cuidados-com-a-pele-na-gravidez-5

Todo cuidado com a pele durante a gestação é pouco porque ela traz muitas mudanças no corpo da mulher sendo que algumas são visíveis e outras não. Algumas das alterações que ocorrem na pele durante a gestação alergias, irritação, ressecamento e manchas na pele são apenas algumas dessas transformações. Mesmo sendo alterações normais e que muitas vezes desaparecem depois do parto, elas podem ser motivo de angústia para muitas gestantes.
Alterações na pele provocadas pela gravidez

Com tantas mudanças que ocorrem no corpo da mulher com a gravidez, a pele também sente os efeitos. Umas ficam mais oleosas, outras ressecadas. Por isso, as futuras mamães precisam redobrar os cuidados com a pele durante a gravidez.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-2

Alergias provocadas pela gravidez

Alergias? Mas como assim? Alergia a que se você está fazendo tudo que sempre fez bem certinho? Como tratar sem prejudicar o bebê em formação? Calma! As alergias mais comuns devem-se a alguns alimentos ou a bijuterias. Também pode ser causada por desodorantes, perfumes e cosméticos. É recomendável que a grávida use sabonetes neutros e hidratantes sem perfumes. Com essas mudança pequena de hábitos a situação deve se normalizar.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-9

Acne provocada pela gravidez

Algumas mulheres grávidas têm  a acne e erupções  mais evidentes, já reparou Isso ocorre porque a pele pode ficar mais oleosa e propensa ao surgimento dela. É importante lavar o rosto duas vezes ao dia, preferencialmente pela manhã e à noite, com sabonete de ph neutro. Os sabonetes comuns podem irritar a pele e devem ser evitados. Quando usados em pele oleosa tendem a estimular a glândula a produzir mais gordura. No caso de peles secas, eles aumentam de forma considerável o ressecamento. Falando em  temperatura da água, ela deve ser de morna a fria para não retirar a oleosidade natural da pele.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-4

Manchas na pele provocadas pela gravidez

Mas estamos chegando ao pior pesadelo da grávida que são as terríveis manchas de gravidez, o melasma. Elas são inevitáveis? Será que ficam pra sempre? O drama não é à toa não, elas surgem durante a gravidez de 75 a 90% das mulheres e isso ocorre pelo aumento dos hormônios femininos típicos e esperados nessa fase.

Geralmente, aparecem nos três primeiros meses da gravidez e se acentuam no final. Não são permanentes, mas podem demorar até dois anos para sumir, dependendo da profundidade do melasma. Algumas pessoas desenvolvem o melasma fora da gestação, principalmente, em por conta da exposição solar ao longo dos anos e por uma predisposição individual. E é importante ressaltar que o uso de anticoncepcionais também pode estimular o aparecimento de melasma.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-7

Tudo sobre manchas na gravidez

Na  maioria das vezes o melasma surge na região das bochechas, testa e região supralabial. Durante a gestação é possível usar o filtro solar e alguns clareadores mais suaves, como o ácido azelaico. Já após a gestação, podem ser utilizados os medicamentos clareadores mais potentes, como os ácidos glicólico e retinoico, a hidroquinona, antioxidantes orais e diversos peelings químicos, como os de cosmelan e dermamelan..

Nos casos mais difíceis e quando não for possível o clareamento apenas com as medicações, pode ser utilizado o Laser Spectra, que tem um protocolo próprio para clareamento do melasma em 12 sessões semanais. É importante ressaltar que, após o tratamento, o melasma precisa de manutenção e proteção solar contínua, pois pode voltar a escurecer com a exposição solar. Nem todos os pacientes respondem completamente ao tratamento, mesmo com o laser.

Para quem ainda não tem manchas na pele, a orientação principal é evitar a exposição solar, fazendo uso regular de protetores solares com fator de proteção FPS 30 ou superior. Quando possível, evite o uso de anticoncepcionais ou outros hormônios estrogênicos e progestagênicos, o que ajuda a evitar a piora de muitos casos.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-10

Estrias provocadas pela gravidez

Outra marca na pele típica da gravidez são as estrias. Essas marcas são mais comuns no abdômen, coxas e mamas. Isso ocorre por conta do esticar  da pele, que ocorre muito rapidamente nos meses da gestação.  As estrias não desaparecem depois do parto, infelizmente. Para evitá-las, a gestante deve manter o peso adequado durante a gravidez, sem engordar exageradamente, e usar cremes hidratantes com vitaminas A e D. Os óleos de rosa mosqueta, silicone e de amêndoas precisam ser usados em alta concentração. Não tem jeito, tem que cuidar e muito!

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-8

Tratamentos estéticos e a gravidez

Para não afetar a saúde do bebê, deve-se evitar o uso de aparelhos estéticos de alta frequência, produtos esfoliantes, peelings com ácidos e aplicação de toxina botulínica. De jeito nenhum, viu gurias? Não vale a pena! Outra coisa é que as grávidas devem optar por tratamentos que não utilizem ácidos, mas que mesmo assim sejam capazes de amenizar o problema da acne, desobstruir os poros e diminuir a produção de óleo e de sebo. Vá de prevenção de todas as formas possíveis ou deixe para tratar depois da amamentação.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-6

Aumento de peso na gravidez

Mesmo sendo natural ganhar peso na gravidez, é preciso ficar de olho na balança para não engordar demais. Coma alimentos ricos em vitamina C, que estimula a produção de colágeno e proteínas. A vitamina A, E, as frutas, legumes e verduras também estão na lista de alimentos recomendados. Evite as frituras, o excesso de sal e de doces.

Sintomas de gravidez – Descubra agora se está grávida

O que você não deve comer na gravidez

Cuide-se dos mosquitos na gravidez

Ressecamento da pele na gravidez

Algumas grávidas ficam com a pele seca. Neste caso, a recomendação é dar preferência para o banho com água morna para fria, sem usar muito sabonete e usar cremes que reforcem a hidratação da pele.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-3

Oleosidade da pele e a gravidez

Você sabia que o sexo do bebê pode influenciar na pele da gestante? Grávidas de meninos, por exemplo, tendem a ter a pele mais oleosa, isso porque as variações hormonais promovem mudanças. A oleosidade pode aumentar ou diminuir em diferentes partes do corpo e a tendência a pigmentação é muito maior. Por isso, manchas tendem a  se desenvolver, e se não forem tratadas, podem se tornar permanentes. Mas calma: há várias formas de prevenção para manter a pele bonita e saudável durante a gravidez e após o parto.

cuidados-com-a-pele-na-gravidez-1

Prevenção aos problemas da pele durante a gravidez

Procure seguir uma dieta saudável, que inclua vegetais e frutas. Os alimentos garantem a reposição de vitaminas e nutrientes que o corpo precisa não só para o desenvolvimento do bebê, como para a saúde e a beleza da mãe. Para ajudar na manutenção da aparência da pele, o médico pode aconselhar o uso de cremes e séruns com vitamina C.

Bom, espero ter ajudado a todas as futuras mamães em busca de informações precisas sobre problemas na pele causado pelas alterações hormonais. Priorize sempre a saúde do seu bebê e nós aqui do Muito chique te desejamos uma boa hora!