pele-acneica

A Acne é a uma doença que atinge grande parcela da população. Em torno de 80 a 90% das pessoas já sofreram – ou ainda sofrem – com problema. Muito comum especialmente na adolescência, devido à produção excessiva de hormônios. Esses hormônios fazem com que a pele do corpo, sobretudo a do rosto, fique mais oleosa que o normal, levando a intensa formação de sebo, que entopem os poros e causam as desagradáveis espinhas e cravos.

"Geralmente a acne na mulher adulta está relacionada à problemas hormonais."

Porém, algumas mulheres, que já saíram da adolescência há muito tempo, ainda continuam sofrendo com muitas espinhas na pele. Muitos fatores podem causar uma acne 'emais pesada' em mulheres adultas: Estresse, má alimentação e desequilíbrio hormonal, como por exemplo a doença dos ovários policísticos e resistência a insulina.

Estágios da Acne

A doença é classificada em diferentes estágios. Que vão do 1º e 2º, com a presença apenas de cravos pretos e algumas espinhas inflamadas. Aos mais graves, indo do 3º ao 5º, com ocorrência de cistos (espinhas internas, roxas e inflamadas por dentro da pele), abscessos (espinhas grandes, cheias de pus e bastante inflamadas), e sintomas como dores de cabeça, nas articulações e febre.

Tratamento para Acne Vulgar

O tratamento da acne com um quadro mais grave é relativamente simples, mas deve ser feito com constância e paciência, pois leva tempo para surtir efeito (de 2 a 3 meses). Quem possui acne devido à genética, precisa de cuidado redobrado. Uma vez que a pele é oleosa e muito suscetível a entupimento dos poros (que causa os comedões e cravos) se não bem tratada.

acne-vulgar

Os tratamentos para uma pele mais agredida pela acne incluem o uso de produtos higienizantes, como sabonetes líquidos ou em barra específicos para pele oleosa e acneica, que contenham agentes antioleosidade e com propriedades secativas (ácido salicílico, extrato de melaleuca, hamamélis, zinco, ácido glicólico, aloe vera, peróxido de benzoíla) que removem o excesso de sebo.

Eles podem ser usados em conjunto com tônicos, esfoliantes e géis e cremes (de uso noturno, formulados com ácidos retinóico e azeláico, por exemplo) que combatem a bactéria da acne e secam as espinhas. Além de peelings químicos, que renovam a pele e ainda suavizam possíveis manchas e cicatrizes deixadas pelas lesões da acne.

roacutan-acne

Todos esses tratamentos são mais comuns nos graus mais leves da acne. Os tipos mais severos demandam além desses cuidados, uso de medicação via oral. Um dos mais populares é o antibiótico Roacutan, que deve ser utilizado apenas com receita e supervisão médica, por apresentar efeitos colaterais.