pilula-remedio

A acne, também conhecida como acne vulgar é uma doença que se inicia na puberdade; geralmente em decorrência da grande atividade hormonal presente no corpo nessa fase da vida. Com os hormônios sexuais sendo produzidos a todo vapor, as glândulas sebáceas da pele começam a secretar grande quantidade de sebo e óleo, gerando assim muitas espinhas no rosto.

O problema da acne se caracteriza por desencadear quadros inflamatórios (leves, moderados ou graves, a depender do estágio em que se encontra a doença), onde há presença constante de pústulas (espinhas) que podem se localizar em diferentes áreas do corpo: rosto, colo, costas, nádegas, ombros e demais áreas do corpo com maior concentração de glândulas sebáceas. (Veja mais informações sobre a acne vulgar)

O que causa acne?

acne

A bactéria responsável pela incidência da acne na pele é a chamada Propionibacterium acnes. Essa bactéria se desenvolver com freqüência nas peles oleosas, que costumam apresentar glândulas sebáceas mais atuantes; facilitando a proliferação da bactéria nessas peles, resultando na indesejada acne.

A acne é formada devido à obstrução dos poros da pele pela gordura (secreção  produzida pelas glândulas sebáceas), que fica acumulada nos poros, e recebe o nome de comedão. Esse, por sua vez, quando encontram o oxigênio do ambiente sofre um processo de oxidação e rapidamente se transforma em cravo. Aquele famoso pontinho preto e um dos principais inimigos da pele perfeita.

Daí, basta alguma bactéria mais esperta passar pelo local para causar um quadro de inflamação e transformá-lo em espinha. (Saiba como prevenir cravos e espinhas!)

Outros fatores também podem levar ao surgimento da acne. Como a hereditariedade, e na fase adulta, algum desequilíbrio de caráter hormonal, problemas emocionais e transtornos de ansiedade, geradores de estresse e tensão; e também alimentação.

Manter uma alimentação rica em comidas gordurosas e açucaradas contribui de modo considerável para o agravamento do quadro de acne. (Saiba tudo sobre Acne e Alimentação)

Antiinflamatórios mais famosos para tratar a acne!

acne-mitos

Os tratamentos da acne incluem desde higienizadores com propriedades antioleosidade, como limpadores em barra ou líquidos, tonificadores e especialmente produtos antiinflamatórios, de uso tópico ou oral. Que combatem a bactéria causadora da acne e ajudam a diminuir o tamanho e secar as espinhas, alem de controlar demais sintomas, como a vermelhidão e coceira. (Leia também sobre espinha interna)

Alguns dos antiinflamatórios mais usados para o tratamento da acne são o Roacutan, Azelan, Ácido Retinóico, Differin, Selimax, Eritromicina, Peróxido de Benzoíla, Tetralysal, Clyndoxil, Nimesulina, Ácido glicólico, Benzac e Espironolactona.

Cuidados na hora de usar os antiinflamatórios

Antes de fazer uso de qualquer medicamento, procure antes o seu dermatologista. Cada caso é diferente do outro e pede um tratamento específico. Pois a acne que assola o seu rosto pode ter causas bem diferentes do caso da sua amiga, tia ou irmã. Em geral, os primeiros resultados dos antiinflamatórios aparecem com 6 a 8 semanas de uso. Contudo, eles possuem em sua formula componentes que podem ocasionar fortes efeitos colaterais, como enxaquecas, enjôos, ressecamento labial, do nariz, pele e olhos, dores musculares e nas articulações, dentre outros.

Para surtir o efeito desejado e não prejudicar sua saúde, os antiinflamatórios devem ser utilizados da maneira correta e sempre com supervisão médica. Além de manter  algumas medidas durante o tratamento, como usar protetor solar diariamente (em casa e ao sair) e hidratantes labiais e faciais, não ingerir bebidas alcoólicas e tomar bastante água; para hidratar a pele e prevenir complicações nos rins, pois alguns desses medicamentos são também diuréticos.