Quem nunca tomou um energético para recuperar as energias e poder encarar a rotina de um dia estressante de trabalho? Pois bem, muitas pessoas fazem isso, inclusive eu já fiz. Mas será que tomar energético faz mal para a saúde? Ou será que é só um mito para deixar as pessoas preocupadas? Quer tirar suas dúvidas? Então veja o que eu descobri.

Energético engorda?

Sim, energético engorda, por conta da grande concentração de carboidratos e açúcar o, que faz com que ganhe peso. Porém, se você pratica atividades físicas com frequência, não vai engordar, porque o energético será usado pelo seu organismo para repor as energias.

Leia também:

Azia: Chás e Sucos Digestivos

Sucos para emagrecer

Sucos desintoxicantes

Por que energético faz mal?

Embora o consumo de energético possa trazer uma carga extra de energia é, preciso ter cuidado ao consumir a bebida, principalmente se for combinado com bebidas alcoólicas. Por conter em sua fórmula grande concentração de taurina e cafeína, que promovem ação estimulante no sistema nervoso central, o energético pode trazer sérias consequências à saúde, entre elas destacamos insônia, diarreia, palpitação, pressão sanguínea alterada, dores de cabeça, entre outros. O que faz com que a bebida se torne uma vilã, em certos casos.

Quando o energético é consumido junto com bebida alcoólica ele traz grandes prejuízos à saúde, principalmente ao coração, com a elevação da pressão sanguínea, os batimentos cardíacos são prejudicados.

Quais os prejuízos do energético para o corpo?

O energético traz inúmeros prejuízos para o corpo, principalmente se você é adepto à essa bebida e faz uso com frequência. Veja:

Contrações musculares – como o energético possui grande concentração de cafeína, faz com que os músculos se contraiam involuntariamente;

Fasciculação – como a cafeína eleva os níveis de hormônio no organismo, as pálpebras começam a tremer;

ACV e Infarto – a mesma substância que promove excitação, também é responsável pelo endurecimento das artérias tanto no cérebro, que pode levar a um derrame, quanto no coração que pode ocasionar um ataque cardíaco;

Gastrite – a cafeína aumenta a produção de ácido no estômago, o que explica a queimação que as pessoas sentem no estômago, quando tomam energético;

Problema nos dentes – o energético promove o desequilíbrio bucal por conta do baixo pH, o que acaba afetando o esmalte dos dentes.

Por que o energético é liberado para vendas se faz tanto mal?

Aqui no Brasil o energético é liberado para vendas, em compensação em outros países não é bem assim. Na Lituânia, por exemplo, só maiores de 18 anos podem comprar energéticos, isso para energéticos que não possuem álcool e tem em sua fórmula mais de 150mg de cafeína por litro. Aqueles que desrespeitarem a lei podem pagar multa no valor de 400 litas (chega a R$ 450,00). O consumo da bebida por menores é muito mais perigoso, pois potencializa os efeitos, como aumento da falta de ar, taquicardia e ansiedade, além dos danos que pode trazer aos jovens e adolescentes que ainda estão em formação.

Portanto, é importante salientar que FAZ MAL sim o consumo de energéticos!

Recomendados para você: