problema-de-audição

Você acha que o seu filho pode estar sofrendo com algum tipo de problema de audição? Veja como identificar possíveis problemas!

Só de fazer a busca pelas fotos para deixar o post mais bonito eu já fiquei pensando nessas criancinhas. Estamos acostumados a lidar com a perda da audição em pessoas idosas e nunca penso em como as crianças começam a sentir essa deficiência. Depois que fiz o curso de Libras na faculdade, não tem muito tempo, comecei a me dar conta da surdez que começa na infância e progride deixando a pessoa sem nenhuma audição ou aquela que surge e deixa a criança em um mundinho isolado sem as tantas alegrias da infância.

surdo-3-tt-width-660-height-300-bgcolor-FFFFFF
Só no nosso país, três em cada mil crianças possuem algum tipo de deficiência auditiva. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 1,5% da população nos países subdesenvolvidos é surda. Sendo assim, não é tão raro e os pais devem ficar atentos tanto para os primeiros sinais tanto para realizar o exame que identifica o problema ainda nos primeiros dias de vida do bebê.

Problema de audição em crianças

O seu filho ou qualquer outro recém-nascido pode apresentar um problema auditivo ou adquiri-lo nos primeiros anos de vida, mesmo que não haja caso de surdez na família ou fatores de risco aparentes, como no caso de mães que tiveram rubéola durante a gravidez. Não é necessariamente genético e por conta disso podemos não nos dar conta nos primeiros sinais de que a audição está prejudicada, espero de coração que esse post ajude alguém a identificar esses sinais, a fazer o exame e tratar logo no início. A deficiência auditiva, se não for tratada adequadamente, pode acarretar em problemas na fala, alfabetização e sociabilidade.

RTEmagicC_Ouvido2.jpg


Detectar problema de audição o quanto antes

É aquela história, quanto mais cedo for detectada menos estragos foram feitos e as dificuldades na comunicação oral e até o risco da criança ficar muda podem ser evitados. Um dos principais problemas no diagnóstico tardio é o desenvolvimento da fala. Isso porque a criança aprende a falar ouvindo, portanto, a fala é prejudicada devido à falta de estímulo pela audição. Quando é feito bem cedinho a criança poderá falar e se inserir no mundo dos " ouvintes " de forma a sentir menos essa distância.

pediatra-examinando-a-orelha-do-bebe-foto-lisa-eastmanshutterstockcom-0000000000016553

Teste da orelhinha para identificar problema de audição

O " teste da orelhinha " é o que detecta os níveis da audição das crianças e o exame é extremamente importante, principalmente para os bebês que permanecem nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) após o nascimento, devido ao barulho constante do ambiente e dos equipamentos existentes no local. Já pensaram nisso? Se os barulhos incomodam a gente eles incomodam muito mais os bebês que ficam tanto tempo expostos a eles.
Outro fator que causa otite e elas ( e as vezes não levamos a sérios na gente depois de adultos ),  que são as infecções no ouvido desenvolvidas pelo acúmulo de líquido no sistema auditivo, se acontecerem repetidamente, podem ser prejudiciais para o ouvido sensível das crianças.


Cuidado com o som alto perto do bebê

Além dessas causas existem outras como traumas ou exposição constante à poluição sonora também podem prejudicar o sistema auditivo dos pequenos. Ruídos muito fortes, como as bombinhas de festa junina, por exemplo, também podem levar a perdas auditivas parciais ou totais. Fique atento também ao som da TV perto do bebê e outras fontes sonoras que no volume alto podem prejudicar mesmo a audição da criança.

como-lidar-com-perda-auditiva-do-filho3


Como identificar  um problema de audição em crianças?

Eles nem sempre são tão fáceis de serem identificados. É comum que pais e responsáveis acreditem que os sinais são claros e têm total relação com os ouvidos, mas é possível que os indícios sejam inesperados e surjam de um jeito que você nunca imaginou. Entre os exemplos estão o desempenho na escola e até mesmo o fato de fazer xixi na cama. Fique ligado nos sinais para ajudar melhor o seu filho:

como-lidar-com-perda-auditiva-do-filho


Sinais de problema de audição

A criança evita convívio com os amigos – Normalmente, as crianças que apresentam algum problema no ouvido tendem ao isolamento e optam por não brincar com outras crianças. Eles não entendem o que está acontecendo, as regras da brincadeira e se isolam. Pode ser confundido com síndromes.

Baixo desempenho escolar – O bom funcionamento do ouvido é essencial para que os pequenos consigam assimilar e se relacionar com as informações de ambientes distintos. Assim, pode-se entender por que o desempenho nas tarefas da rotina pode ser comprometido. Eu descobri que não enxergava bem quando a turma inteira levantou de uma prova de inglês na quinta-série e eu fiquei lá sentada porque não vi as perguntas no quadro. É na escola que as coisas acontecem.

audicao619

Faz xixi na cama – Algumas crianças que demonstram tontura por problemas no labirinto acabam fazendo xixi na cama devido ao receio de levantar para ir ao banheiro durante a noite. Não critique, investigue bem.

audicao-1


Desatenção – As crianças que possuem tontura podem parecer desatentas, porque se esforçam para procurar uma posição mais confortável para suavizar o problema.

aparelho-audivito-aparelhos-auditivos-como-saber-se-seu-filho-tem-perda-auditiva


Hiperatividade – De acordo com a médica, a hiperatividade é típica de crianças que não conseguem se ajeitar numa posição confortável e segura, por isso estão sempre se mexendo em busca disso. Se mexer demais e de forma angustiada pode ser indício de perda da audição.

31072015_audicao-2-735x400_c

Tem medo de altura – Este sinal pode ser decorrente de problemas do equilíbrio, porque a criança tenta sempre achar e ficar em posições que lhe dão maior sensação de equilíbrio.

Não gosta de colo – Semelhante ao caso acima, além disso, o colo chacoalhando ou virando para os lados compromete a estabilidade da criança.

Não gosta de brincadeiras de girar, subir e descer – Este sintoma é como os dois sinais anteriores, pois a criança pode não se sentir em equilíbrio nesta situação. As brincadeiras de girar estimulam o labirinto e dão mais tontura, assim como a altura.

Não obedece algumas ordens – Se as crianças não respondem as solicitações dos pais ou professores, podem possuir zumbido no ouvido ou até mesmo certo grau de perda auditiva.
Reclama de barulhos mesmo baixos – A hipersensibilidade auditiva nas crianças é mais usual do que se pensa.

14-sinais-que-seu-filho-da-de-que-ele-tem-algum-problema-de-audicao2

Não reage a barulhos fortes – Este é um dos sinais decorrentes da perda auditiva na idade escolar. Se a criança não reage a barulhos altos, é um indício de problemas na audição. Não leva sustos, comuns nas brincadeiras de crianças.

Pede para aumentar o som com frequência – Outro sintoma que pode aparecer no estágio em que a criança frequenta a escola, também é sinal de que algum problema no ouvido está impedindo que ela ouça no volume normal. Nos desenhos favoritos, por exemplo.

Mostra dificuldade na alfabetização ou no aprendizado em geral – Este indício é também decorrente do problema no estágio escolar.Mesmo perdas leves ou em um ouvido só, como as crianças que têm sequência de otites, por exemplo, podem apresentar dificuldade de aprendizagem. Isso porque o cérebro é muito ávido por informações e a perda auditiva diminui a quantidade de informação que chega ao cérebro pelos ouvidos.

14-sinais-que-seu-filho-da-de-que-ele-tem-algum-problema-de-audicao

Troca fonemas na escrita – Exatamente como na situação anterior, este sinal acontece porque o problema de perda da audição reduz o quanto de informação alcança o cérebro por meio dos ouvidos. Esse sintoma é de fácil percepção mas já acontece em um momento avançado. Tente reconhecer antes que ele comece a trocar.

Fico por aqui hoje e espero ter ajudado aos pais que buscam por informações de como lidar com o início da perda da audição dos seus filhos.