção da pele. Além disso nem sempre são opções consideradas seguras.


Qual o melhor repelente mais indicado para o meu caso?

melhor-repelente

De início, saiba que é muito difícil que você possa escolher um produto que seja ideal para a família toda, em especial caso você tenha crianças em casa. Veja abaixo qual o melhor repelente para o seu caso:

Melhor repelente para gestantes

O ideal é que a escolha do repelente passe pelo crivo do obstetra que acompanha a gravidez, já que é importante averiguar se existe alguma restrição ou alergia a substâncias do produto. Depois disso, o tempo de efeito deve ser o critério a pesar na hora da escolha. Um bom repelente que pode ser usado por gestantes é o OFF, ele é vendido em creme ou aerosol, entre os dois com certeza o melhor repente é o aerosol.melhor-repelente

botao-onofre-drogaria-1


Crianças menores de 6 meses não devem usar repelente

Isso porque a maioria das opções só permite o uso para crianças acima de dois anos, mas ao menos uma das alternativas permite o uso por bebês acima dos seis meses de idade. Então enquanto ela for menor, a única proteção deve ser a mecânica (mosquiteiros, por exemplo). No entanto, alguns pediatras costumam recomendar repelentes manipulados, portanto faça uma consulta ao pediatra do bebê antes de tomar uma providência. Em casos de epidemia, alguns médicos recomendam o uso do repelente IR3535 aplicado nas roupas do bebê, mas isso também deve ser avaliado pelo profissional.

Para crianças de 6 meses até 2 anos o IR3535 pode ser utilizado, com aplicação a cada duas horas, mas é importante evitar que haja mais que 3 aplicações na pele do bebê. Também pode ser bom aplicar nas roupinhas da criança, evitando região próxima as mãos já que ele pode colocar a mãozinha na boca. Já enquanto o neném estiver dormindo, invista nos mosquiteiros para garantir sua proteção.

Por fim, para crianças entre 2 e 12 anos, usar o DEET nas versões infantis (que contém entre 6% e 9% de concentração), com reaplicação a cada 2 horas, ou a Icaridina, nesse caso aplicado somente na parte da manhã.


Dicas para usar o repelente de forma correta

melhor-repelente

Tal como todo produto comum, o repelente também tem recomendações e instruções de uso que devem ser seguidas à risca. Veja:

  • Use somente quando necessário: Ao contrário dos cremes que usamos no dia-a-dia, o repelente não é um cosmético e só deve ser aplicado e utilizado quando for necessário.
  • Não economize ao aplicar o repelente na pele: Para formar uma boa camada de proteção, não economize na hora de passar o produto. Use uma quantidade suficiente para cobrir a pele que ficará exposta e reaplique somente quando ele perder o efeito pelo tempo prolongado.
  • Aplique somente na pele exposta: O repelente funciona criando uma nuvem. Ou seja, após a aplicação, o produto evapora e forma uma nuvem com cerca de 4 cm em volta da pele, e afastando os insetos. Isso significa que  você não precisa aplicar o repelente no corpo todo. Aplique o produto somente nas áreas expostas, especialmente quando for hora de dormir. Não use o repelente por baixo de roupas, mas sim sobre elas.
  • Lave as mãos após o uso: Para evitar problemas com reações adversas, a dica é lavar as mãos após o uso. E se possível, lavar também o local no qual o repelente foi aplicado. Além disso, evite o contato do produto com os olhos, bocas e narinas.
  • Deixe o repelente por último: Pretende usar hidratante, protetor solar, ou maquiagem? Então deixe o repelente por último. Se a ideia for usar após protetor solar ou hidratante, espere cerca de 20 minutos para que o produto seja absorvido pela pele e então depois disso aplicar o repelente escolhido. Evite também produtos que dizem conter o repelente pois isso diminui sua eficácia.
  • Guarde a embalagem: Em caso de intoxicação ou alergias, procure atendimento médico e leve a embalagem com você.

Vale lembrar que, se a intenção é se proteger do mosquito transmissor da dengue e da zika, o importante é priorizar o uso do repelente pela manhã uma vez que o inseto tem hábitos diurnos. Então siga essas dicas na hora de escolher o melhor repelente e capriche na aplicação, certo?

Recomendados para você: