me2

Mentir pode ser considerado por muitos como falta de caráter, de ética ou por quem está enfrentando problemas emocionais. Do ponto de vista psicológico, a mentira é um ato instintivo de preservação, assim como a dor ou a febre tem relação com a fisiologia humana. Homens e mulheres mentem na mesma proporção. Porém, dizer inverdades é uma questão de hábito e uma forma de manter o bom convívio social. Se refletirmos com calma, é praticamente improvável que um ser humano viva com diversos grupos de pessoas sem contar uma mentira em algum momento específico da vida.

Detectando Mentiras

Alguns dos principais motivos pelo qual mentimos têm relação com sentimentos de vergonha, de orgulho, ou para evitar situações em que uma pessoa que gostamos seja magoada. Em relacionamentos amorosos, desconfiança em excesso acaba gerando desconforto e falta de honestidade.

Em jogos de conquistas, atração sexual, em contatos profissionais, novas amizades, traição ou aparência pessoal, também temos a tendência em esconder fatos e sentimentos. Já no ambiente de trabalho, as mentiras são relacionadas a atrasos, trabalhos não realizados e habilidades demasiadas. Enquanto as mulheres usam desculpas e mentem baseadas em culpa e acidentes ou fatos tristes, os homens contam vantagem.

me3

Como identificar se uma pessoa está mentindo

É preciso prática para decifrar quem está mentindo. Isso porque há um comportamento padrão, onde pequenos movimentos do rosto, do corpo e variações na voz se alteram. Piscar os olhos diversas vezes, movimentar as sobrancelhas para dar ênfase a certas partes da conversa e rigidez nos ombros, são alguns exemplos de pessoas que estão mentindo.

Além disso, morder ou lamber os lábios pode ser outro forte indício de mentira. A voz se torna mais fina e fraca, e por isso a pessoa fala mais alto. Os olhares se desviam quando a mentira é contada e depois o mentiroso olha fixamente nos olhos da outra pessoa para saber se ela acreditou no que ele disse.

Por conta da adrenalina, a pessoa fica com a garganta e a boca secas, gagueja, e pode até engasgar. Encobrir parcialmente a boca mostra uma vontade de não dizer nada. Tocar o nariz em momentos de tensão pode indicar sinais de mentira. O nariz coça suavemente e o sinal passa quase desapercebido. Os ombros ficam rígidos e tensos, ou então são erguidos levemente.

me1

A expressão facial é inconstante e muitas vezes falsa ou superficial. Exemplo: quando falamos a verdade, usamos os músculos faciais corretos para expressar uma emoção. No entanto, em um sorriso moderado e mentiroso, certas expressões não se expõem, como os pés de galinha. Além disso,  as bochechas não ficam ressaltadas e os olhos ficam mais apertados. Já em um sorriso verdadeiro, mais músculos são utilizados e a pálpebra superior dobra-se mais. Outra boa estratégica para fazer com que alguém não minta é ficar o mais próximo fisicamente dela.

Gostaram das dicas? Depois nos digam o que acharam nos comentários abaixo!

Recomendados para você: