Se você está pensando em reformar ou construir uma cozinha de sonhos saiba que a principal dúvida quando começamos esse processo é sempre a mesma: Qual material usar para a bancada? Qual a medida ideal de bancadas? E a cor? Rola de usar madeira? Qual vai durar mais? Como existe muita variedade no mercado – com funções e efeitos muito diferentes é preciso ficar atento ao resultado que se quer chegar para não fazer a escolha errada.

Bancada da cozinha: O que precisamos decidir antes de aprovar o projeto?

Saiba que  é essencial em um projeto de interiores atentar principalmente ao material escolhido, sua resistência, durabilidade e características principais, principalmente em relação a instalação: o material pode ser utilizado nas áreas molhadas ou até mesmo na ilha central ou em uma bancada gourmet. As características visuais do material também influenciam o resultado final, portanto, deve-se escolher aquele que mais se adequa ao projeto de interiores. Não faz sentido pensar assim?

Quer uma ajudinha para escolher a bancada de cozinha perfeita para sua casa? O post de hoje está cheio de dicas práticas e técnicas e tenho certeza que lendo tudo vão sobrar poucas dúvidas para conversar antes da obra, viu? Listamos os principais materiais e cada custo/benefício bem calculado.

Bancada da cozinha: Altura da bancada

Existem alguns parâmetros de medidas para seguir, que são recomendadas para oferecer melhor comodidade a quem usará a bancada. Mas lembre-se que nada é exato, você poderá definir a medida da bancada de cozinha conforme suas necessidades. É importante pensar que a hora de cozinhar ou comer deve ser agradável e para garantir o conforto e praticidade do ambiente, leve em consideração a estatura das pessoas que mais usarão a cozinha.

A altura recomendada para a bancada da cozinha deve ser considerada antes da instalação. Em linhas gerais, a bancada ideal tem 90cm de altura, para se adequar a estatura das pessoas. Isto pode ser alterado de acordo com o projeto e variando de acordo com a altura dos moradores. Moradores mais altos precisam de ajustes na medida e claro, os mais baixinhos também. Essa medida pode ser um pouco menor, entre 73cm e 80cm, no caso de uma bancada que servirá de mesa de jantar.

Bancada da cozinha: O que pensar além da bancada

A bancada não é simplesmente uma estrutura que serve de suporte. Ela também deve contar com alguns elementos estratégicos, como armários instalados na parte debaixo, cooktop, exaustor, pia e até mesmo eletrodomésticos.
Outra coisa que deve ser pensada também são as banquetas. Elas são essenciais para tornar a bancada confortável e convidativa. Na hora de escolher às peças, dê preferência aos modelos com altura regulável.  Para descobrir a quantidade de banquetas necessária, calcule 60 cm por peça.

 

Bancada da cozinha: Formatos para o projeto

Bancada em L

Quem quer uma bancada inteiriça pode escolher a bancada em L. Elas são ideais para quem tem cozinhas médias ou pequenas pois ajudam a economizar espaço e oferecem funcionalidade. Esse tipo de bancada pode comportar um cooktop ou forno embutido, mas se não quiser assim, pode escolher o modo convencional, para encaixar os eletrodomésticos entre os espaços.

Bancada em U

Projetos em formato de U para bancadas e também armários de cozinha são perfeitos para cozinhas quadradas. Elas acomodam bancada para a pia, fogão e mesa, oferecendo muita funcionalidade. Muitos armários e eletrodomésticos podem causar confusão nas cozinhas, principalmente quando elas têm espaço limitado. E bancadas com o formato em U podem ajudar a otimizar esse defeito da projeção da cozinha.

Cozinha com ilha

Cozinhas com ilhas têm feito muito sucesso por serem modernas e oferecerem maior praticidade, além do maior contato entre as pessoas da casa. É importante valorizar a distância que haverá entre a ilha e a bancada com a pia, pois uma cozinha apertada fica super desconfortável. Não adianta também escolher uma ilha muito grande se seu espaço é limitado, hoje em dia você encontra muitas referências lindas de cozinhas americanas com ilha pequenas.

Bancada da cozinha: Qual o estilo da sua cozinha?

A bancada escolhida para compor a cozinha deve reconhecer o estilo do ambiente. Um espaço mais sofisticado, por exemplo, pede um modelo em mármore ou porcelanato. Já uma cozinha rústica combina com bancada de madeira ou concreto.

Bancada da cozinha: Principais materiais

A bancada escolhida para compor a cozinha deve reconhecer o estilo do ambiente. Um espaço mais sofisticado, por exemplo, pede um modelo em mármore ou porcelanato. Já uma cozinha rústica combina com bancada de madeira ou concreto. Para que você entenda melhor, separamos os principais materiais utilizados na composição de bancadas de cozinha com dicas práticas e visuais para você se inspirar.

Bancada da cozinha: Bancada em granito

O granito é uma boa opção para quem quer reformar a cozinha com economia. É uma pedra natural de baixo custo e apresenta vantagens como facilidade de limpeza e resistência a impactos. Um dos únicos problemas é que o granito é frágil quando há contato com ácidos, que podem prejudicar o brilho ou criar ferrugem nele.

Mas tirando isso pode ser uma boa aposta, pois além de ser resistente e durável é de fácil produção. O granito se apresenta em diferentes tonalidades, podendo ter um mix cores naturais ou tons sólidos.

Apostar na bancada de granito é uma forma de fazer economia. O metro quadrado desse material custa de R$200 a R$900.

Bancada da cozinha:  Bancada em porcelanato


O porcelanato é um material moderno, sofisticado e muito utilizado na área de arquitetura. Ele pode ser usado para revestir bancadas rústicas, sofisticadas, minimalistas e até mesmo vintage.

Bancada da cozinha: Bancada em mármore


Quando o assunto é bancada de cozinha, o mármore composto (feito de quartzo e resinas sintéticas) se destaca como o material mais vantajoso. Além de ser resistente, a pedra também apresenta durabilidade e contribui com a higiene da cozinha. O valor do metro é de, em média, R$ 1.200,00.

Bancada da cozinha: Bancada em madeira


Para deixar a cozinha mais aconchegante e rústica, nada melhor do que incluir uma bancada de madeira na decoração. Essa estrutura tem instalação simples, mas requer cuidados no que diz respeito à manutenção.

Uma bancada de madeira não suporta contato constante com a água e nem altas temperaturas. O material também pode ser danificado com facilidade ao entrar em contato com objetos pontiagudos. O preço varia de R$2.000 a R$3.000.

Bancada da cozinha:  Bancada em aço inox

Você está montando uma cozinha com estilo industrial? Então aposte na bancada de aço inox. Além de ser bonito e moderno, este material também tem a vantagem de ser duradouro, resistente ao calor e higiênico. O único lado ruim desse modelo é o preço: uma bancada com 2 × 0,6m custa, em média, R$1.800,00.

Bancada da cozinha:  Concreto

Prático e econômico, o concreto tem sido a mais nova aposta de projetos de interiores. Nas bancadas e derivados, o material deve ser tratado para manter o contato com a água. Rachaduras e manchas apresentam-se como riscos desse tipo de acabamento.

O concreto é o material perfeito para quem busca uma bancada de cozinha barata. O valor é de R$ 1,37 por quilo do cimento queimado mais R$ 30,00 de instalação por metro quadrado.

Para manter contato constante com a água, a superfície deve passar por tratamento.

Bancada da cozinha:  Bancada em Corian

Corian já está no mercado há bastante tempo, desde a década de 60, mas ainda não tornou-se popular. Talvez por ter um custo bem mais salgado que outros materiais – o metro quadrado fica em torno de 3 mil reais! Ele é apresentado em mais de 20 cores diferentes, porém a mais usada é a branca. É bem resistente e facilmente substitui granitos, mármores e aço inox, por exemplo.

Outra vantagem é que é sólido e não poroso. Sua superfície totalmente lisa e emendas imperceptíveis são bem cobiçadas para decoração de bancadas de cozinha. Até por que pode ser modelado, resultando em bancadas curvas ou em outros formatos. É bem resistente, mas é importante saber que panelas quentes não devem ser colocadas diretamente sobre o acrílico. Algumas pessoas utilizam pinos metálicos para apoiar esses utensílios.

Bancada da cozinha:  Bancada com brilho
A bancada com brilho é feita com Nanoglass, um material brilhoso, homogêneo e que não tem qualquer tipo de porosidade. O material costuma ser bem fácil de limpar, mas pode trincar com facilidade. Prepare o bolso, pois o investimento será de R$ 1.000,00 o M2.

Bancada da cozinha:  Bancada em acrílico


O uso de acrílico é uma das principais tendências para cozinhas 2017. Esse material desperta o interesse das pessoas devido à variedade de cores e texturas. A possibilidade de modelar também é um forte atrativo.

Muitas pessoas desistem do acrílico quando conhecem o preço. O metro quadrado desse material não sai por menos de R$3.000.

Bancada da cozinha:  Dicas gerais sobre bancadas

Uma bancada de cozinha tem entre 85 cm e 93 cm de altura, sendo 90 cm a altura padrão ideal. Vale lembrar que é alta para cadeiras comuns, feitas para mesas de jantar, com 73 cm a 80 cm de altura. Por isso, as banquetas com altura regulável são apostas certeiras;
Quando o balcão serve de mesa de jantar, aposte em banquetas mais confortáveis, de encosto alto e acolchoadas, já que as pessoas permanecerão mais tempos sentadas. Dê preferência por aquelas feitas de materiais de fácil limpeza, como madeira, plástico reforçado, acrílico ou até mesmo tecidos impermeáveis;
Para saber o número exato de banquetas, calcule 60 centímetros de largura para cada peça;
Os armários que ficam embaixo da bancada devem ter entre 50 cm e 60 cm de profundidade, com base de alvenaria de 5 cm a 7 cm de altura ou suspensos a 10 cm ou 15 cm do piso;
Se quiser um cooktop na bancada, lembre-se que, antes da instalação, é preciso ter um nicho pronto para ele. Não se esqueça de colocar um exaustor para diminuir odores pela casa;
O espaço de circulação mínimo em uma cozinha deve ser de 60 cm.
Acho que virou expert em bancadas depois de todas essas informações, não é? Prepare-se para uma galeria enorme de bancadas para você escolher a ideal para sua cozinha.