Baby feeds on MOM's breasts

Saiba mais sobre o colostro, uma substância fundamental para fortalecer o sistema imunológico do bebê e prevenir infecções. Conheça os seus nutrientes, os benefícios e a forma de produção. Assim que o bebê nasce, a mamãe se preocupa com a amamentação. O leite materno é um alimento natural, que contribui com o desenvolvimento da criança nos primeiros seis meses de vida. Ele fortalece a imunidade, reduz o risco de alergias, previne cólicas, desenvolve a arcada dentária e contribui com o desenvolvimento cognitivo. Antes das mamas produzirem leite, elas liberam uma outra substância muito importante para a saúde do recém-nascido, que recebe o nome de colostro.

Colostro Tire todas as suas dúvidas 1

Colostro

Em sua composição ele reune mais células de defesa do que o leite materno maduro. Portanto, ele consegue proteger o bebê de diversas bactérias e vírus. Se você ainda tem dúvidas sobre o colostro, então veja a seguir uma seleção com as perguntas e respostas mais frequentes.


O que é o colostro?

Trata-se de um líquido secretado pela mama e repleto de nutrientes, que sai dos seios da mamãe a partir do 4º mês de gestação. Ele é produzido em pequena quantidade, principalmente na primeira semana de vida do bebê. Nos três primeiros dias após o nascimento, a produção do colostro varia de 2 e 20ml.

Como é o colostro?

É um líquido com coloração amarelada, aspecto gorduroso e rico em calorias.

Qual a composição?

A secreção que antecede o leite materno contribui com a proteção e o desenvolvimento do recém-nascido, afinal, é rica em água, proteínas, carboidratos, leucócitos, vitaminas (A, E e K), minerais, entre outros compostos. A composição varia de uma mãe para outra, tudo depende da idade gestacional de nascimento do bebê, do peso e das doenças que ele pode desenvolver.

Colostro Tire todas as suas dúvidas 3


Veja também:

Qual a importância do colostro?

Nos seus primeiros dias de vida, o bebê deve ser amamentado com o colostro. Esse líquido, fácil de ser digerido, contribui com a maturidade do sistema gastrointestinal do recém-nascido, graças à ação anti-inflamatória e antimicrobiana. Funciona como a 1ª vacina do bebê, ele protege o recém-nascido de determinados problemas de saúde, como é o caso da diarreia e das alergias. Ele também aumenta o vínculo entre mãe e filho.

Colostro Tire todas as suas dúvidas 2

A ingestão do colostro pelo bebê faz com que o intestino amadureça e assim funcione de forma mais eficaz. A secreção estimula os movimentos intestinais e, consequentemente, a eliminação do mecônio (primeiras fezes). Ela também é essencial no controle das bactérias que se desenvolvem na região intestinal.


Qual a quantidade?

A quantidade de colostro produzida pela mãe varia de acordo com o tamanho do bebê. Isso mesmo! O organismo materno considera a capacidade gástrica do recém-nascido para assim liberar a secreção.

Qual a diferença entre colostro e leite?

Muitas mulheres ainda confundem o colostro com o leite materno, no entanto, os líquidos possuem características diferentes. Em geral, ele tem sabor salgado e uma coloração amarelada, que também parece aguada e transparente. Já o leite materno é branco e tem um aspecto mais grosso.

A composição também varia. O colostro contém mais proteínas, potássio e sódio, enquanto o leite materno é rico em carboidratos e gorduras. Ambos, no entanto, são fontes de vitaminas e minerais para o recém-nascido. Muitas mulheres acabam confundindo o primeiro leite com “leite fraco”, afinal, a secreção apresenta uma aparência amarelada, consistência rala e aspecto transparente. No entanto, os médicos alertam que não existe essa história de leite materno fraco.


Como extrair o colostro?

As mamães de primeira viagem não precisam se preocupar com a extração do leite, afinal, os bebês nascem com a capacidade de sugar a quantidade ideal. Não há motivos para apreensão e preocupação ao observar a secreção amarelada saindo pelos mamilos.

Colostro Tire todas as suas dúvidas 6


É ruim o colostro vazar antes do bebê nascer?

É absolutamente normal começar a vazar a partir do 4º mês de gestação. No final da gravidez, as mamas produzem esse líquido novamente, por isso as mamães não precisam se preocupar tanto. Para controlar o vazamento e não molhar a roupa, as gestantes devem usar absorventes no sutiã.

Colostro Tire todas as suas dúvidas 7

Como amamentar o bebê com colostro?

A amamentação deve acontecer de forma tranquila e prazerosa, tanto para a mãe quanto para o bebê. O ideal é amamentar a criança na primeira hora após o nascimento, pois assim será possível aproveitar a produção mais intensa de colostro.

O colostro está com sangue. É normal?

Quando o mamilo fica ressecado e rachado, é normal ele sagrar e assim interferir na aparência do colostro. Se tiver um pouco de sangue no líquido secretado pelas mamas não tem problema, o bebê pode inferir mesmo assim. De qualquer forma, vale à pena tomar alguns cuidados para combater as rachaduras.

Colostro Tire todas as suas dúvidas

As mamães devem evitar lavar os mamilos excessivamente. Também é essencial hidratar e lubrificar as aureolas. O uso de pomadas e cremes na região das mamas só pode acontecer com orientação médica.


Quando o leite materno desce e substitui o colostro?

Este primeiro leite é o único alimento do bebê nos três primeiros meses de vida. Quanto mais o recém-nascido suga, mais a produção do líquido é estimulada. A partir do quarto dia, o colostro é substituído pelo leite materno. Para que a amamentação aconteça sem dificuldades, é muito importante que a mamãe tenha uma alimentação saudável, beba bastante água e não fique nervosa.

Colostro Tire todas as suas dúvidas 8

O colostro é sinal de gravidez?

O colostro não é considerado sinal de gravidez. Muitas mulheres liberam uma secreção branca pelos mamilos após a estimulação proporcionada pelo contato íntimo. Agora você já sabe tudo sobre o primeiro leite materno e a sua importância para a saúde do bebê. Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário. Não se esqueça de conversar com o seu obstetra e pedir mais informações sobre amamentação.