Quando se fala em menopausa a primeira coisa que vem a mente da maioria das mulheres são eles, os calores! A visão de uma mulher suando, com as bochechas rosadas e um incômodo difícil de lidar acompanham esse pensamento. Mas afinal porque eles aparecem e como fazer eles irem embora? Para descobrirmos tudo isso vamos começar falando sobre essa fase da vida da mulher.

A menopausa marca o final do período reprodutivo feminino. É um processo marcado por uma série de adaptações metabólicas, hormonais, psíquicas e sociais.  Cada mulher passa por esse período de um jeito, a depender de questões genéticas e ambientais. Algumas não apresentam muito desconforto, já outras sofrem, em algum grau, com alguns dos seguintes sintomas:  alteração de memória, formigamentos, alteração da libido, depressão, ansiedade, alteração de sono, etc. Hoje vamos falar mais profundamente dos fogachos, suores noturnos e essa onda de calor inexplicável que aparece nessa fase.

Nessa época surgem as  terríveis e temidas ondas de calor, cujo nome é fogacho, e suores noturnos associados. Mesmo que seja importante identificar a origem destes sintomas, porque muitas vezes eles estão ligados a outras condições relacionadas à menopausa, existem algumas maneiras de reduzi-los de maneiras naturais.

Como ocorrem as ondas de calor

É normal que as ondas de calor ocorram à noite, fazendo com que a mulher acorde e muitas vezes tenha dificuldade em adormecer. De acordo com vários estudos, mais de 81% das mulheres que sofrem de grandes aumentos na temperatura e sudorese também tinham sintomas de insônia crônica, sono agitado e outros problemas de sono. 81% é uma quantidade enorme de mulheres, tenham noção disso!

Os fogachos  geralmente começam como uma súbita sensação de calor na parte superior do peito e do rosto e depois se espalham por todo o corpo e duram cerca de dois a quatro minutos.

Sintomas de que você está tendo um fogacho

– Rosto vermelho
– Formigamento nos dedos
– Coração acelerado
– A pele começa a ficar mais quente do que o habitual
– Suor excessivo
– Tonturas

O que pode ocasionar os fogachos

– O consumo de álcool
– O consumo de produtos com cafeína
– Comer alimentos picantes
– Estar em um ambiente quente
– Estresse
– Usar roupas apertadas
– Fumar ou a exposição à fumaça de cigarro

Dicas para reduzir os fogachos

Use roupas confortáveis

Usar roupas confortáveis ​​é uma das coisas a considerar para evitar as ondas de calor. Roupas de algodão são as mais recomendadas.

Banhos frequentes

Banhos com água à temperatura ambiente ajudam a reduzir o calor do corpo. Tomar uma bebida refrescante também pode ajudar, assim como molhar a testa, os pulsos, a nuca e ficar em frente ao ventilador.

Reduzir o estresse

Acredita-se que o estresse é uma causas das ondas de calor na menopausa. Use remédios naturais e outros métodos para aliviar o estresse como ioga, massagem, meditação ou a prática de exercícios físicos.

Remédios naturais para controlar os fogachos

Remédios naturais para fogachos:  Vitex agnus-castus

Acredita-se que esta planta pode normalizar os hormônios sexuais femininos e pode ser muito útil especialmente durante a menopausa.

Remédios naturais para fogachos:  Dong quai

Esta planta tem sido usada há séculos na medicina tradicional chinesa para aliviar as ondas de calor e a secura vaginal da menopausa.

Alimentos que ajudam a controlar esse sintoma

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Cálcio

Segundo estudos, as mulheres que experimentam sintomas da menopausa devem aumentar o consumo de cálcio em sua dieta. Produtos lácteos, como leite desnatado e iogurte, brócolis, mariscos, sardinha e legumes são boas fontes de cálcio.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Soja

Um estudo do “American Journal of Epidemiology” descobriu que as mulheres que consomem produtos de soja durante a menopausa podem experimentar uma diminuição na gravidade e frequência das ondas de calor. Isto pode estar relacionado com uma substância chamada isoflavona que está presente na soja, a qual se acredita ter efeitos semelhantes ao estrogênio.

Se o seu médico concordar, inclua alimentos que contenham soja em sua dieta. Alguns exemplos incluem a própria soja, leite de soja, tofu, farinha de soja e pó de proteína de soja.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Ferro

A deficiência de ferro em sua dieta pode agravar as ondas de calor da menopausa. O ferro é comumente encontrado na carne vermelha magra, peixe, nozes, ovos, aves e alimentos fortificados. Para reduzir a onda de calor, tente consumir três porções de alimentos ricos em ferro todos os dias. Alguns alimentos ricos em ferro são beterraba crua, feijão, agrião, linhaça, pêssego, figo, açúcar mascavo.

Mais tratamentos naturais para os fogachos

Veja agora mais produtos naturais que ajudam a controlar os desconfortos nesse período da vida da mulher.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Vitamina C

Ela está presente em diversas frutas, especialmente as cítricas como a laranja e o limão e as de cor vermelha como a acerola e a goiaba. Essa substância é essencial para que a glândula adrenal (também conhecida como suprarrenal) produza certos hormônios como a aldosterona, o cortisol, adrenalina, noradrenalina e alguns hormônios sexuais. Além das próprias frutas e sucos, há vários suplementos de vitamina C que você pode consumir com orientação médica.

Alimentos que diminuem os  fogachos:   Maca Peruana

Essa raiz, muito utilizada por povos antigos do Peru, oferece benefícios para o nosso sistema endócrino, o responsável pela síntese e liberação de diversos hormônios. É uma forma de ajudar o nosso organismo a lidar com as diversas alterações hormonais que ocorrem durante o período da menopausa.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Óleo Essencial de sálvia

Ele ajuda no equilíbrio hormonal e também auxilia na redução das terríveis ondas de calor que acometem a mulher nesse período. Esse óleo pode ser utilizado de maneira mais eficaz através da inalação ou também diluindo-o com um óleo de massagem para aplicar no corpo.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Cohosh preto

Os nativos norte-americanos já utilizam essa erva há muitos anos para tratar cólicas menstruais, desequilíbrios hormonais e diversos sintomas da menopausa. Várias lojas que vendem ervas já possuem nas prateleiras o Cohosh Preto que pode ser uma ótima solução para as ondas de calor, insônia e algumas alterações do humor.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Ginseng

Um outro estimulante das glândulas suprarrenais e que também ajuda na redução de alguns desconfortos causados pela menopausa. Você pode encontrá-lo em diversas lojas na forma de chá ou de cápsulas ou mesmo na sua forma natural de raiz em feira livre. Veja algumas das propriedades que o ginseng possui:

Afrodisíaco;

Antidepressivo;

Diurético;

Antioxidante;

Bioestimulante;

Anti-inflamatório;

Revitalizante e fortalecedor;

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Isoflavonas

São compostos orgânicos pouco encontrados na natureza, mas que existe em grande quantidade nos grãos de soja. Por possuírem uma semelhança na sua estrutura muito parecida com o estrogênio, elas conseguem exercer funções muito parecidas com as desse hormônio.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Trevo vermelho

É uma planta excelente para levar para longe os efeitos indesejados da menopausa por conter as tais isoflavonas das quais acabamos de falar. Com uso dessa planta, que pode ser realizado em forma de chá, os níveis de estrogênio crescem e conseguem equilibrar os níveis hormonais.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Semente de linhaça

Ela possui alguns componentes muito parecidos com o estrogênio e, por conta disso, ajudam a evitar que as ondas de calor apareçam. É possível encontrar na linhaça diversas substâncias benéficas para a saúde como o ômega-3, fibras e outros tipos de óleos que são essenciais para a formação de diversos hormônios.

Para facilitar o consumo dessa semente você pode já comprá-la moída, na forma de pó ou moer você mesma, em casa, com a ajuda do liquidificador. Ela pode ser adicionada aos sucos, às vitaminas, às saladas e às outras refeições.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Inhame

Enquanto outros alimentos conseguem aumentar as taxas de estrogênio, o inhame está relacionamento com a elevação da progesterona. Esse hormônio está diretamente ligado ao aumento da densidade óssea e como a osteoporose é uma das possíveis consequências da menopausa, vale a pena inserir as propriedades desse alimento no seu cardápio.

O inhame também tem propriedades diuréticas, excelente para as mulheres que passam por uma retenção de líquidos nesse período, deixando-as inchadas.

Alimentos que diminuem os  fogachos:  Amora negra

As folhas da amoreira são excelentes para reduzir ou até eliminar o sintomas da menopausa. Elas conseguem controlar, principalmente, as ondas de calor já que possuem uma substância chamada de fitoestrogênio, que reduz o desequilíbrio hormonal durante esse período.

Para usá-la basta fazer um chá com 500 ml de água e 10 gramas da folha seca, que pode ser encontrada em lojas de produtos naturais. Ferva a água e depois da panela desligada, jogue as folhas e abafe por 5 minutos. Depois disso, basta tomar.

Procure seu médico e tenha uma vida com qualidade e felicidade!