O importante é realmente nos sentirmos bem como o nosso corpo e acima de tudo ter saúde. Um comportamento que é aceito e estimulado pela mídia é que devemos fazer de tudo para ter um corpo magro. O corpo magro é tido como o corpo certo e o desejável. Então antes de falarmos de emagrecimento é importante termos certeza do porque estamos aqui querendo emagrecer. De fato você precisa emagrecer? Sua saúde está boa? Até aonde você iria para pesar menos 5kg ou 10kg?

Como emagrecer mais rápido

Se você refletiu sobre esse assunto vamos seguir pensando no que podemos fazer para que isso aconteça. Existem algumas regras básicas como educar nossa alimentação e praticar exercícios, isso é fundamental para que a perda de peso ocorra efetivamente. Claro que a medicina e a tecnologia podem nos ajudar a partir daí.

Garcínia cambogia: suplemento para emagrecer

Se você está aqui é porque quer tomar algum suplemento com objetivo de emagrecer, confere? Eu também quero! O problema é que os produtos da moda ” da vez ” geralmente têm nomes de plantas super diferentes e a que temos pouco acesso a informações que não sejam dos próprios laboratórios que comercializam o produto. Fica complicado saber exatamente quem pode e quem não pode se beneficiar e indicações de uso dele.

O queridinho do momento entre blogueiras e celebridades é a Garcinia Cambogia  e acontece com ela exatamente o caso acima. Vou nesse post apresentar tudo que está disponível sobre o produto a partir de fontes confiáveis e descobriremos juntas os benefícios dessa plantinha que está causando por aí.

Garcínia cambogia:  O que é?

O furor acontece porque muitas pessoas que colocaram essa fruta no seu dia a dia emagreceram. A partir daí começaram a se voltar os olhos  para essa fruta típica das florestas do Camboja, da Polinésia e Sul da África. Foi  de lá que  veio o tamarindo malabar, outro nome desse fruto e arbusto tropical. procurei umas fotos pra gente conhecer melhor o formato dele e me pareceu super bonitinho. Lembra muito uma pitanga grandinha e de cor amarelada. Parece uma mini abóbora também. Por dentro ela tem polpa de cor esbranquiçada com carocinhos pretos.

Garcínia cambogia:  Como é ?

Curiosamente, como a maior parte das grandes descobertas do mundo, ela não era usada para emagrecimento. Os nativos de onde existe abundância da garcínia cambogia usavam a frutinha para aromatizar as comidas e também  para conservá-la. Como a pimenta é usada em alguns lugares do mundo.

Ela tem vários nomes e se você já viajou pelos lugares onde ela é mais cultivada pode ter esbarrado com ela sendo chamada de citrino, malabar tamarindo, árvore do petróleo, manga vermelha, brindal berry, gambooge, árvore do óleo de manteiga kokum.  e goraka. E aí, já tinha ouvido algum desses nomes? Esse monte de nomes também se deve a existir mais de duzentas espécies dessa família.

Garcínia cambogia:  Como tomar esse suplemento?

Como tudo que vira moda o que acontece? Fica caríssimo mandar importar essas frutinhas para que possamos consumi-la em natura. A melhor opção são as cápsulas feitas a partir das folhas secas da garcínia cambogia. Essas sim estão disponíveis em todas as lojas de suplementação natural, farmácias e deve ter em alguma prateleira aí na sua cidade. Você encontra aqui no Brasil, três tipos : em comprimidos ou cápsulas, em extrato seco e também em extrato líquido ( que são concentrados da planta ) .

Garcínia cambogia: Inibe o apetite

O que torna a garcínia cambogia a queridinha do momento nas prateleiras dos emagrecedores é o fator de inibição do apetite. Quem já se deparou numa situação em frente a uma comida que gosta demais e não conseguir comer sabe que é uma sensação bem dúbia, a gente quer comer mas não consegue e sabe o que ocorre? A vontade passa!  Assim a garcínia cambogia age a seu favor porque quem emagrece é você mesmo ao não comer aquilo que iria somar calorias desnecessárias no seu corpo, entende? Esse processo ajuda demais somado àqueles que já comentei lá em cima no início do post: alimentação saudável ( priorizando legumes, verduras e carnes magras ) e alguma atividade física que caiba no seu dia a dia.

Garcínia cambogia: Funciona realmente?

Essa inibição do apetite não é mágica, a garcínia cambogia ativa um mecanismo no nosso organismo que equilibra o glicogênio nos tecidos. Essa substância está presente no nosso fígado e músculos. Assim não temos aquela necessidade de reposição de alimentos a toda hora. Quem tem uma alimentação basicamente constituída de batata, massa, arroz, farinhas e docinhos sabe que a fome é muito grande.

O nosso aliado para perda de peso se chama ácido hidroxicítrico, conhecido por HCA  e ele bloqueia a enzima que ajuda a estocar gordura. Com essa enzima bloqueada a coisa anda melhor. Mas não adianta queimar a gordura com mais facilidade e continuar repondo com uma alimentação sem regras.

Garcínia cambogia:  E a dieta alimentar

Ah, Lara, vou tomar a garcínia cambogia e tenho que fazer dieta? Sim! Você precisa equilibrar o que entra e o que sai para que a matemática corporal fique a seu favor. Mas tem mais uma coisinha que deixei para o final para te contar e te dar mais uma animada nessa busca por um corpo que te deixe feliz.

Saiba que o consumo adequado, equilibrado e consciente ( nada de virar um frasco inteiro, entendem? ) pode elevar os níveis de serotonina no corpo. Ela é o neurotransmissor que nos dá a sensação de bem estar, a mesma que é liberada quando corremos, praticamos atividade física ou comemos um chocolate. Sabe aquela sensação boa de alegria ? É a serotonina em ação. Então ao consumir as cápsulas seu humor melhora e aquela deprê de fazer dieta é compensado. Boa notícia, não?

Garcínia cambogia:  Efeitos colaterais e dosagem

Por último e não menos importante temos que falar dos efeitos colaterais que podem ocorrer com essa suplementação de Garcinia Cambogia. De forma geral eles são leves : dores de cabeça, irritações no estômago e erupções leves na pele. Mas, claro que não quero que nenhuma leitora tenha dor de cabeça! O que fazer é ajeitar as doses para que a ingestão do ácido hidroxicítrico não seja exagerada e descompense o nosso corpo porque é isso que dá a reação adversa.

Evite os problemas nesse sentido observando as instruções do fabricante. As cápsulas devem ser tomadas na dosagem de 100 mg. Como a gente sabe essas dosagens variam de fabricante para fabricante, leia o rótulo, pergunte e informe-se sobre aquela dosagem ajustando a quantidade de cápsulas.

Boa sorte!