Cirurgia Plástica pelo SUS

Saúde
Cirurgia Plástica pelo SUS

Cada vez mais aumenta o fluxo de pessoas em busca de cirurgia plástica gratuita pelo SUS (Sistema único de Saúde), poucos sabem, mas existe uma lei que obriga o governo a disponibilizar sem custo algum, cirurgias plásticas para a população com o intuito de proporcionar bem estar, autoestima e qualidade de vida para as pessoas.

Todo o cidadão tem direito de usufruir deste beneficio, caso o procedimento seja realmente necessário para que o mesmo, leve uma vida absolutamente normal.

Cirurgia Plástica Gratuita pelo SUS

Sabemos também que a maior parte das cirurgias plásticas procuradas são aquelas com o intuito de reparar imperfeições, ou seja, cirurgias estéticas. Este tipo de procedimento estético é realizado somente através de redes privadas e nem mesmo os planos de saúde costumam cobrir cirurgias plásticas com fins estéticos.

19676e2fecb56d5e91399c9c500a033a Cirurgia Plástica pelo SUS

Mas lembre: Cada caso é um caso e se você realmente se incomoda com alguma anormalidade em seu corpo, marque uma consulta no Posto de Saúde e converse com o médico para que ele avalie o seu caso.

E como a procura por procedimentos estéticos é imensa, o governo criou alguns critérios para filtrar os procedimentos realmente necessários. Veja abaixo uma lista de casos mais indicados para fazer cirurgia plástica pelo SUS.

  • Reconstrução mamária após remoção do seio com câncer
  • Crianças com labioleporino
  • Fendaplalatina
  • Queimaduras que levaram a deformações
  • Abdominoplastia para remoção de excesso de pele após cirurgia do estômago
  • Deficiência ou deformidades no rosto

Se você se encaixa em algum destes itens listados acima, você pode entrar com um pedido para fazer a sua cirurgia plástica totalmente gratuita pelo SUS.

Como fazer uma cirurgia plástica gratuita pelo SUS

Com a grande procura de cirurgias plásticas, sabemos que na maioria das vezes, realizar uma cirurgia pelo SUS é um processo lento e demorado, mas se você não tem condições financeiras de fazer uma cirurgia plástica em clínicas particulares, o jeito é encarar a fila de espera, não é mesmo?

Se você deseja fazer uma cirurgia plástica pelo SUS, o primeiro passo é ir até um Posto de Saúde da sua cidade e marcar uma consulta. No dia da consulta converse com o médico e exponha a situação, fale sobre a sua vontade de realizar tal procedimento gratuitamente através do SUS e veja o que pode ser feito em relação à isso.

Estas cirurgias gratuitas também podem ser realizadas em hospitais universitários, hospitais-escolas, hospitais públicos e até mesmo em clínicas particulares.

Além de buscar informações em postos de saúde, se desejar, você também pode procurar hospitais universitários ou entidades ligadas à projetos de saúde, e informar-se sobre as possibilidades de fazer um procedimento cirúrgico totalmente gratuito.
Em alguns casos, as cirurgias são feitas por solidariedade dos médicos ou por força judicial regida pelas leis.

cirurgia plastica para mulheres no sus Cirurgia Plástica pelo SUS

Quem pode fazer cirurgia grátis pelo SUS

Na maioria dos casos, o governo prioriza aquelas pessoas que nascem com algumas deformidades que as impedem de levar uma vida normal.

Para as mulheres que realizaram a remoção da mama devido à tumores malígnos, a lei federal nº 10.223 (15/05/2001), ampara cirurgias plásticas gratuitas pelo SUS, além das leis estaduais no Rio de Janeiro e São Paulo, que amparam os procedimentos cirúrgicos para mulheres com seqüelas físicas de ataques sexuais.

Como conseguir cirurgia plástica pelo SUS – Passo a Passo

Se você deseja fazer uma cirurgia plástica e não sabe por onde começar, confira um check list do que deve ser feito até que você realize a tão sonhada cirurgia:

O primeiro passo é ir até um Posto de Saúde para marcar uma consulta. Converse com o médico para que ele avalie o seu caso. Em seguida, vá até a Secretaria de Saúde, onde você deverá informar-se sobre os hospitais que realizam o procedimento cirúrgico que você precisa, gratuitamente.

Em alguns casos, é preciso de avaliação de um assistente social e de um psicólogo. O papel do assistente social será o de intermediar, através de uma carta, informando que o paciente não possui condições financeiras de realizar a cirurgia e solicita que ela seja feita gratuitamente.

O papel do psicólogo será de avaliar o estado emocional do paciente e informar, mediante um documento, que o paciente possui ou não condições emocionais de realizar a cirurgia e informar as ocorrências que podem vir depois da cirurgia realizada. As cartas serão enviadas ao cirurgião que provavelmente realizará o procedimento.

Depois é só ter um pouquinho de paciência e aguardar o dia da sua cirurgia, é importante estar munido de todos os documentos necessários, cartão do SUS, carteira de identidade, cópia de todos os documentos necessários.

Se depois destas informações, ainda restaram algumas dúvidas, no Portal Brasil é possível encontrar informações sobre procedimentos cirúrgicos e instituições onde podem ser realizados.

Este artigo foi útil para você? Sim Não
Deixe seu comentário pelo Facebook: