m1

Sogras que não gostam da namorada ou esposa do filho, não costumam ser casos raros e difíceis de serem encontrados. Infelizmente, esta é uma situação que nenhuma garota gosta de enfrentar.

Porém, o problema não deve ser visto como um bicho de sete cabeças e nem de forma extremamente dramática. Talvez ela seja uma pessoa difícil com todo mundo e não apenas com você! Mães super protetoras com os filhos, normalmente, têm medo de perdê-los, o que pode causar comportamentos de ciúmes e de antipatia.

Seja paciente e procure agradá-la

Diversas mães costumam criam uma espécie de modelo de mulheres que desejam para os seus filhos. O problema é que este modelo, justamente por ser idealizado, nunca será “preenchido” da maneira como elas querem e por quem elas consideram namoradas ou esposas perfeitas.

 Se ela for rude e distante, provavelmente ainda não está pronta para compartilhar a atenção do filho com outra mulher. Isso pode parecer egoísta e imaturo, mas, infelizmente, acontece e você precisa ter paciência.

m2

A primeira dica é ser educada. Tente iniciar uma conversa com um assunto simples, como o trabalho, o último capítulo da novela ou algo que você saiba que é importante para ela. Estar mais presente em finais de semana e momentos de lazer é outra opção para que se crie maior intimidade. Organizar jantares, saídas, e almoços, é uma forma de mostrar bastante interesse. Peça sugestões de cardápio ou de presentes para comprar para o seu namorado ou marido, por exemplo. O objetivo é deixar bem claro que você não deseja “roubar” o filho dela e que gostaria de fazer parte da família.

Procure saber como ele se sente com relação a tudo isso. Se ele sabe que a mãe dele não morre de amores por você e como ele pode agir com relação a isso. É muito importante que ele ajude nessa fase, e deixe bem claro que a mãe dele precisa respeitar a parceira com a qual ele decidiu estar. Descubra se você já fez alguma coisa em particular que possa tê-la ofendido ou deixado brava.

Se depois de todo esse esforço, ele ainda continuar indelicada e distante, entenda que algumas pessoas têm sérias dificuldade em mudar e preferem sofrer permanecendo do jeito que sempre foram.  Por isso, não fique triste e nem se culpe: você não tem nada a ver com isso e fez a sua parte. Não se desespere tentando obter a aprovação dela e continue a ser educada. Talvez um dia ela perceba o quanto está perdendo por não gostar de uma mulher que se preocupa tanto com o bem estar do filho. Boa sorte!

Gostaram das dicas? Vocês se dão bem com as suas respectivas sogras? Comentem abaixo!