Cuide-se dos mosquitos na gravidez 3

Cuide-se dos mosquitos na gravidez. O Zika Vírus tem deixado muitas gestantes em pânico, devido a sua relação com os casos de microcefalia. A melhor forma de prevenir a doença é combatendo a proliferação do mosquito transmissor.

O Zika Vírus é uma espécie de infecção transmitida pelo Aedes Aegypti, o mesmo mosquito responsável pela dengue e febre Chikungunya. A enfermidade apareceu pela primeira vez na década de 40, na África. No entanto, nos últimos meses, o Zika tem se revelado uma epidemia, especialmente na região Nordeste do Brasil.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 9

Ao ser infectada pelo Zika Vírus, a pessoa apresenta sintomas bem mais leves do que os da dengue. A doença se manifesta através de febre baixa, dor de cabeça, dor nas articulações e erupções cutâneas que causam coceira. Em alguns casos, a infecção é assintomática e torna o diagnóstico ainda mais difícil.

Até o momento, o vírus da Zika circula por 20 estados brasileiros, sendo que as localidades com maior incidência são: Paraíba, Bahia, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas e Rio de Janeiro.

Relação entre Zika Vírus e Microcefalia

O Ministério da Saúde já confirmou que existe uma relação entre o Zika Vírus e o aumento de casos de microcefalia no Brasil. Para quem não sabe, um bebê microcefálico nasce com o cérebro menor do que o tamanho normal, por isso acaba enfrentando problemas de desenvolvimento por toda a vida.

Em um levantamento divulgado no mês de janeiro de 2016, o Ministério da Saúde revelou que o número de casos de microcefalia no Brasil subiu para 3.893. No final do mês de outubro de 2015, 224 casos da condição neurológica foram associados à infecção por Zika Vírus.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez

A suspeita de que o Zika Vírus esteja causando microcefalia surgiu porque os pesquisadores encontraram o vírus no líquido amniótico que envolve o bebê, bem como no líquido cefalorraquidiano, situado no sistema nervoso do recém-nascido. A infecção pode desencadear ruídos no desenvolvimento cerebral do feto, assim como a toxoplasmose.

Muitas pesquisas estão sendo realizadas para comprovar ou não a relação entre Zika Vírus e microcefalia. Existem outras teorias sobre o aumento de casos de bebês com má formação no cérebro. Há quem diga que a culpa é de um mosquito geneticamente modificado ou da vacina contra rubéola.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 1

Como se proteger contra o mosquito?

Para evitar o Zika Vírus, as grávidas devem adotar algumas medidas preventivas que combatem o mosquito transmissor. Confira:

Não deixe água parada

A melhor forma de combater a transmissão do mosquito é evitando o acúmulo de água parada em casa (habitat perfeito para a fêmea depositar os seus ovos). Portanto, limpe o quintal diariamente, evitando o acúmulo de pneus, garrafas e recipientes vazios que podem acumular água da chuva. Evite também água parada nos vasos de planta, canos, calhas, caixa d’água e no reservatório de água da geladeira.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 6

Use telas nas janelas

Em pleno verão, fica complicado manter a casa toda fechada para evitar a entrada do Aedes Aegypti. Uma estratégia interessante é instalar telas mosquiteiras nas janelas e nas portas da residência. Dessa forma, é possível evitar a invasão dos mosquitos sem prejudicar a ventilação dentro da residência.

Atenção na hora de escolher as roupas

É importante tomar muito cuidado com as roupas que são usadas no dia-a-dia. As peças com cores escuras costumam atrair o mosquito, por isso devem ser evitadas pela gestante. Também vale a pena dar preferência as blusas de manga comprida e calças longas, que cobrem ao máximo o corpo e evitam o contato direito com o Aedes Aegypti. Para tornar o calor mais suportável, a mulher grávida deve montar o look com tecidos leves e naturais, como é o caso do algodão.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 8

Aplique repelente no corpo

A aplicação de repelente, em creme ou spray, deve acontecer em todo o corpo, no mínimo três vezes por dia. As regiões que ficam à mostra merecem uma atenção especial, como é o caso dos braços e das pernas.

Algumas gestantes optam pelo repelente caseiro. Para prepará-lo, basta deixar os cravos-da-índia de molho no álcool por quatro dias e, após isso, misturar o líquido com um óleo bem suave.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 4

Use repelentes na casa

A casa pode ficar protegida contra o mosquito transmissor, basta acender algumas velas ou aplicar óleos essenciais durante a limpeza. As fragrâncias que repelem o Aedes Aegypti são: citronela, eucalipto e cravo.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 5

Cuidado com as viagens

Durante os nove meses de gestação, a mulher deve evitar fazer viagens para as regiões do Brasil com casos de Zika Vírus. Pernambuco, Bahia, Paraíba e até mesmo o Rio de Janeiro devem ficar de fora do roteiro.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 2

Não use perfumes fortes

Já está comprovado que as fragrâncias adocicadas e florais atraem mosquitos, portanto, elas devem ser evitadas pela gestante. A atenção é recomendada não apenas para as colônias, mas também shampoos, sabonetes e cremes hidratantes. Os aromas mais recomendados são: capim-limão, cravo, lavanda e citronela.

Mobilize os vizinhos

Não adianta eliminar a água parada apenas da sua casa. O ideal é mobilizar toda a vizinhança para combater a proliferação do mosquito transmissor do Zika Vírus. Faça uma reunião e explique aos vizinhos sobre os cuidados necessários.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez 7

Instale um mosquiteiro na cama

O mosquito Aedes Aegypti não costuma atacar durante à noite, mas gosta de picar as pessoas logo pela manhã, nas primeiras horas do dia. Uma forma de prevenir isso é instalando um mosqueteiro na cama.

Cuide-se dos mosquitos na gravidez: Atenção!

As formas de transmissão do Zika Vírus ainda estão em fase de estudo. Contudo, alguns especialistas já levantaram a hipótese de que o vírus pode ser transmitido através de saliva, urina, sêmen, sangue e leite materno. Portanto, a mulher grávida deve redobrar os cuidados na hora de beijar, compartilhar talheres, usar o banheiro ou se relacionar sexualmente.

Adote as medidas preventivas e combata o mosquito transmissor do Zika Vírus. Tomando os devidos cuidados, você não será picada pelo Aedes Aegypti e, portanto, o bebê não terá risco de nascer com má formação.

Recomendados para você: