Assim que recebemos o convite de um casamento, formatura, premiação de alguma coisa ou qualquer evento que peça um traje mais sofisticado, a primeira coisa que nos vem à mente é “Com que roupa eu vou ? ? Não dá pra sair à procura de um vestido de festa sem antes ter algo em mente.

Mas para não perder tempo procurando algo que não existe ou que já saiu de moda, não tenha preguiça de buscar referências e pesquisar na internet, por exemplo. Procure por modelos de vestidos de festa que estão mais em alta, mas que também tenham um a ver com seu estilo e a realidade do seu corpo.

Estou procurando vestidos de festa para minha formatura que está chegando e comecei a navegar pelos sites para encontrar modelos e opções.  Como as opções são muitas o ideal é pensar  que não existe o modelo perfeito pra todos os corpos.

Porém, com algumas dicas sobre tecidos, cores e modelos podemos achar o vestido ideal apara nós nesse dia. Por onde começamos? No post de hoje vocês irão encontrar dicas gerais para vestidos de festa – como escolher a partir do evento – e como escolher o melhor para cada tipo de corpo. Vai dar certo!

Vestidos de festa: Qual festa?

Afinal qual o estilo da festa? Casamento de dia? Formatura super sofisticada? Festa com a família? Existem vários estilos, e cada tipo segue um estilo bem parecido com a personalidade de quem oferece a festa. Tem o estilo mais tradicional, moderno, temático, na praia, ou seja, cada uma dessas festas pede por uma produção diferente, que interfere – e muito – na sua escolha de vestido de festa.

Se você for a um casamento ou formatura como convidada, não precisa, necessariamente, usar longo, a não ser que isso seja especificado no traje. Vestidos com comprimento na altura do joelho são uma ótima opção para convidadas e também – caso você seja uma formanda – para a colação de grau.

Geralmente, o tipo do traje já vem descrito no convite , o que facilita muito a vida dos convidados.

Dica: Se você se sentir desconfortável para fazer esse tipo de pergunta, você pode simplesmente avaliar o estilo do convite . O convite é como se fosse um Teaser da festa, ou seja, ele tem detalhes que combinam com a decoração e com o estilo do lugar que acontecerá o evento. Caso o convite seja de um tamanho maior, com detalhes bem delicados e fitas de cetim claras – por exemplo – podemos dizer que é tradicional. Mas, se o convite for no estilo mais rústico, então a festa provavelmente será ao ar livre. Se não teve convite na mão, pergunte! Afinal tem muita gente que curte eventos menores ou estão fazendo contenção dos gastos.

Vestidos de festa: Para cada tipo de corpo

Cada corpo uma sentença. A cada foto de vestido desse post que você gostar pense em como ele valoriza os seus pontos forte e vá salvando as fotos em uma pastinha separada.

Vestidos de festa:  Para as baixinhas

Se a sua estatura for baixa, opte por vestidos de festa com pouco volume e que marcam uma cintura mais alta que a verdadeira. Mas, cuidado: não use cintos que contrastam com a cor do vestido.

Mais um detalhe-chave é o comprimento. Fuja de modelos mídi, que sempre encurtam a silhueta. Em contrapartida, salto alto é um ótimo aliado. Mais uma dica esperta: Use peças monocromáticas. Vestidos de uma cor só alongam.

Vestidos de festa:  Mulheres altas

O bom de ser alta é que dá pra usar até sapatilha. Modelos de bico fino têm feito sucesso. Além disso, é possível usar roupas com listras horizontais sem medo de ser feliz – a estampa geralmente alarga a mulher, mas com centímetros a mais, não prejudica.

No quesito comprimento, o vestido pode ser longo ou curto. Mas no caso dos modelos acima dos joelhos, a tendência é deixá-los mais elaborados com um mix de renda ou bordado.

Vestidos de festa:   Para as magras

Nos corpos mais retos e secos, vestidos com volume e textura valorizam. Aposte em modelos com babado, manga diferenciada ou cauda exagerada. Em contra partida, slip dresses – alô, anos 90! – voltaram com tudo, e em mulheres magras com pouco busto, se encaixam muito bem

Vestidos de festa:   Para as cheias de curvas

Pra você que é cheia das curvas a dica é evitar bordados e volumes. Priorize cores mais escuras e com menos estampas. Vestidos em tecido jérsei são bons investimentos, já que marcam apenas o que precisa.

A região do colo e dos ombros – quando expostos no look – são partes que visualmente deixam o corpo mais magro. Dito isso, quando a parte de cima do vestido é inteiramente coberta, aumenta a silhueta. Dessa forma, o indicado é apostar em decotes ou mangas curtas. Além do jérsei, outros materiais fluidos que ficam bem no corpo curvilíneo são seda e crepe georgette. Evite a todo custo tafetá e outros tecidos mais duros (sempre aumentam).

Vestidos de festa:   Para quem tem seios grandes

Se você tem muito busto, o ideal é não usar brilho na região, pois quando a luz bate no tecido, a parte destacada aumenta. O importante também é garantir estrutura aos seios; decotes ombro a ombro são mais indicados do que a versão V profunda, pois qualquer movimento brusco pode comprometer o look.

Se o vestido tiver decote mas não for curto demais, ou se tiver manga, o sex appeal fica equilibrado! Devemos procurar sempre um equilíbrio.

 

Vestidos de festa:   Bumbum  grande

Pra quem tem bumbum grande, e não se sente confortável em realçá-lo, o mais indicado são vestidos em cores opacas. No caso de mulheres com cintura fina, o indicado são as saias godês e rodadas; disfarçam derrière e quadril! Lembrando que o famoso vestido bandage, ícone dos anos 90, segura bem o bumbum.

Vestidos de festa:   Quadril largo e pouco busto

A dica essencial na hora de comprar qualquer peça, não só vestido de festa, é destacar a região do corpo que você mais gosta. No caso de quem tem quadril largo e pouco busto, um modelo que tenha brilho ou bordado na parte superior disfarça a cintura, já que chama atenção pros seios ou região do colo. O mesmo princípio serve pra quem tem ombro largo e pouco quadril. Nesse caso, use e abuse de brilho e detalhes na região da cintura.

Vestidos de festa:   Dicas de como escolher o melhor vestido

Vestidos de festa: Cor

Evite cores do momento e aposte em tons neutros, como preto, vermelho ou azul marinho.

Vestidos de festa: Detalhes

Seja econômica no brilho e renda. Dosar os detalhes da produção é essencial pra que ela seja usável dia e noite.

Vestidos de festa: Comprimento

Vestidos curtos, na altura dos joelhos, podem ser descontraídos pra um casamento durante o dia, mas sem perder a sofisticação pra noite. O segredo são os acessórios/beleza que vem junto. Pra algo mais leve, tipo um casório na praia, aposte em cabelo solto e maquiagem básica. Já na ocasião de uma festa mais glamour, joias ou biju de impacto têm vez, assim como penteados mais elaborados.


Vestidos de festa: Tipo de decote

O decote em V é clássico e favorece o corpo, pois tem o efeito de alongar a silhueta, consequentemente “emagrecendo” quem usa o modelo.

Já pra quem tem ombros pequenos, o decote ombro a ombro dá proporção ao corpo. Já quando o caso é o contrário – ombros largos e quadril pequeno – a dica é usar decote que alongue e saia do vestido mais volumoso. Dessa forma, o look fica em equilíbrio da cabeça aos pés.

Vestidos de festa: Tecido

Na escolha do tecido, os modelos que mais emagrecem são os tons escuros, estampas verticais, e alguns modelos ainda têm corset interno. Porém, se a ocasião pedir que você viaje com o vestido na mala, renda e tule não amassam com facilidade – evite georgete de seda pura.

E aí, prontas para espiar alguns modelos bem legais?