calculadora-de-gravidez

A calculadora de gravidez ajuda a descobrir de quantos meses você está grávida. E quem está grávida de fato, ou planejando ter um bebê, sabe que o tempo de uma gestação não é contado somente em meses, conforme muitos estão acostumados. O acompanhamento da gravidez envolve semanas: é a mais utilizada pelos médicos e profissionais que trabalham com gestantes, porém muitas vezes pode soar confusa até para a própria gestante. Mas é claro que isso não precisa ser um tormento. Tem um jeitinho pra tudo, inclusive para descobrir essas informações. Se recentemente você descobriu que está grávida e deseja saber  tudo o que acontece semana a semana com o seu bebe, continue lendo este post até o final para entender como funciona a calculadora de gravidez.

Calculadora de gravidez

O acompanhamento por semanas é o método mais utilizado pelos médicos porque as mudanças no desenvolvimento do feto são tão rápidas que a utilização do período em meses não ofereceria precisão suficiente. Já a contagem em semanas ajuda a determinar melhor a exatidão de cada uma dessas transformações.

Calculadora-gestacional


Como calcular a gravidez?

A forma que garante maior exatidão para o cálculo é o dia da concepção, porém esse é um método complicado. Isso porque é difícil definir exatamente qual a data em que o espermatozóide fecundou o óvulo mesmo que você tenha tido somente uma relação sexual no mês em que engravidou. Isso acontece porque os espermatozóides podem permanecer viáveis dentro do aparelho reprodutor feminino de 5 a 7 dias, enquanto o óvulo fica viável por 24 horas. E se houve mais de uma relação sexual no mesmo mês, a contagem é quase impossível.

Calculadora-gestacional-003

Diante disso, o método mais simples para fazer o cálculo é tomar o primeiro dia da última menstruação como o primeiro dia da gravidez. Ou DUM (data da última menstruação). Em casos nos quais a mulher não se lembre da última menstruação, é utilizada a ultrassonografia transvaginal para estimar o tempo da gestação. O exame é eficaz especialmente quando realizado ainda dentro do primeiro trimestre. Mesmo para mulheres que sabem apontar sua DUM o exame serve para confirmar as estimativas, já que seu resultado é bem mais exato.


Como utilizar a calculadora de gravidez

Calculadora-gestacional-002

Para quem deseja fazer o cálculo basta utilizar a calculadora gestacional. Com ela é possível obter como resultado tanto da semana de gestação, bem como do mês e até data aproximada do parto. Existe uma grande variedade de calculadoras online com esse objetivo, sendo que a maioria delas utiliza a DUM e a duração do ciclo menstrual. Algumas calculadoras, caso não haja essa informação, requerem outros dados para a realização do cálculo.


Como a calculadora de gestação pode ser útil?

Cuidados-na-gestação-001

Para ajudar no uso da calculadora de gravidezl, que tal entender o que se passa a cada semana da gestação? Antes de tudo é bom notar que estamos começando a falar do assunto partindo da 4ª semana de gravidez. Isso porque é a partir dela que a gestação pode ser confirmada através de exames.

  • 4ª semana: O bebê é um embrião que está começando a se desenvolver, assim como a placenta também está em processo de formação para iniciar suas funções de enviar oxigênio e nutrientes para o embrião.
  • 5ª semana: Embora seja muito pequenino (1,25 mm em média) o embrião está desenvolvendo o corpo e órgãos. O crescimento é rápido com mais de um milhão de células por minuto.
  • 6º semana: O coração começa a desenvolver as quatro cavidades e chega a bater até 160 vezes por minuto. Mãos e pés começam a ganhar forma e crescer, e surge uma base do que passarão a ser os ouvidos, olhos, nariz, pulmões e fígado.
  • 7º semana: O embrião alcançará em média 25 mm e os órgãos internos, olhos, nariz, orelhas, lábios e sistema nervoso já estão definidos. Para a gestante, começa a fase dos enjoos e de manchas na pele.
  • 8º semana: O embrião começa a adquirir aparência humana. Seu tamanho médio é de 31mm e já possui todos os órgãos a essa altura. Para a mulher, começa a fase dos desejos.

Calculadora-gestacional-004

  • 9º semana: O embrião começa a fazer movimentos simples devido ao início da formação do esqueleto e funcionamento das articulações. O cérebro cresce com rapidez e os sons emitidos pela grávida passam a ser mais audíveis para ele.
  • 10º semana: Com o peso de 5g, o futuro bebê passa a ser chamado de feto. Sua aparência já é humana e parte dos seus órgãos vitais estão funcionando enquanto crescem. Costelas, e ossos das mãos e dos pés começam a se formar. Embora você não possa sentir, ele se movimenta mais intensamente.
  • 11º semana: O feto é considerado completamente formado nessa fase, então ele agora começará a crescer. Nesse período passa a ser possível fazer exames que detectam problemas genéticos ou má formação. Também é o momento no qual órgãos genitais externos começam a se formar.
  • 12º semana: O feto consegue fazer movimentos, como mover os dedos, piscar e abrir a boca. Para as mamães começa a surgir o volume no abdômen e nos seios, enquanto os enjoos tendem a sumir.
  • 13º semana: O feto já tem a capacidade de se espreguiçar e dar pontapés, sugar, urinar e engolir. O resto do corpo começa a crescer e deixa o tamanho com mais proporção em relação a cabeça.

Calculadora-gestacional-005

  • 14º semana: O feto já é capaz de chupar dedo, fazer caretas e franzir a testa. Os órgãos internos estão com as principais estruturas formadas. Para as futuras mamães é o momento da barriguinha começar a crescer e seus cabelos pararem de cair.
  • 15º semana: Com aproximadamente 10 cm e 50 g, a pele do feto desenvolveu a lanugem.- uma camada de pêlos bem fina que cairá logo depois do parto. A partir desse período você pode ter esperanças de conseguir ver o sexo do bebê.
  • 16º semana: Os ossos do feto estão se fortificando e seu sistema circulatório e urinário estão se aperfeiçoando. Os pulmões passam a ser exercitados. Ele vê, escuta e ganha peso bem rápido.
  • 17º semana: O feto agora tem 12 cm e já dá para começar a sentí-lo se mexer. Por hora será uma sensação suave, mas que você identificará com o tempo.
  • 18º semana: O feto alcança o peso médio de 150 g e tamanho de 14 cm. Caso não tenha conseguido saber o sexo anteriormente, essa é a ocasião. Claro, sempre contando com a boa vontade do bebê.
  • 19º semana: O sistema nervoso está sendo aperfeiçoado pela formação de mielina em volta dos neurônios garantindo que os impulsos elétricos sejam transmitidos ao cérebro do feto. Esse aperfeiçoamento continuará durante o crescimento.
  • 20º semana: O feto chegou a 25 cm e peso de 330 g. Seus dedinhos estão completamente separados e agora talvez você possa sentir seus movimentos caso não tenha sentido nas semanas anteriores.

Calculadora-gestacional-006

  • 21º semana: O aparelho digestivo do bebê está praticamente funcionando. No dedinhos começam a surgir os sulcos que, no futuro, serão impressões digitais.
  • 22º semana: O bebê já tem brotos dentários, cílios, pálpebras, sobrancelhas, lábios e unhas. E se você não sentiu ou não identificou seus movimentos até agora, definitivamente sentirá agora pois ele começará a chutar.
  • 23º semana: O bebê já pode ser capaz de reconhecer as vozes dos pais. Para a mamãe é o momento em que ela pode começar a sentir mais vontade de ir ao banheiro, dores nas costas, respiração curta e taquicardia.
  • 24º semana: O neném agora mede pouco mais de 20 cm e pesa meio quilo em média. É normal que a mamãe ganhe peso e quadril pois este se alargará como preparação para o nascimento.
  • 25º semana: O cabelo do neném começa a crescer e já tem cor definida, mas pode vir a mudar com o passar do tempo.
  • 26º semana: Existem relatos de que nessa fase o bebê pode sentir os batimentos cardíacos da mãe e escutar tons de vozes e cantigas. Momento de cantar para acalmar o baby!

Calculadora-gestacional-007

  • 27º semana: O neném já abre e fecha os olhos e seus pulmões estão quase prontos.
  • 28º semana: Com 1,1 kg, os movimentos do bebê são vigorosos e passam a pressionar o diafragma da mamãe, portanto é normal que o fôlego acabe sendo mais curto.
  • 29º semana: O bebê se coloca em uma nova posição, ficando de cabeça para baixo no útero e devendo permanecer assim até o parto. O útero começa a pressionar os vasos sanguíneos fazendo a mamãe sentir formigamento nas mãos e nos pés.
  • 30º semana: O bebê já é capaz de soluçar e sentir a diferença entre um lugar claro e escuro caso a gestante mude de ambiente.
  • 31º semana: Daqui até a 37ª semana o bebê pode ganhar cerca de 200g em um dia, então é normal sentir desconforto devido ao peso.
  • 32º semana: O neném pesa cerca 2 kg e mede entre 40 e 45 cm. O coração da mamãe bate mais rápido para dar conta do sangue a mais circulando no organismo.

Calculadora-gestacional-008

  • 33º semana: Com 2 kg e com 43 cm, é bem capaz do bebê começar a pressionar o estômago da mãe. Resultado: pouco apetite e azia.
  • 34º semana: Aqui ele está pronto para nascer, estando com tamanho e peso considerados adequados. É normal que as gestantes sintam dores nas costas e dificuldades para respirar.
  • 35º semana: É esperado que o bebê esteja em posição correta para o parto. Para a gestante, é normal sentir mais vontade ainda de urinar Pois a bexiga não consegue acumular a quantidade usual de urina.
  • 36º semana: O neném ganha mais peso, fazendo com que o organismo possa enfrentar as variações de temperatura quando estiver fora do útero.
  • 37º semana: O bebê começa a perder a lanugem. Se ele nascer agora já não será considerado prematuro.
  • 38º semana: Os intestinos do neném começam a formar o lecônio, que é o seu primeiro cocô, sinalizando que o órgão está funcionando bem.
  • 39º semana: Enquanto o parto não acontece, o cérebro passa a ser mais amadurecido e novas camadas de pele são criadas para melhorar a resistência às temperaturas que enfrentará após o parto.
  • 40º semana: E as coisas podem terminar nessa semana pois está chegando o dia do parto. De qualquer modo, a gestação pode se estender até a 42ª semana.