Que tal aprender uma deliciosa receita de burguer caseiro? Uma coisa boa que tem acontecido nos últimos anos ( tem coisa boa acontecendo sim! ) e que, por conta dos eventos de divulgação do Facebook a gente fica sabendo mais facilmente, são os eventos de gastronomia independentes. Quando falo em independentes quer dizer que não estão necessariamente ligados a algum restaurante. São coletivos de chefs que se juntam e produzem o evento onde cada um faz um cardápio especial para o dia e divulgam nas redes. Alguns desses eventos são temáticos – como os de burguers – outros não, mas sempre são um sucesso.

Segredos do burguer caseiro perfeito

Esse final de semana teve uma edição do evento em que conheci esse movimento e passei a acompanhar, foi dia de Biers&Burgers promovido por chefs e apoiado pela Cerveja Coruja. Acontece uma vez por mês em um casarão lindo no Centro de Porto Alegre e junta centenas de pessoas.

Mas verdade seja dita e estou aqui pra dizer, nos eventos costuma ter bastante fila para comprar tickets e fila também nos Food trucks, afinal a produção é artesanal e não McDonald´s. Outro fator é o preço. O valor dos sanduíches em eventos coletivos fica entre R$20,00 e R$30,00 dependendo da localização e dos ingredientes. Não chega a ser caríssimo do tipo impraticável mas dá uma vontade danada de aprender e fazer em casa e essa é a ideia desse post.

burguer-caseiro

Como de burger eu só entendo de comer, fui atrás de quem entende do riscado e pedi dicas pra gente.  Será que fica parecido? Precisa ser um ás da cozinha? O Chef Renato Consollaro do Food truck Quitinete na Rua e o Ogro Guto do coletivo culinário Ogrostronomia disseram que não. Colocaram fé que a gente consegue. Vamos lá?


Mitos e Verdade sobre o preparo de um bom burguer caseiro

burguer-caseiro

Fique sabendo que o  hambúrguer é uma das receitas mais reproduzidas em todo mundo. Seja fast Food ou slow Food, servido na versão mini ou na tradicional, é uma opção de lanche para todas as horas. Mas, qual a proporção ideal entre carne e gordura? É verdade que usar carne de segunda faz o lanche ficar mais gostoso? E se eu não tenho chapa em casa, posso fazer na frigideira?

Para abastecer o seu Food truck Quitinete na Rua o chef Renato Consollaro prepara centenas de burgers por dia e é ele quem dá pra gente a dica de como transformar um burguer caseiro em um desses burgers gourmet maravilhosos que compramos em eventos e hamburguerias.


burguer-caseiro

Dicas para um burguer caseiro perfeito

As cinco dicas a seguir são do Chef Renato. Anote aí porque são dicas de especialista!

1 – Carne e gordura na medida certa!

A gordura vai conferir suculência e mais sabor à carne. Mas é preciso ter cuidado para não fazer um burguer caseiro muito pesado, por isso, saiba que a proporção de gordura está relacionada ao ponto  em que será servida a carne (bem passado, ao ponto, mal passado). O ideal é partir de cortes magros como base e acrescentar corte com mais gordura. Se o hambúrguer for servido entre ponto mal até ao ponto (vermelhinha por dentro), a proporção de 70% de carne e 30% gordura será ideal. Se for servido bem passado, o ideal é 60% para 40%.


2 – Carne de primeira x carne de segunda

Usar cortes caros para fazer hambúrgueres não é uma boa opção e sim desperdício de dinheiro. Corte provenientes dos músculos que trabalham bastante como acém e paleta tem bastante mioglobina, que confere o sabor acentuado de “carne” e cor vermelha intensa. Cada corte trará sua própria nuance de sabor e textura e podem ser combinados ao gosto de cada um.

O importante é ter certeza da qualidade e procedência da carne que está comprando, que deve ser de animais sadios e maduros e usar a porcentagem correta de gordura.


3 – Chapa quente

A superfície do hambúrguer começa a dourar a partir de 121ºC. No calor da chapa, grelha ou frigideira, a proteína e açúcares do alimento reagem entre si formando uma estrutura instável que se transforma e centenas de compostos de sabor que faz a carne ficar mais saborosa, caramelizada e dourada. Quanto maior o calor, mais intensa será a reação que carameliza e mais complexo será o sabor.


4 – Tempere a carne no momento certo

Não importa quanto cuidadoso você seja escolhendo o seu blend, sem sal e pimenta fresca seu hambúrguer nunca ficará bom o suficiente. Nunca salgue a carne antes do disco de hambúrguer estar feito. O sal reage com a proteína do músculo, dissolvendo-a e deixando a carne com textura pesada e sem suculência. Salgue a carne por igual, segundos antes de ir para o fogo.

5 – Truques finais

– Se possível, grelhe seu hambúrguer em chapas, panelas de ferro ou inox. O ideal seria usar grelha e carvão, pois trazem um sabor defumado extra à carne.

– Não manipule, ou amasse muito a carne moída. Isso faz com que as moléculas de proteína e gordura se misturem, deixando o hambúrguer compacto e duro, perdendo maciez e suculência.

– Não acrescente nada à carne além de sal e pimenta. Senão de burguer caseiro, passa a ser bolo de carne.

burguer-caseiro


Dicas gourmet para fazer burguer caseiro

Acho que já começamos a aprender, não é verdade? E se agora além de dicas gourmet pudéssemos ter dicas de ogro? Mas ogro de verdade, profissional! Fiz algumas perguntas sobre burgers caseiro para o Ogro Guto e ele mandou a resposta pra gente daquele jeitinho que só ogro tem.

Se você ainda não conhece o Ogrostronomia, termine de ler o post e vá no Youtube conferir o canal que revoluciona com suas receitas diferenciadas e releituras ogras de pratos tradicionais. O grande barato do coletivo – são cinco ogros cozinheiros – é a forma nada fresca de lidar com os alimentos mas nunca abrir mão do sabor. Quem gosta de cozinhar e mesmo quem está aprendendo vai amar os Ogros.

burguer-caseiro

Ogro Guto, dê algumas dicas de que carne comprar pra preparar os burguers em casa:

-Escolha carne de peito e acém moídos na proporção meio a meio. Uma boa é acrescentar bacon a essa mistura.

Que temperos podemos usar? Precisa marinar – deixar descansando com o tempero?

-Não precisa marinar, não. Apenas use cominho, Pimenta e Sal a gosto.

E o tempo de fritura, qual é?

-Com a chapa quente em cerca de 3min cada lado. É observar a lateral da carne quando ela começa a cozinhar para virar

Tem alguma opção com menos gordura?

-Não precisa misturar a carne com ovo, azeite nem nada. Burger é extremamente saudável por si só.

E os molhos, Guto? O que é bacana de usar?

-Maionese caseira, Chimi Churri… e sempre algum acompanhamento que pode ser: queijo, tomates, cogumelos, cebola, alface americana… o suficiente para que caiba numa mordida. O pão também é muito importante.

Mais alguma dica para as leitoras do Muito chique?

-Qualquer outra coisa olha o especial de burgers que fizemos no site.

Obrigada, Ogro Guto, adorei ter um Ogro por aqui!


burguer-caseiro


Burguer Press para deixar o seu burger caseiro incrível!

Pra terminar esse post, que está me deixando com água na boca, um acessório para os aprendizes a hamburgueiros gourmet: Chama-se Burger Press e serve para rechear o hambúrguer em casa. Você pode usar pra colocar vários tipos de queijo dentro e manter o formato bonitinho, intacto. Pensei em um recheio de gorgonzola, que tal? O vídeo mostra mais um pouquinho dessa parafernália bacana que custa em torno de R$ 50,00.

Faça para sua família, para um jantar com seu namorado, para o lanchinho das crianças e depois me conte como ficou, tá ?


/Fonte das imagens/

  • Foto1- Rio Notícias
  • Foto2- Burger Lab
  • Foto3-GBC
  • Foto4- GQ
  • Foto5- Arquivo pessoal Ogro Guto
  • Foto6- Arquivo pessoal Ogro Guto
  • Foto7- Rádio Panorama

Recomendados para você: