Os terrários com suculentas andam fazendo o maior sucesso na decoração de ambientes! Prepare-se para morrer de fofura com o post de hoje porque os terrários conquistam a gente no primeiro instante. Não precisa ser um grande conhecedor de plantas nem fã de jardinagem para se render a eles, basta querer ter um pouquinho de verde por perto e se deixar levar pela terapia que é construir um. Se você ainda não sabe o que são terrários ou se está super a fim de construir um, vamos ver tudo sobre eles aqui nesse post. Mãos na terra!

terrarios-decorativos

Terrários com suculentas

É possível que você já até tenha visto esse mini jardim, mas não sabia que esse era o nome dado. O certo é dizer que eles são jardins em miniatura construídos dentro de vidros. Hoje em dia todo mundo quer ter o seu mas essa técnica não começou agora, ela é super antiga e veio lá da Inglaterra. O primeiro terrário foi criado acidentalmente pelo médico Dr. Nathaniel Ward, em Londres no início de 1800. Dr. Nathaniel colocou um casulo em um frasco coberto para que ele pudesse observar o surgimento de uma mariposa. Com o tempo, várias plantas brotaram do solo no fundo do frasco, inclusive uma samambaia. Ele já havia tentado cultivar samambaias em sua casa sem sucesso, e culpava o ar poluído da cidade.

terrarios-na-decoracao

Depois de sua descoberta, ele construiu vários terrários com samambaias. Estes se tornaram muito populares, especialmente porque as pessoas queriam cultivar plantas ornamentais dentro de casa.  O sucesso deles se deve a praticidade por não precisar de grande manutenção e também pra quem não tem a disciplina necessária para cultivar plantas mas, como eu, gosta muito de tê-las por perto.

terrarios-9

Terrários são uma ótima solução para quem não tem tempo e dispõe de pouco espaço para as plantas. Também são uma forma bem legal de ensinar as crianças como os vegetais se desenvolvem. Nos terrários, as plantas crescem em local que não recebe sol quase não precisam de água e podem ficar anos sem adubo nem podas. Pra vocês terem uma ideia do que eu estou falando, segundo especialistas em jardinagem , se mantido em local fresco e sem sol direto, um terrário fechado pode ficar anos sem água – há casos de vidros fechados há mais de 20 anos. Não é super interessante?

terrarios-6


Quais os tipos de terrários?

Existem os terrários abertos e fechados e entre eles existem algumas diferenças.

Terrários abertos

Nos terrários abertos, podemos cultivar muitos tipos de plantas, desde que tenham a mesma necessidade hídrica. As mais comuns neste tipo de terrário são os cactos e suculentas, mas nada impede que sejam outros tipos de plantas. Nestes terrários a água evapora escapando do sistema e por este motivo, há necessidade de regas mais frequentes.

terrarios-3

Terrários fechados

Nos terrários fechados, via de regra, a umidade costuma ser alta. Assim, este tipo de terrário pede plantas que tolerem e de preferência apreciem a alta umidade ambiental. Nesta situação, o calor faz com que a água evapore e condense nas paredes do terrário, escorrendo depois para o substrato. Com as espécies corretas, há grandes chances do seu terrário ficar bonito por muito tempo, necessitando poucas trocas e manutenções.

terrario-fechado


Qual o tipo de terrário que você gostaria de ter?

Um dica pra quem ainda não decidiu qual tipo gosta mais é começar com opções mais baratas e simples de teste, assim você vai descobrindo aos poucos como é ter um terrário e vai amadurecer a ideia . Saiba que é  possível montar um mini-terrário até mesmo em copos de requeijão e lâmpadas.

Passo a passo para fazer terrários

Agora alguns vídeos que ensinam o passo a passo para fazer seu terrário :


Como montar um terrário em casa?

Abaixo a lista completa do que você vai precisar!

como-fazer-terrario-de-suculentas

• Recipiente transparente

• Pedrinhas ou cascalho

• Areia

• Terra vegetal adubada

• Carvão vegetal triturado

• Mudas de plantas – Escolha na lista a seguir, tem bastante opção.

• Minhocas ou caramujos

• Água

• Filme plástico para fechar o terrário, caso o recipiente não tenha tampa

• Álcool e pano para a limpeza do recipiente

terrario-de-suculentas-com-fazer


Passo a passo para fazer um terrário

1- Comece colocando no fundo uma camada de pedriscos ou cascalho. Em seguida, adicione uma camada de areia. Forrando o vaso com esses materiais, você irá garantir que a água fique embaixo das plantas, alimentando-as conforme suas necessidades.

terrarios-2

2- É conveniente fazer uma camada de carvão vegetal, que será responsável pela absorção de gases, evitando o mau cheiro. Sobre a base de drenagem, agora com o carvão vegetal, coloque a terra vegetal adubada. Em um terrário de ambiente seco, deve-se fazer uma camada de areia mais espessa e diminuir a de substrato (terra).

3- Plante as mudas selecionadas cuidadosamente, cavando buracos com os dedos e acomodando as raízes sob a terra. Coloque a planta mais alta no centro do vidro e as menores ao redor. Dessa forma, a composição ficará mais harmoniosa.

4- Você poderá colocar pedras e pequenos pedaços de madeira para deixar o terrário mais decorativo, e lembre-se de inserir minhocas e caramujos. As minhocas garantem a produção de húmus e criam túneis que favorecem a ventilação e a absorção de água pelas raízes.

terrarios-1

5- Regue moderadamente com água filtrada. Lembre-se que as suculentas têm origem em ambientes desérticos e áridos, logo, possuem grande capacidade de armazenar água e exigem pouquíssima manutenção. Por fim, feche o vaso com filme plástico e refile com um estilete, deixando um espaço de no mínimo um dedo de espessura para a borda. Assim se iniciará o ciclo do miniecossistema.

6- O ecossistema se sustenta sozinho com a transpiração das plantas, mas uma rega mensal é indicada para mantê-las saudáveis. Logo após a rega, o terrário deve ser coberto com filme plástico novamente. As suculentas não necessitam de poda, no entanto, as folhas mais velhas e secas podem ser retiradas por questão estética. Se mantidas lá dentro, elas acabam se tornando alimento para as minhocas e caramujos quando se desprendem e caem sobre o substrato.


terrarios-4

Plantas para terrários fechados e bem iluminados:

·         1. Coração-magoado – Iresine herbstii

·         2. Violeta-africana – Saintpaulia ionantha

·         3. Acorus – Acorus gramineus

·         4. Bromélia-criptantus – Cryptanthus bromelioides

·         5. Musgo-tapete – Selaginella kraussiana

·         6. Planta-tapete – Episcia cupreata

·         7. Ripsális – Rhipsalis baccifera

·         8. Columéia-peixinho – Nematanthus wettsteinii

·         9. Planta-da-amizade – Pilea involucrata

·         10. Jibóia – Epipremnum aureum

·         11. Jibóia-prateada – Scindapsus pictus argyraeus

·         12. Camedórea-elegante – Chamaedorea elegans

·         13. Avenca –Adiantum raddianum

·         14. Unha-de-gato – Ficus pumila

·         15. Ludisia – Ludisia discolor

·         16. Hera – Hedera helix

·         17. Brilhantina – Pilea microphylla

·         18. Abacaxi-roxo – Tradescantia spathacea

·         19. Nertera – Nertera granadensis

·         20. Planta-mosaico – Fittonia verchaffeltii

·         21. Confete – Hypoestes phyllostachya

·         22. Musgos colhidos no jardim

·         23. Plantas epífitas pequenas, como microorquídeas e bromélias


terrarios-15

Plantas para terrários fechados sob luz difusa

·         24. Musgo-tapete – Selaginella kraussiana

·         25. Planta-Alumínio – Pilea cadierei

·         26. Singônio – Syngonium podophyllum

·         27. Asplênio – Asplenium nidus

·         28. Espada-de-são-jorge – Sansevieria trifasciata

·         29. Brilhantina – Pilea microphylla

·         30. Aspargo-samambaia – Asparagus setaceus

·         31. Barba-de-moisés – Soleirolia soleirolii

·         32. Begônia – Begonia rex-cultorum

·         33. Grama-negra – Ophiopogon planiscapus ‘Nigrescens’

·         34. Grama-preta – Ophiopogon japonicus

·         35. Peperômia-marrom – Peperomia caperata

·         36. Clorofito – Chlorophytum comosum

·         37. Filodendro-pendente – Philodendron scandens

·         38. Maranta-pena-de-pavão – Maranta leuconeura

·         39. Veludo-roxo – Gynura aurantiaca

·         40. Corações-emaranhados – Ceropegia woodii

·         41. Bromélia-criptantus – Cryptanthus bivittatus

·         42. Begônia-morango – Saxifraga stolonifera

·         43. Hera-sueca – Plectranthus sp

·         44. Véu-de-noiva – Gibasis pellucida

·         45. Peperômia-zebra – Peperomia sandersii

·         46. Afelandra – Aphelandra squarrosa

·         47. Musgo-pérola – Sagina subulata

·         48. Azedinhas – Oxalis spp

·         49. Musgos colhidos no jardim


Plantas carnívoras para terrários

·         50. Pinguicula – Pinguicula vulgaris

·         51. Planta-cobra – Darlingtonia californica

·         52. Sarracenia – Sarracenia purpurea

·         53. Drosera – Drosera capensis

·         54. Dionéia – Dionaea muscipula


Plantas para terrários abertos

.         55. Arbusto de Elefante – Portulacaria afra

·         56. Tilândsia – Tillandsia spp

·         57. Haworthia cooperi

·         58. Haworthia attenuata

·         59. Echeveria elegans

·         60. Echeveria imbricata

·         61. Sempervivum tectorum

·         62. Planta-jade – Crassula ovata

·         63. Crassula argentea

·         64. Kalanchoe tomentosa

·         65. Calanchoê – Kalanchoe blossfeldiana

·         66. Echeveria pulvinata

·         67. Sedum spurium tricolor

·         68. Dedo-de-dama – Mammillaria elongata

·         69. Lithops – Lithops sp

·         70. Flor-estrela – Stapelia hirsuta

·         71. Orelha-de-coelho – Opuntia microdasys

·         72. Planta-coração – Hoya kerrii

·         73. Outros cactos e suculentas de pequeno porte

·         74. Bromélias de pequeno porte

·         75. Orquídeas de pequeno porte

terrarios-17


Dicas para o seu terrário

A maioria das plantas de interior são tropicais e são excelentes moradoras de terrários. Samambaias em miniatura, Peperomias, violetas africanas, e algumas orquídeas são todas boas candidatas. Muitas plantas como musgos também são uma boa opção.

????????????????????????????????????

Se as paredes de vidro embaçarem por causa do excesso de umidade, deixe uma fresta aberta na tampa superior para que a umidade evapore.

Fique feliz pois um  terrário selado vai durar meses e até anos, sem a necessidade de água. Mantenha seu terrário longe da luz solar direta para evitar o superaquecimento; iluminação fluorescente é o ideal. Sucesso e mostre o seu terrário pra gente que vamos adorar conhecer! Veja mais ideias inspiradoras clicando aqui.

 

Recomendados para você: