síndrome-das-pernas-inquietas–tratamento-1

A famosa síndrome das pernas inquietas é um dos grandes problemas de muitas pessoas, e essa síndrome causa diversos outros problemas que prejudicam as pessoas, por exemplo, essa síndrome causa a privação do sono em cerca de 4% da população brasileira.

Essa síndrome causa em sua maioria grande desconforto, formigamento, câimbra, repuxões, e ate mesmo pontadas, e em sua maioria, ocorre durante o final da tarde e a noite, e esses grandes incômodos só param quando a pessoa pratica algum exercício, anda, se mexe, e quando fica parada, esses incômodos voltam a aparecer.

A síndrome das pernas inquietas, tem seu aparecimento, na maioria dos casos, em pessoas mais velhas, porém, segundo alguns especialistas, pode aparecer em qualquer idade, ate mesmo nas crianças pequenas.

Existe uma classificação para saber exatamente qual o grau da síndrome das pernas inquietas, que é definida da seguinte forma:

Leve: de 5 a 25 movimentos por hora;

Moderada: de 25 a 50 movimentos por hora;

Grave: mais de 51 movimentos por hora.

As causas desse incomodo problema pode ser devido aos seguintes motivos:

Deficiência de ferro, com ou sem anemia.

Falha nos rins.

Diabetes.

Mal de Parkinson.

Danos aos nervos das mãos ou pés.

Artrite reumatóide.

Gravidez.

Os tratamentos são super variados, porém, o mais aconselhável é evitar bebidas alcoólicas cafeína, melhorar os hábitos como, praticar exercícios, diminuir alimentos gordurosos e muito mais. De qualquer forma, o ideal é procurar um médico, ele irá passar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Recomendados para você: