cabelo-alisado-cai-mais002

A pergunta que não quer calar: Cabelo com alisamento cai mais? Em busca do que julgam ser o cabelo perfeito, muitas mulheres se dedicam a tentar deixar seus fios lisos. Muitas não medem esforços e nem química para alcançar o liso perfeito.  O problema é que isso deixa margem para dúvidas que podem fazer diferença na saúde dos cabelos.

Um dos medos que rondam a cabeça de quem faz alisamento é: cabelos quimicamente alisados caem mais? Então, vamos responder:

cabelo-alisado-cai-mais001

Cabelo com alisamento cai mais?

Não necessariamente.  A química do alisamento age apenas nos fios e não em sua raiz. Não ocorre queda ou enfraquecimento do fio capilar se o intervalo de retoques for respeitado, se o produto for compatível com o seu cabelo e com químicas realizadas anteriormente e, claro, quando ele é utilizado corretamente.

Segundo matéria do Vila Mulher o que pode acontecer é o enfraquecimento da haste do cabelo, o que tem como resultado fios ressecados, mais fracos e com ponta dupla, apresentando maior tendência a quebra, quando o fio se parte.

cabelo-alisado-cai-mais002

Esse processo é inerente a qualquer processo químico, seja alisamento, cacheamento, tintura ou outros. Já a queda acontece por questões internas: fim do ciclo de vida do fio, problemas hormonais e até a idade. Ou seja: maior tendência a queda ele não tem, mas pode ocorrer maior risco de quebra. Resolver isso depende apenas de você.

Como evitar a quebra dos fios?

Algumas dicas ajudam (e muito!) a diminuir a possibilidade de danos que o alisamento pode causar. E são dicas bem simples:

cabelo-alisado-cai-mais003

Procure um profissional de confiança

Ao invés de levar somente o preço em conta, procure um cabeleireiro de confiança. Esse é o primeiro passo para garantir que o processo vai dar certo.

Leve em consideração o passado do seu cabelo

Sabe aquela frase “o passado te condena”? Então, pode ocorrer a mesma coisa se você tentar um alisamento sem levar em conta o passado químico dos fios.  Caso a química de um tratamento anterior seja incompatível com a do alisamento, pode acontecer a quebra do fio capilar e isso é tudo o que queremos evitar.

cabelo-alisado-cai-mais004

Por isso mesmo, fale sobre o histórico químico do cabelo para o cabeleireiro: desse modo ele poderá optar pelo tratamento com menos risco de oferecer danos.

Seja paciente

Se o seu cabelo tem alguma química anterior, o alisamento deve ser feito somente respeitando o tempo de retoque, que é entre três e seis meses.

No caso das tinturas, é preciso pelo menos 30 dias de intervalo entre um procedimento e outro. Processos como tintura exigem tempo de intervalo adequado, produtos específicos e cuidados especiais.

Leia (e respeite) o rótulo:

Caso você faça o alisamento em casa, leia todas as indicações do produto e siga exatamente o que ele manda especialmente quanto a quantidades e tempo no cabelo. Desse modo os riscos são minimizados.

cabelo-alisado-cai-mais006

Faça o teste da mecha

As instruções para uso de tintura e produtos para alisamento indicam a necessidade do teste de mecha. Ele é feito para testar problemas como alergia e incompatibilidade química, portanto, pode poupar tempo, dinheiro e emocional já que esse é um assunto que causa muito desespero quando algo dá errado.