Não sei  qual a experiência que as leitoras já tiveram com viagens com hospedagem em hostel, mas eu posso dizer que já tive algumas muito boas. Não lembro de já ter errado muito na escolha da hospedagem econômica mas lembro de ter ficado muito feliz pela economia feita, especialmente quando chegamos ao destino e comparamos com preços de hotéis da mesma região. Essa diferença é gritante em alguns lugares, especialmente em opções próximas a pontos turísticos muito disputados.

Quem se hospeda em hostel atualmente?

Já foi o tempo em que os albergues eram opções restritas aos mochileiros, viajantes jovens que não faziam questão de conforto desde que a hospedagem fosse barata. Hoje em dia quase todo mundo tem uma historinha de  hostel para contar e geralmente essas histórias são muito divertidas. A escolha pelo hostel tem muito a ver com a personalidade do viajante, especialmente aquele que viaja sozinho e adora ter alguém para conversar no final do dia ou dividir custos de passeios com os outros hóspedes.

Vantagens do hostel além do preço

Na recepção do hostel você descobre inúmeras alternativas de entretenimento, essas do tipo que não estão em nenhum guia de viagens. Elas são sugestões das pessoas que trabalham ali no estabelecimento e somadas às experiências de outros hóspedes que estiveram ali antes de você. Como se formasse uma rede de opções partindo dos usuários, muito diferente das sugestões encontradas em balcões de hotéis, onde a maioria dos recepcionistas ganham comissões por indicação.

Na recepção também você já pode se informar sobre outros hóspedes que querem fazer o mesmo programa que você e estão sem companhia.  Seja uma trilha para algum praia mais longe ou dividir o uber para uma balada, o pessoal que trabalha em hostel fica super feliz em juntar os hóspedes que viajam sozinhos em pequenos grupos. Daí que surgem histórias incríveis de gente que viajou sozinho e voltou com duzentos amigos a mais no seu Facebook.

Dicas para escolher um hostel bom e barato: A localização

Quando penso em dicas para as leitoras escolherem um bom hostel não tenho como começar pelo essencial de uma hospedagem incrível: A localização. Para identificar uma boa localização é necessário chegar a uma conclusão sobre o que você deseja fazer nessa cidade que está visitando e só assim as ideias.

Se você se interessa por passar o dia inteiro na praia, vale muito a pena se hospedar em um hostel próximo a praia. Assim você diminui os custos de transporte e faz esse trajeto de dia e a pé mesmo. Pense também na segurança do percurso. Em algumas cidades ir à praia de dia é super tranquilo e com bastante movimento, mas a área pode ser bastante deserta a noite e te deixar com poucas opções se não puder usar transporte público.

Caso sua ideia de diversão seja dormir o dia inteiro e aproveitar ao máximo as opções noturnas da cidade pense em ficar em um hostel em que você consiga descansar no período diurno e se locomover bem a noite. Talvez ficar bem no centro da área boêmia ( como na Lapa, no Rio, na Vila Madalena em São Paulo ou na Cidade baixa em Porto alegre) onde você fique já no ” olho do furacão ” seja a melhor opção. Quando cansar ou quando a festa acabar não precisa se preocupar com o trajeto de volta.

Dicas para escolher um hostel bom e barato: Tipo de hostel

Se você quer se hospedar em um hostel apenas para economizar não procure opções de hostel cheios de festas e eventos. Você acaba se incomodando com toda a movimentação e essa não é a sua praia, certo? Existem muitos tipos de hostels hoje em dia, mas cada um ainda guarda algumas peculiaridades. Por exemplo, existem redes de hostels enormes que ocupam prédios inteiros, grande rotatividade de hóspedes e funcionários e isso deixa sua hospedagem mais impessoal. Se isso não faz diferença para você e esse tipo de acomodação atende às suas necessidades faça sua reserva sem medo de errar.

Por outro lado existem hostels que funcionam na própria casa do dono e você fica se sentindo um amigo hospedado na casa dele. Eu, que não sou muito de papear quando não estou a fim, não curto tanta aproximação, embora goste dos hostels com festas. No último que fiquei os donos moravam atrás e tínhamos que conversar todas as vezes que saíamos ou chegávamos. Acho isso chatíssimo. Mas talvez a chata seja eu. Haha

Dicas para escolher um hostel bom e barato: Café da manhã incluso?

Outro ponto que deve ser levado em consideração na hora de escolher um hostel é que ele  tenha café da manhã incluído na diária. Hoje em dia é mais comum achar hostels que tenham o café da manhã incluído na diária, antigamente não tinha. Faça a comparação dos preços entre os que têm e os que não têm e veja até que valor de diferença valerá a pena esse conforto. Por exemplo, se a diferença for de mais de R$30,00 é melhor escolher uma padaria próxima e tomar o café na saída para a praia por exemplo. Por outro lado se você acorda meio-dia depois de muita festa vai pagar o café à toa, poderia economizar essa grana para a coca-cola da ressaquinha no meio da tarde.

Dicas para escolher um hostel bom e barato: Como achar um hostel?

Para escolher um bom hostel na cidade que você planejou conhecer veja as indicações dos sites Booking.com e Trip advisor. Ali vai ter tudo que você precisa para decidir porque as avaliações são feitas pelos viajantes e é da cultura dos viajantes que usam hostel fazer avaliações sinceras após usar esse serviço. Lá você verá se o hostel atende bem os requisitos de limpeza, proximidade com os locais mais badalados, se oferecem algo a mais do que está descrito no site, destacam sempre pontos que você não tinha pensado antes como uma vantagem, como por exemplo tamanho dos lockers ( armários para guardar as malas enquanto você passeia ) .

Dicas para escolher um hostel bom e barato: Quartos compartilhados

Você dividirá seu quarto com outras pessoas e essa pode ser uma experiência fantástica ou horrível. Se você é tranquilo, não liga para alguém chegando e fazendo algum barulho depois que você está dormindo, ou até mesmo um ronquinho, os espaços compartilhados dos hotels são pra você. Os quartos compartilhados – divididos por sexo ou mistos –  sempre são as opções mais baratas e você economiza muito dessa forma. Já aconteceu de pegar um quarto compartilhado só que vazio, que é a mesma coisa que ter um quartão somente para você.

Dicas para escolher um hostel bom e barato: Cozinha compartilhada ajuda a economizar

Falando em economia é comum ter no hostel uma cozinha compartilhada onde você pode preparar ou esquentar refeições compradas no comércio local.  Sabemos que conhecer a culinária local faz parte da viagem mas nem sempre fica viável fazer todas as refeições nos restaurantes da cidade. Compre pão integral, frios, suco e faça seus lanches na cozinha aproveitando o momento para bater aquele papo com o pessoal hospedado e pedir dicas de passeios.

Dicas para escolher um hostel bom e barato: Todos os gostos e bolsos

Como disse ao longo de todo post a hospedagem econômica dos hostels se modernizou muito e hoje você encontra verdadeiros hostels de luxo à  disposição. Tem também os hostels temáticos onde você encontra muita personalidade na decoração que nem de longe lembram aqueles quartos com beliches de madeiras um ao lado do outro. Pesquise e procure um que tenha a ver com a sua ideia de viagem ideal.

Hospede-se em hostel  e não vai se arrepender!