furunculo-na-pele

O furúnculo é uma infecção causada por bactéria que se manifesta na pele através de um abcesso, ou seja, um nódulo avermelhado e endurecido. O tamanho da lesão depende da profundidade do tecido infectado. Os furúnculos costumam aparecer em algumas regiões específicas do corpo, principalmente aquelas que são expostas a umidade, atrito ou substâncias gordurosas. As áreas mais vulneráveis para esse tipo de infecção de pele são: glúteos, rosto, coxas e axilas.

O que é Furúnculo?

A formação de furúnculo acontece uma bactéria chamada Staphylococcus aureus entra no folículo piloso, uma estrutura responsável pelo crescimento dos pelos. Assim, a infecção se forma e resulta em uma ferida endurecida com pus amarelado. As lesões cutâneas também podem ser causadas por outros tipos de bactérias e fungos, que estão presentes na superfície da pele. Os furúnculos normalmente se formam em locais já lesionados, por algum pelo encravado ou picada de inseto.

O furúnculo é um nódulo com pus. (Foto: Divulgação)
O furúnculo é um nódulo com pus. (Foto: Divulgação)

Todas as pessoas podem desenvolver furúnculo em algum momento da vida, mas umas estão mais vulneráveis que outras. Os fatores de risco para o surgimento de nódulos são: diabetes, acnes, imunidade baixa, contato físico com pessoa com furúnculo e obesidade.

Sintomas do Furúnculo

O principal sintoma do furúnculo é a formação de um abcesso avermelhado e duro, com uma pequena quantidade de pus na parte central. A lesão pode ser pequena, média ou grande. Em alguns casos, ela chega a assumir o tamanho de uma bola de ping-pong. O nódulo vermelho e cheio de pus pode ser doloroso. O seu crescimento é gradual e acontece na medida em que as células mortas vão se acumulando no interior da infecção. Por causa dessa lesão, o local afetado pode provocar desconforto, coceira, mal-estar, febre, além disso, a região afetada esquenta, fica bastante dolorida e acentua a vermelhidão na pele.

Não é recomendado espremer o furúnculo. (Foto: Divulgação)
Não é recomendado espremer o furúnculo. (Foto: Divulgação)

Normalmente as região mais afetadas pelos furúnculos costumam ser as axilas, glúteos, coxas, pescoço e o rosto.

Tratamento do Furúnculo

Você pode tratar o furúnculo em casa, basta colocar compressas de água quente por cerca de 2o minutos, três vezes ao dia na região lesionada para aliviar a dor e também facilitar a drenagem. Em hipótese alguma você deve espremer o nódulo, pois o ideal é que o rompimento aconteça espontaneamente.

Quem está sofrendo com um furúnculo precisa manter o nódulo sempre limpo para não agravar a infecção. A limpeza da lesão pode ser feita com água e sabão neutro. O uso de pomada é desnecessário, bem como a administração de antibióticos.

Compressas de água quente ajudam a tratar a lesão. (Foto: Divulgação)
Compressas de água quente ajudam a tratar a lesão. (Foto: Divulgação)

Se a compressa de água quente não solucionar o problema e o furúnculo continuar crescendo, então é necessário procurar um médico. O especialista fará o diagnóstico através de exame físico e indicará a melhor forma de tratamento. Quando o furúnculo não se rompe de forma alguma, o médico realiza uma pequena incisão na parte central do abcesso, induzindo dessa forma a drenagem do pus.

Como prevenir?

Uma boa higienização da pele ajuda e muito! Procure usar sabonetes bactericidas especialmente em locais que são mais sensíveis. Depois do banho, tenha o cuidado de secar o corpo todo e evite que o corpo fique úmido por muito tempo, pois é exatamente a umidade que potencializa a proliferação das bactérias. Roupas muito justas também devem ser evitadas, pois propiciam o surgimento de furúculos na pele. Qualquer machucado ou lesão na pele devem ser tratados e higienizados o mais rápido possível, isso também ajuda a prevenir a proliferação de bactérias.

No vídeo abaixo, o médico Antônio Sproesser explica tudo sobre furúnculo no programa E aí, Doutor? na Record. Vamos conferir?