Seu cabelo está caindo além do normal? Então o Minoxidil pode ser a solução. (Foto: Divulgação)

Você conhece os efeitos colaterais do Minoxidil? Esse produto combate a calvície, por isso vem sendo muito utilizado por quem deseja conter a queda dos fios. Sua fórmula é indicada para as pessoas que possuem tendência genética ou que já abusaram muito de tratamentos químicos, como coloração e alisamento.

Encontrado em farmácias e drogarias, o Minoxidil é um famoso vasodilatador que estimula a circulação sanguínea do couro cabeludo e das demais regiões onde é aplicado. Além de estimular o crescimento de cabelo, o fármaco também atua no crescimento das sobrancelhas.

Seu cabelo está caindo além do normal? Então o Minoxidil pode ser a solução. (Foto: Divulgação)
Seu cabelo está caindo além do normal? Então o Minoxidil pode ser a solução. (Foto: Divulgação)

Quando foi descoberto, ainda na década de 60, o Minoxidil era utilizado apenas no tratamento da hipertensão arterial. No entanto, as pessoas começaram a perceber que o remédio também estimulava o crescimento de cabelo e outros pelos do corpo. Não demorou muito pra que o produto ganhasse relevância no combate à calvície.

Existem dois tipos de Minoxidil disponíveis à venda no mercado, que variam com relação a concentração da fórmula: são eles 2% e 5%. O medicamento pode, ainda, ser encontrado na forma de loção (pronta para aplicar diretamente no couro cabeludo) ou na forma de comprimido (uso oral).

 Efeitos colaterais do Minoxidil

Antes de iniciar o tratamento com Minoxidil, é muito importante conhecer os efeitos colaterais. Confira:

Crescimento de pelos em lugares indesejados

O Minoxidil é um poderoso aliado contra a calvície, mas também estimula o crescimento de pelos em outros lugares do corpo.  Uma mulher que faz uso do produto, por exemplo, pode sofrer com o aparecimento de pelos no rosto.

Efeitos colaterais do Minoxidil 3

Perda de cabelo nas primeiras semanas

O remédio tem o papel de agir contra a calvície, no entanto, nas primeiras semanas, é comum ocorrer a queda mais intensa dos fios. Esse efeito colateral acontece porque o Minoxidil primeiro induz o processo de eflúvio telógeno para posteriormente estimular o crescimento de novos fios.

Coceira

Na medida em que novos fios crescem, existe a possibilidade de sofrer com coceira no couro cabeludo. Por mais que a comichão incomode, é importante não coçar tanto para não irritar a região ou deixá-la sensível.

Efeitos colaterais do Minoxidil 2

Oleosidade capilar

Quem faz tratamento com Minoxidil também precisa lidar com a oleosidade capilar. O cabelo fica mais oleoso devido à estimulação das glândulas sebáceas, que, por sua vez, produzem sebo.

Taquicardia e dores

Quando acontece uma superdosagem do remédio, é comum sofrer com taquicardia, ou seja, palpitações no coração. Em alguns casos, também surgem dores no tórax e dores de cabeça.

Caspa

A produção excessiva de sebo também contribui com o surgimento de caspas no couro cabeludo. Essas escamas são difíceis de controlar e deixam a cabeça repleta de floquinhos brancos.

Efeitos colaterais do Minoxidil 5

A lista de efeitos colaterais do Minoxidil não para por aí. O remédio também pode causar vertigem, suor nas mãos e nos pés, fraqueza e até mesmo impotência sexual (no caso dos homens).

Para evitar tantos efeitos colaterais, as mulheres devem utilizar o Minoxidil 2%. Esse medicamento não é tão forte quanto o 5%, mas mesmo assim ajuda a tratar a calvície feminina. O medicamento pode ser encontrado nas farmácias de todo o Brasil, sendo que o preço varia de R$ 25 a 140.