A diferença entre este post e outras sobre o assunto de dieta Low carb que você vai encontrar por aí (falando dos seus benefícios e como funciona) é que eu sou fã dessa dieta e ela funciona muito para mim. Mais do que isso, sempre que converso com alguém sobre o assunto,  são unânimes os resultados positivos do consumo restrito de carboidratos. E, claro, vou te falar abertamente sobre como fazê-la funcionar e quais os dramas que a gente passa ( e supera ! ) fazendo a low carb. Se eu fosse você, leria esse post até o fim!

Dieta Low carb

Comecei a  fazer períodos de Low carb durante alguns meses para me manter no peso durante todo o ano. A proporção no meu caso, que funciona pra mim, é três meses de low carb no ano. Nesses três meses eu como de forma bem restrita, com pouquíssimas exceções e sempre buscando novas receitas e alimentos. Se algo eu não comia no ano anterior, nesse eu coleciono formas de inserir no cardápio. E vou seguindo a dieta pois sei que ela funciona, que deixa meu corpo enxuto e que estou consumindo alimentos bons e cheios de nutrientes. Diferente de outras dietas que não nutrem o nosso corpo e nos deixam com fome a maior parte do tempo.

Alimentos permitidos na Low carb

Como o próprio nome já diz, são alimentos com baixas gramas de carboidrato por porção. Isso você descobre lendo os rótulos e etiquetas. Alguns alimentos são permitidos e outros você pode comer uma a duas porções por semana. Nas primeiras semanas o que é liberados são os aqui abaixo listados:

  • Carne, frango e peixes;
  • Queijos;
  • Ovos; Azeite, óleo de coco e manteiga
  • Nozes, amêndoas, avelãs, castanha-do-pará
  • Sementes em geral, como chia, linhaça, girassol e gergelim;
  • Café e chás sem açúcar;
  • Abobrinha verde, acelga, agrião, alface, aspargos, berinjela, brócolis, cenoura, chicória, chuchu, couve, couve-flor, espinafre, limão , nabo, pepino, quiabo, rabanete, repolho, tomate;
  • Frutas para comer uma porção a cada dois dias:
  • Abacate, ameixa, carambola, framboesa, melão, melancia, morango e pêssego.

Alimentos proibidos na Low carb

Agora, para emagrecer de verdade vendo o ponteiro pulando a cada dia na balança, nem pense em chegar perto de:

  • Açúcar, massas, farinhas.
  • Aveia, batata, cenoura, aipim.
  • Cerveja e vinho.

O que tiver acima de três gramas de carboidrato por porção já pode ir fugindo. Na soma de uma refeição a contagem total fica muito alta e você não emagrece.

Pra te animar vou te contar o melhor de tudo nessa dieta: você não sente fome.  Quem tem uma alimentação cheia de açúcar ( na forma de doces ou de massas ) , sabe que a barriga está sempre roncando. E às vezes ela ronca alto e de forma constrangedora. Eu tinha esse problema quando consumia carboidratos na forma de açúcar, e me vi livre totalmente colocando a low carb como meta. Eu acordava pensando no pãozinho quente, não estou brincando, comer o primeiro pão do dia era minha motivação pra levantar.

Não vou sentir fome fazendo a dieta low carb?

Sem sentir fome a gente consegue escolher melhor os alimentos, beliscar menos e compor melhor o prato. A ausência da fome ( aquela fome louca que faz a gente comer coisas que até mesmo não gosta ) , começa lá pelo terceiro dia de dieta low carb e é uma sensação muito boa de autonomia do nosso próprio corpo. Não ser dominada por uma fome doentia, não comer qualquer coisa que a gente vê pela frente, se a barriga roncando, sem gases nem dores de barriga constantes, são vantagens bônus ao emagrecimento.  Vale muito a pena se sentir bem e comendo coisas gostosas.

Aumento do consumo de gorduras faz mal ?

Uma das primeiras dúvidas que as pessoas têm e perguntam quando sabem que eu faço low carb é: Não faz mal comer tanta gordura?  E eu te respondo que, desde 2002,  muitos estudos têm sido feitos para descobrir os malefícios e os benefícios do consumo restrito de carboidratos. Até agora essas pesquisas apontam que o que se pensava  com relação ao aumento do colesterol não estava comprovado. Em palavras rápidas e fáceis de entender : o problema da gordura é ela associada ao carboidrato. E, claro, a gordura trans!  E essa não entra no nosso prato, não! O que aumenta o colesterol é o recheio dos biscoitos doces, o miojo,  a batatinha frita …

Gordura como fonte de energia: Como funciona?

Seu corpo vai usar a gordura da sua alimentação e a sua gordura acumulada como fonte de energia.  Você não pode deixar seu corpo sem fontes de energia porque senão a pilha acaba e você fica cansada, com dores de cabeça e pode vir a passar mal. Então ao usar essa nova fonte, o corpo se equilibra em consumo e você vira uma verdadeira fornalha de queimar gordura. Para isso acontecer você precisa tirar o carboidrato da sua frente e se alimentar com gorduras boas. Boas sim! Aquela que tem em lugares deliciosos como no salmão, no abacate e nas castanhas.

O que posso comer na dieta Low Carb?

Opa, e afinal o que está liberado?  No início da dieta, pra fazer o mecanismo do nosso corpo ficar a nosso favor e usar toda essa gordura acumulada pelo nosso corpinho, a gente resume a nenhum carbo, ou apenas aqueles escondidos que a gente sabe que estão ali e não conseguimos tirar. Sempre tem um carboidrato escondido do adoçante, no suquinho em pó e até no chiclete diet. A base da sua dieta é formada por  carnes, peixes, ovos, vegetais e gorduras saudáveis.

A dica master power pra dar certo é ter uma lista de compras atualizada dividida da seguinte forma:

1 – O  que você sabe cozinhar em casa: Essa deve ser a sua maior lista. Vegetais compondo o prato das carnes e ovos tomando o lugar totalmente dos carboidratos. Vá à feira e compre abobrinha ( veja como fazer risoto de abobrinha, é maravilhoso! ) , berinjela, brócolis, couve-flor. Passe no açougue e compre bifes, carnes para ensopar, peito de frango, frango para assar no forno. Faça do início da sua dieta uma enorme descoberta de novos sabores e aprenda a lidar com os alimentos dessa forma.

2 – O que você consegue preparar para comer na rua: Compre vários tipos de queijos e deixe à mão. Eu como polenguinho também, mas só lá depois da segunda semana, porque tem carboidratos escondidos nele. Faço pãozinho low carb ( farinha de linhaça + ovo + fermento + queijo ralado ) e deixo cortadinho em um pote.  Invista em vários tipos de farinhas low carb, conte os carboidratos e eleja as suas preferidas ( comprei de casca de maracujá mas não curti o gosto ) . A farinha de linhaça dourada tem apenas 0,3 gramas de caboidratos e combina muito bem pra fazer esses pães pra comer de manhã. Misture tudo numa panela de teflon, espere dourar de um lado, vire e desligue o fogo. Depois me conte se não é uma delicinha começar o dia com poucos carboidratos e um pão tão gostosinho. A gente se vira e vai aprendendo a mudar os maus hábitos que passamos adquirindo durante toda uma vida.

3- O que você pode comer que já encontra pronto: Hoje em dia existe todo um universo de produtos para vender com o low carb escrito. Até cerveja low carb, não caia nessa de jeito nenhum! Sinceramente não há lugar melhor para decidir se compro ou não um produto do que ler a quantidade de carboidrato no rótulo. Se quero emagrecer eu coloco abaixo de 20 gramas por dia! Depois da segunda semana vou subindo e colocando mais um pouco e sempre de olho na balança. Se não estiver descendo o ponteiro é porque está entrando carboidrato a mais. Quando preciso de um lanche na rua, entro em algum mercadinho e pego um pacote de queijo lanche fatiado. Não custa mais de cinco reais e me deixa bem alimentada, com gorduras e proteínas na medida certa!

A última dica é procurar por novas receitas sempre, não só quando estiver com fome. Doe todas as farinhas e massas que tiver na despensa, elas não te pertencem mais. O mundo low carb é maravilhoso e a disposição que você sente te deixa renovada! Recomendo!