553525-A-barriga-negativa-pode-oferecer-riscos-a-saúde.-Foto-divulgação

Para a mulherada que está na corrida pelo corrida pelo corpo perfeito não bastam mais os quilos perdidos e a definição das pernas e braços. Se os homens tem a “barriga tanquinho” como uma das grandes recompensas das horas passadas na academia, agora a galera feminina tem a “barriga negativa” como a grande meta, além do bumbum durinho. Se você está interessada nessa busca pela a barriga negativa, entenda o que é e como consegui-la.

O que é a barriga negativa?

O termo faz referência ao abdômen super malhado e sem uma mísera gordura sequer. Uma barriga tão magra que é voltada para dentro, deixando em destaque os ossos dos quadris e costelas. Ela virou moda quando a modelo sul-africana Candice Swanepoel postou uma foto de seu abdômen no Instagram.

Não demorou para que a foto fizesse sucesso e seu abdômen virasse o grande objetivo de muitas idas à academia e ao médico, além do grande incentivo para as fotos no espelho da academia, tão comuns atualmente na rede social.

Quem pode ter a barriga negativa?

A busca por essa nova moda levou muita gente para a academia e para os sites e blogs sobre dieta, mas é importante avisar que a barriga negativa não é para todo mundo. É preciso levar em consideração o biotipo de quem está interessada.

De acordo com Fadlo Fraige, endocrinologista do Hospital Beneficência Portuguesa em entrevista ao IG, alcançar esse efeito é possível para quem sempre foi magra e de preferência tem a família com essa mesma tendência. Para ele, as mulheres com mais curvas pode ser pouco provável que a empreitada faça esse efeito, pois para obter aquela curvatura do abdómen seria preciso diminuir muita gordura e até mesmo perder massa muscular. Já para quem tem o biotipo citado acima é possível ter esse abdômen e manter a saúde: um foco que jamais pode ser esquecido.

Quais são os riscos?

Esse novo ideal de beleza também chama a atenção pelos riscos e pela desconfiança de médicos. Além de ressaltar que nem todo mundo pode alcançar a barriga negativa, especialistas alertam para riscos decorrentes de um baixo índice de gordura. No caso da barriga negativa estima-se que esse índice esteja abaixo dos 16%, o que é considerado próximo da desnutrição.

barriga-negativa1

Também é falada sobre a possibilidade do desenvolvimento de distúrbios alimentares, decorrentes de uma busca obsessiva de padrões inalcançáveis de beleza.

Barriga Negativa – Como conseguir?

Se mesmo com os alertas, você ainda deseja esse físico, é importante fazê-lo com saúde. Portanto, nada de ultrapassar limites: o que é possível fazer é praticar exercícios aeróbicos com mais intensidade e tratar da alimentação de uma forma balanceada. Tudo isso sob supervisão profissional adequada. Lembre-se da regra de ouro: a saúde é mais importante que a vaidade. Siga as orientações de profissionais e cuide-se!