b1

O post de hoje explicará se o anticoncepcional vendido em farmácias de todo o Brasil conhecido como Microvlar e bastante popular por seu preço baixo, pode realmente interromper o ciclo menstrual de uma mulher.  A média de preço da medicação (em cartela) pode custar de R$5 a R$ 7.
A pílula é ingerida via oral e tomada diariamente em horários regulares para causar o efeito desejado de contracepção e no tratamento de outros problemas de saúde. O princípio ativo do Microvlar são os hormônios Levonorgestrel e Etinilestradiol, presentes também em outros anticoncepcionais. A composição é a de 0,15 mg de levonorgestrel e 0,03 mg de etinilestradiol.

Microvlar corta a menstruação?

Ao contrário do que muitas de nós podemos pensar, iniciar uma cartela a partir do 1º dia de menstruação não irá interromper o ciclo menstrual. No caso, quando a cartela tiver acabado, é preciso fazer uma pausa de 7 dias – período em que deverá haver um sangramento semelhante ao da menstruação. Além disso, a ingestão pode diminuir o fluxo menstrual e alguns casos, o Microvlar corta a menstruação. Veja alguns dos benefícios:

b2

  • Prevenção da gravidez
  • Regularização do ciclo menstrual
  • Diminuição da TPM (tensão pré-menstrual)
  • Diminuição de cólicas menstruais 

Efeitos colaterais do Microvlar

Grande parte dos efeitos colaterais podem ser observados em sintomas como:

  • Náuseas
  • Dores de cabeça, vômitos e diarreia
  • Dor e/ou secreção nas mamas
  • Dores abdominais
  • Variação de peso
  • Retenção de líquido
  • Alterações de humor
  • Depressão
  • Diminuição ou aumento da libido
  • Corrimento 
  • Sangramentos irregulares
  • Irritações na pele, coceiras e manchas

Como tomar?

Os comprimidos devem ser ingeridos como indicados na cartela. São 21 dias consecutivos no mesmo horário e diariamente. Como dito anteriormente, no final da cartela é preciso dar uma pausa de 7 dias, onde é esperado ocorrer um sangramento devido à privação hormonal a partir do segundo dia após a ingestão do último comprimido. Mesmo que a menstruação não pare antes do início da nova cartela, é preciso começar a tomá-la novamente.

A menstruação não veio? Leia um post sobre menstruação atrasada e veja os possíveis motivos.

Contra indicações do Microvlar

  • Gravidez
  • Amamentação
  • Tromboses arteriais ou venosos
  • Embolia pulmonar e infarto do miocárdio ou de acidente vascular cerebral
  • Enxaquecas com sintomas neurológicos focais
  • Diabetes
  • Presença ou histórico de pancreatite associada à hipertrigliceridemia grave
  • Presença ou histórico de hepática grave
  • Presença ou histórico de tumores hepáticos benignos ou malignos
  • Suspeita de neoplasias dependentes de esteróides sexuais
  • DSTs
  • Sangramento não-diagnosticado
  • Hipersensibilidade às substâncias ativas ou a qualquer um dos componentes do produto.

Vocês já usaram o anticoncepcional Microvlar, meninas? Não deixem de comentar sobre as suas experiências com a medicação e fiquem atentas caso houver qualquer mudança repentina na saúde de vocês! Quer saber mais sobre o remédio? Acesse www.microvlar.com e confira mais detalhes!