casal-rindo

Existem algumas coisas que você precisa saber antes de casar, e se você nunca morou junto com a outra pessoa, irá ter algumas surpresas. Algumas agradáveis, outras nem tanto. Morar com outra pessoa é ter acesso à intimidade dela, ver o melhor e o pior, compartilhar a geladeira, o fogão, a pia, o sabonete e o vaso.

O casamento definitivamente não é um mar de rosas. Mas também não precisa ser um inferno como muitas pessoas propagam por aí: aqui você vai ver dicas para não entrar nessa nova fase da vida sem preparo algum e vai conseguir resolver melhor os problemas comuns no dia a dia de um casal que mora junto. O importante é você ter em mente que casamento é algo pra gente adulta: não agir como criança quando os problemas chegam é extremamente importante. Por isso, destacamos algumas coisas que são muito importantes que você tenha noção antes de se casar.

1. Discussões acontecem. Cabe a vocês solucionar da melhor forma possível.

discussao

Vocês irão discutir por coisas grandes e pelas menores possíveis. Esteja preparada para esses conflitos e saiba achar solução para eles ao invés de ficar fazendo drama ou gritando com o seu parceiro. Aja com respeito e exija que o seu parceiro também tenha o mesmo respeito por você. Não fique jogando brigas antigas na cara da pessoa, ninguém gosta disso. O que tem que ser resolvido, resolva logo, de uma vez. E depois não fique mais remoendo o passado. O que passou, passou, e tanto você quanto o seu parceiro deve perdoar e seguir em frente, se foi assim que foi combinado. O que me leva ao próximo tópico:

2. Algo no jeito que ele(a) trata a casa não vai te agradar.

Levar o trabalho para a cama pode ser motivo de discussão. Foto: Divulgação.

Cada pessoa tem um jeito de viver e teve uma educação diferente em casa, então muito provavelmente vocês vão desgostar de alguma coisa que é feita de determinada forma e vão querer mudar aquilo. Pode ser o jeito que a pessoa deixa o sabonete quando termina de tomar banho, o jeito que lava a roupa, se usa muito sabão, se leva o notebook pra cama ou se deixa a tampa do vaso levantada. Pode ser qualquer coisa, mas sempre vai ter alguma coisa que você ou a outra pessoa não vão gostar.
O ideal nessas horas é achar uma solução no meio do caminho para os dois, um meio-termo para que os dois estejam de acordo com o combinado. E depois de combinado, é extremamente importante manter e respeitar o acordo, cumprindo sempre o que foi prometido. Se você não pode cumprir algo, não prometa para acabar logo com a discussão. Ou acabará arrumando problemas ainda maiores no futuro.

3. Seu relacionamento com o dinheiro vai mudar.

casal-economia
A relação do casal com o dinheiro muda após o casamento. Foto: Divulgação.

Mesmo que você trabalhe e tenha seu próprio dinheiro, quase toda vez que você fizer alguma compra será questionada. Nem sempre pelo seu parceiro, mas às vezes você mesma vai ficar com um pouco de peso na consciência de ter comprado algo para você ao invés de investir em algo que vocês estão precisando na casa. Vocês vão precisar dividir contas, e por isso vão ter que começar a se organizar melhor em relação ao dinheiro recebido e gasto.

4. Ficar em casa sexta à noite pode ser divertido.

casal-rindo

Se vocês quiserem, ficar em casa qualquer dia pode ser divertido. Achem algo que vocês apreciem juntos, como um seriado novo, comer algum petisco específico bebendo cerveja ou vinho ou jogar videogame. O importante é que vocês encontrem algo em comum que possa ser feito em casa e que os dois se divirtam bastante. Desse jeito fica até mais fácil economizar dinheiro, pois vocês irão comprar coisas no supermercado pra fazer em casa ao invés de gastar na rua.

5. É importante socializar. Mas vocês vão acabar saindo mais com outros casais.

casais

Vocês tem amigos solteiros e isso é ótimo, mas talvez um pouco sem querer vão acabar fazendo mais programas em casais. Isso porque os assuntos são mais relacionados e vocês provavelmente não vão querer ficar escutando histórias de baladas muito loucas toda semana, a não ser que sejam um casal muito ativo e baladeiro, mas normalmente não é o que acontece.

6. É necessário definir a questão dos filhos antes de casar.

filhos
Uma questão que não pode ser subvalorizada é se os dois querem filhos ou não. Foto: Divulgação.

Pode parecer que vocês estão querendo aprender a correr antes de aprender a andar, mas é necessário que haja pelo menos uma pequena conversa se há a possibilidade da pessoa querer ter filhos algum dia ou não, apenas para saber se as definições de estrutura familiar batem com a daquela pessoa. Não adianta casar com uma pessoa que diz que nunca irá querer ter filhos se você quer ter 10 filhos, 50 netos, 78 bisnetos, e vice versa.

Essa é uma questão importante e que exige muito respeito de ambas as partes, e se vocês não concordam com a estrutura familiar que o outro quer ter, talvez seja melhor nem casar. Acredite, alguém irá se arrepender no futuro.

7. Aprender a conviver com os horários um do outro.

Tem casal que dá sorte e tem os mesmos horários pra tudo. Mas existem outros que não, que trabalham em horários diferentes, dormem e acordam em horários diferentes, que precisam jantar em horários diferentes. É necessário respeitar os horários da outra pessoa, pois cada pessoa tem um ritmo diferente na vida e muitas vezes não é culpa da pessoa o fato de ela ter um ritmo tão diferente do seu.

8. O controle remoto deve ser dividido.

controle-remoto

Não adianta, se existe somente uma TV na casa, o controle remoto acabará sendo disputado às vezes. Combine com seu amor os programas que você e ele fazem mais questão de assistir, e mantenha um ambiente pacífico. Se ele gosta de assistir futebol, combine um horário para que ele não fique assistindo todos os jogos do universo e você fique sem TV. Ou deixe de ver alguma novela das 50 que você vê, alguma que você nem ligue tanto assim, para assistir a algum programa que os dois gostem. É essencial fazer uma “tabela” de horários para que seja justo para os dois e que ninguém tenha o seu tempo de lazer prejudicado.

9. Divida as tarefas domésticas de uma forma justa.

divisão-de-tarefas
Dividir as tarefas de forma justa é essencial. Foto: Divulgação.

Se há algum tempo atrás havia a tradição patriarcal de que a mulher teria que fazer todas as tarefas domésticas sozinha, hoje em dia esse “acordo” não é o ideal. O certo mesmo é dividir as tarefas domésticas conforme a disponibilidade das pessoas. É claro que existem mulheres que não trabalham fora e cuidam dos filhos e da casa, mas existem homens que cuidam dos filhos e não trabalham, portanto o ideal nesse caso seria que eles cuidassem da casa.

Mas se os dois trabalham e tem a mesma porção do dia ocupada, por que não dividir igualmente as tarefas domésticas? Assim elas terminam muito mais rápido e o casal pode relaxar mais cedo. Combine de um dia um fazer a comida e o outro lavar a louça, um tirar os lixos enquanto o outro lava a roupa, um lavar o carro enquanto o outro varre a casa, e por aí vai. Se todos os dias os dois fizeram cada um a sua parte, no fim de semana vocês não vão precisar dar uma faxina pesada e perder todo o tempo que poderiam estar na piscina, passeando ou assistindo filme.

10. Vocês são um casal, mas cada um tem a sua vida.

espiadinha

Mesmo sendo um casal, tem que saber que cada um tem a sua intimidade também. E isso tem que ser respeitado pelos dois, com o propósito de ser uma relação saudável e leve, sem desconfianças e implicâncias por besteira.
Não fique checando o celular ou lendo o e-mail da outra pessoa sem permissão. Muitas vezes uma pessoa lê uma conversa e interpreta de forma errada, gerando brigas e desentendimentos desnecessários. Como já dito nos tópicos acima, já haverão discussões na vida do casal. Mas certas brigas desnecessárias podem ser evitadas se agirmos com a razão. Escolha as suas batalhas, não brigue por bobeira, pois desgasta a relação. Não há necessidade de fuçar tudo na vida da outra pessoa. É extremamente importante que ela tenha seus próprios amigos e suas conversas privadas, senão fica bem mais difícil fazer o casamento dar certo.
Uma relação saudável é construída através da confiança e às vezes é importante que o casal saia separado também, tendo amigos diferentes para renovar a conversa em casa e espairecer quando necessário. Mas lembre-se: além de exigir confiança do seu parceiro, cabe a você não abusar da confiança da pessoa. E o mesmo vale para o outro.


Tem mais sugestões para a vida de um casal pós casamento ser ainda melhor? Tem alguma experiência de vida que você queira compartilhar com a gente? Deixe aqui nos nossos comentários e ajude outras pessoas a descobrir o que elas precisam saber antes de casar!