diane-35-proibido

O famoso anticoncepcional Diane-35 foi proibido de ser vendido na França, após ter sido relacionado à 125 casos e quatro mortes por trombose venosa. Aqui no Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), não chegou a restringir o medicamento, mas pediu atenção ao seu uso.

Porém, as mulheres não precisam ficar temerosas, porque os casos de trombose costumam ser muito raros. No caso, a pílula foi criada para combater a acne e a síndrome dos ovários policísticos, mas é bem mais utilizada como anticoncepcional. Portanto, fiquem tranquilas! Não há motivo para deixar de tomar a pílula.

Riscos da Pílula Anticoncepcional Diane 35

Vale lembrar que só uma avaliação individual, feita por um profissional, é capaz de dizer se há riscos presentes na ingestão do medicamento. No entanto, o fumo, a obesidade e o sedentarismo aumentam os riscos de desenvolvimento de outros males. Por isso, são recomendados outros métodos contraceptivos.

diane-35-proibido (2)

Além da suspensão da Diane 35, a agência de medicamentos européia afirmou que revisará a segurança de outros anticoncepcionais, como o Yasmin, que podem causar coágulos. A Anvisa também complementa que a bula do Diane-35 traz alertas referentes ao risco de trombose arterial ou venosa.

É necessária a conscientização das mulheres por parte da automedicação, isso porque a redução de efeitos colaterais como inchaço e dores de cabeça, levou à popularização do remédio e ao seu uso sem prescrição. Uma medida que poderia ajudar nesse sentido é a obrigatoriedade do rastreamento do risco de trombose, feita por um exame de sangue simples.