Cravos-e-espinhas

Problema comum, que acomete em maioria adolescentes e adultos jovens, os cravos e espinhas podem causar estragos graves na autoestima e personalidade das pessoas, sobretudo nas mulheres, que costumam ser mais vaidosas.

Quem possui pele oleosa tem mais chances de desenvolver esse quadro, pois costuma apresentar poros dilatados, oleosidade excessiva e imunidade baixa; O que acaba sendo passe livre para algumas bactérias se desenvolverem, resultando nos irritantes cravos, espinhas ou comedões que, se não tratados, podem deixar cicatrizes na pele.

Para manter cravos e espinhas bem longe da sua cútis, procure usar sempre cosméticos, maquiagem e protetores solares oil-free, ou seja, livres de óleos, que não obstruem os poros da pele e evitam o aparecimento de cravos e espinhas. Contudo, não deve-se esquecer nunca de limpar muito bem o rosto ao chegar em casa e jamais dormir com a pele suja. (Leia também Dormir de maquiagem faz mal para a pele?)

Cravos

Mas utilizar apenas água não resolve. É importante o uso de um bom demaquilante, em conjunto com um sabonete facial, além do tônico e hidratante, todos específicos para seu tipo de pele. Do mesmo modo também evitar a compra e uso de produtos por conta própria. Por isso, busque sempre a orientação de um dermatologista.

Cravos e Espinhas

Quem não possui espinhas, mas sofre com cravos, muitas vezes localizados em regiões como nariz e queixo, usar um esfoliante (uma vez por semana, se o quadro for mais grave, ou a cada quinze dias, se for mais leve) pode trazer ótimos resultados. Procure o dermatologista para saber o tipo mais recomendado para o seu tipo de problema.

Em geral, os esfoliantes mais indicados são os produzidos à base de um ácido composto de fruta, chamado de alfa-hidroxiácido, que costuma trazer bons resultados. Usado com constância, a diminuição dos cravos começa a aparecer por volta de um mês.

Embora não exista comprovação científica, alguns alimentos podem contribuir com o aparecimento ou piora de espinhas. Encabeçando a lista, estão o chocolate e as frituras.

como-prevenir-cravos-e-espinhas-2

As opiniões a respeito são controversas, mas sabe-se que realmente uma dieta pobre em alimentos como verduras, frutas, cereais integrais e água, em substituição a uma excessiva em alimentos preparados com muito açúcar, farinhas refinadas e gordura de má qualidade, podem desencadear a piora da pele, acarretando o surgimento de muitas espinhas. Por isso, o ideal é manter uma dieta equilibrada e evitar, sempre que possível, esses alimentos.

Principal vilão e causador de cravos e espinhas, a oleosidade também pode ser amenizada com o uso da água termal. Produto pouco utilizado pelas brasileiras, mas que é mão na roda para evitar que a pele fique com aquele efeito engordurado e a maquiagem "desmanche" por causa do excesso de óleo.

Sobretudo naqueles dias de sol intenso, onde make e protetor solar algum costumam resistir por muito tempo. Basta borrifar um pouco do produto no rosto, sempre que sentir a pele muito oleosa e sem viço.

Recomendados para você: