Nesse calorão que está fazendo esse ano, nada mais normal do que suar o tempo todo. O assunto desse post não é o suor normal, ligado às altas temperaturas ou à atividade física. A sudorese intensa é chamada de hiperidrose e pode ( e deve ) ser tratada pois causa um desconforto enorme para quem tem. E não é pouca gente não, viu? Se você tem esses sintomas saiba que não está sozinho, ela atinge entre 0,6% e 1% da população mundial.

Hiperidrose: Suor Excessivo nas Axilas (Como evitar)

Hiperidrose

Estou fazendo spinning ( aulas de bicicleta indoor ) na mesma turma que um rapaz que sua demais. Quando acaba a aula parece que ele fez natação, não spinning. Mas, como comentei antes, tem o calor do Rio de janeiro e a atividade física juntos para fazer o corpo aquecer e precisar se refrescar através da suadeira. Não é o caso da hiperidrose, mas como saber quem tem? Como é o exame para diagnosticar e tratar?

Hiperidrose: Suor Excessivo nas Axilas (Como evitar)

Como saber se eu tenho hiperidrose?

Para chegar ao diagnóstico de hiperidrose agende uma consulta com seu clínico geral. Não precisa ser um médico específico. Na consulta  o médico faz o diagnóstico sem exames posteriores ( pode acontecer mas não é o usual) . Observando os sintomas e conversando ele chega à conclusão da hiperidrose ou não. Mas a gente desconfia de que se você acha que tem deve ter quase certeza disso.

Se você se pergunta porque suar é necessário saiba que ele é um grande aliado do nosso corpo e não suar é muito pior do que a hiperidrose, sabia? A transpiração corporal é uma forma do nosso corpo se refrescar, libertando um líquido através das glândulas sudoríparas, que atingem a sua atividade máxima aos 14 anos de idade. Este mecanismo tem como objetivo a regulação da temperatura corporal.

Hiperidrose: Suor Excessivo nas Axilas (Como evitar)

O suor não fede, não tem cheiro de nada. Só quando ele permanece por algum tempo em contato com a nossa pele e as bactérias presentes nela começam a atacá-lo que é liberado aquele cheirinho característico. Se o desodorante estiver em dia este processo de decomposição não se realiza e ninguém fica fedendo. Por isso o desodorante é nosso amigo!

Hiperidrose: Suor Excessivo nas Axilas (Como evitar)

A hiperidrose incomoda e incomoda bastante quem tem. Eu conheci na vida duas pessoas que tinham de fato e o dia a dia delas é complicado. Ela acontece nas mãos e nos pés na maior parte dos casos. Com as mãos pingando suo ficar difícil até mesmo ler um livro, apertar  a mão de alguém sem molhá-la, assinar um documento, levar choques e muitos outros. Fora o chulé, viu, gente?

Causas da hiperidrose

Doenças da tireoide e emocionais, câncer, menopausa e obesidade estão entre as principais causas da hiperidrose mas até pessoas saudáveis sofrem com a hiperidrose. Basta o sistema nervoso enviar estímulos demais às glândulas que produzem suor. A maioria delas está nas axilas, mãos e pés.

Hiperidrose: Suor Excessivo nas Axilas (Como evitar)

Dicas para melhorar a qualidade de vida de quem tem hiperidrose

  • Beba muita água – 1,5L/2L por dia. Uma boa quantidade de líquidos proporciona um melhor funcionamento renal.
  • Ingira alimentos naturais, ricos em fibra, por exemplo: frutas, vegetais.
  • Tente não realizar com muita frequência refeições com muitos condimentos e/ou com molhos picantes; elas aquecem o corpo e ele responde com mais suor ainda.
  • Procure no supermercado, numa loja de cosmética ou até em algumas farmácias, produtos desodorizantes com propriedades bactericidas, evitando assim a libertação de odor.

Hiperidrose plantar – nos pés

Hiperidrose: Suor Excessivo nas Axilas (Como evitar)Cuidados com os pés

  • Enxugue bem os pés, ao sair do banho seque bem entre os dedos e na base dos pés, pois as bactérias podem se proliferar em locais úmidos;
  • Se o dia estiver quente, dê preferência aos sapatos abertos, assim a pele dos pés poderá respirar;
  • Procure trocar os sapatos todos os dias e o que utilizar no dia anterior deixe em local fresco e arejado;
  • Evite usar os sapatos de plástico, borracha ou materiais sintéticos, pois eles são completamente vedáveis, o que aumenta a proliferação de bactérias;
  • Para quem tem Hiperidrose Plantar, é preciso ter cuidado com os talcos para os pés, pois ao entrar em contato poderá virar uma pasta, prefira outras versões, como aerossol;
  • Dê preferência para as meias de algodão, esse tipo de tecido tem propriedades que conseguem absorver o suor e deixar que ele evapore.

Os cuidados com os pés podem evitar também o surgimento de frieiras, entre outras dermatites, caso perceba que algo está errado procure o auxílio de um médico.

Como tratar a hiperidrose?

Como em todas as doenças vai depender de caso a caso pois as intensidades variam muito. Os casos leves são considerados quando o suor não aparece todos os dias. Para eles é indicado o uso de pomadas e desodorantes antitranspirantes à base de cloreto de alumínio.

Eles evitam o suor porque tampam a saída das glândulas sudoríparas para a pele. Quando ele aparece todos os dias o caso é considerado moderado e é possível amenizar esses sintomas com remédios à base de oxibutinina.

Eles agem dentro das glândulas e reduzem a atividade desses órgãos. Nos casos graves o suor surge em graus mais elevados, deve-se recorrer a tratamentos com toxinas botulínicas, como o botox, ou a uma cirurgia, chamada de simpatectomia.

Botox para hiperidrose

O aplicado é aplicado nas áreas onde há maior concentração de suor. Depois, um anestésico é aplicado na região. Ela é mais indicada para quem tem suor excessivo na axila ou na região frontal, como a testa ou o couro cabeludo, do que em regiões de uso contínuo, como mãos e pés.

O procedimento é feito em clínicas de dermatologia e centros estéticos. A melhora é imediata, mas os efeitos são sentidos por completo a partir do quarto dia após a aplicação. O efeito da primeira aplicação dura de oito a 12 meses. A partir da segunda aplicação, esse tempo aumenta. Cada aplicação custa R$ 1.500, em média.

Simpatectomia –  Cirurgia para hiperidrose

Depois de cortar a pele da região,  o médico retira e queima as glândulas com defeito, para que não voltem a funcionar. A operação é simples, mas exige internação de pelo menos um dia, por causa da anestesia geral. Algumas instituições públicas, como os hospitais de clínicas e os universitários, fazem essa operação de graça, mas a espera pode durar meses. Após a cirurgia, existe o risco de o suor passar para outra área, mas a tendência é o corpo se ajustar e o problema desaparecer com o tempo. o custo é em torno de R$3.000,00.

Tratamentos caseiros para hiperidrose

Tomate para amenizar o odor e transpiração:

O tomate é uma ótima solução caseira para tirar o cheiro do suor do corpo. Amasse alguns tomates maduros até formar uma polpa de tomate natural e aplique nas axilas deixando atuar por 15 minutos.

Repita este processo por 2 vezes por semana.

Com uma mistura caseira é possível amenizar a transpiração excessiva:

Ingredientes:

  • 90 ml de água destilada;
  • 10 ml de álcool de cereais;
  • 15 gotas de óleo de tea tree;
  • 15 gotas de óleo cipreste;
  • 10 gotas de óleo de lavanda ou essência preferida;
  • 1 colher de café de bicarbonato de sódio;
  • 1 borrifador;

Modo de preparo:

  • Misture todos os ingredientes, coloque no borrifador e aplique nas axilas.

Receita caseira para combater suor nos Pés:

  • Coloque 1 litro de água morna em uma bacia
  • Junte 10 folhas de sálvia e deixe os pés de molho por 10 minutos.
  • Enxugue com água fria e seque bem.

Chás de ervas para hiperidrose

Chá de folhas de Nogueira
Ingredientes

  • 2 colheres de folhas de nogueira
  • ½ litro de água

Como preparar:

As folhas de nogueira têm propriedades antissépticas e adstringentes, que regulam o suor de forma natural. Para preparar um remédio caseiro, ferva as folhas durante cinco minutos. Deixe esfriar e use um algodão ou toalha macia embebida na mistura para passar nas mãos, axilas, pés e outras áreas afetadas. O mesmo pode ser feito com folhas de eucalipto.

Chá de Sálvia

A sálvia combate o suor excessivo e é fácil de encontrar no Brasil. Ferva duas colheres de folhas de sálvia em meio litro de água filtrada. Deixe esfriar, coe e beba duas vezes por dia (não mais do que isso).

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio tem uma infinidade de usos, da culinária à limpeza de casas. Também é muito usado como remédio. Você pode preparar uma pasta com uma colher de sopa de bicarbonato em um pouco de água. Passe a mistura nas axilas após o banho cerca de três vezes ao dia. Deixe agir por cinco minutos e enxágue.

Vinagre de maçã

Aplique vinagre de maçã nas axilas e deixe agir por 20 minutos para diminuir a sudorese. Após os 20 minutos, não se esqueça de enxaguar bem o local.

Outra receita: em jejum, beba 10 ml de vinagre de maçã dissolvidos em 20 ml de água filtrada. Espere meia hora antes de tomar o café da manhã. Lembrando que alguns alimentos podem intensificar a sudorese, como a pimenta (e todos os alimentos picantes) e os estimulantes do sistema circulatório, como o gengibre. Consuma com moderação.

Chá verde

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 4 saquinhos de chá verde

Modo de preparo

Prepare o chá normalmente, fervendo os saquinhos na água. Use a mistura, depois de fria, para lavar as mãos, pés, axilas e outras áreas do corpo afetadas (para aplicar no rosto, use um chumaço de algodão). O chá verde possui propriedades calmantes e adstringentes.

Dicas de sabonetes para quem tem hiperidrose

O ideal é você usar sabonetes com triclosan. É uma substância encontrada em desodorantes e sabonetes para combater as bactérias causadoras do mau cheiro. Vejam os sabonetes contendo triclosan:

Soapex

É o sabonete mais conhecido no tratamento contra a hiperidrose. O cheiro pode não agradar a todos, mas nada que um sabonete comum depois para mascarar.


Soapelle

Todo sabonete com triclosan tem um odor característico, mas o Soapelle consegue amenizar.


Dersab 

Também possui triclosan, garante a limpeza, além de eliminar impurezas da pele, diminuindo a oleosidade.


Neutrogerm

Idem, possui 0,5% de triclosan. Seus concorrentes Soapex e Soapelle contém 1%. Todos os três cumprem seu papel e a escolha é de sua preferência.

Depois de aprender mais sobre tratamento para hiperidrose, veja como manter sua pele protegida nesse verão, cuidados com os raios ultravioleta.

 

Recomendados para você: