alimentacao-mais-saudavel-revista-nova

Ter uma alimentação saudável é fundamental e uma das preocupações mais comuns dos dias de hoje é manter a saúde em dia. Afinal, em meio a tantos compromissos e obrigações diárias é necessário manter o pique, e muito disso pode ser solucionado através da alimentação.

Com a alimentação saudável é possível evitar diversos problemas de saúde e obter energia para encarar a rotina. Porém, como ter uma alimentação saudável em meio a tantas dicas, receitas e comentários sobre o assunto que nem sempre são de muita utilidade? Em meio a tantas modas é mesmo difícil saber o que é realmente indicado ou o que é puro comércio. Mas se você quer saber mais sobre o assunto, nós podemos ajudar:

Mitos sobre alimentação saudável

Antes de falar no assunto é importante também discutirmos quais são os mitos mais comuns e aqueles que estão mais em destaque a respeito do tema. Veja alguns deles:

Mito 1: Corpo magro significa corpo saudável

Guia-de-alimentação-saudável-001-2

Por mais que tentem vender esse mito, a verdade é que magreza ou o corpo “fitness” não necessariamente significa saúde. Saúde não é algo que pode ser medido por meio de aparência externa: pessoas acima do peso podem estar mais saudáveis do que alguém dentro do peso considerado padrão para sua idade e altura. Nesse caso, se você quer ter uma alimentação saudável, não necessariamente terá de alcançar o padrão fitness.

Mito 2: Glúten faz mal para o organismo e deve ser cortado do cardápio

Guia-de-alimentação-saudável-002

Muitas dietas da moda atualmente pregam que as pessoas risquem o glúten do cardápio. Porém a recomendação médica é deixar esses alimentos de lado caso a pessoa tenha intolerância ou sensibilidade a ele. Na prática, alguém que risca o glúten do cardápio sem indicação específica pode acabar privando o organismo de uma grande quantidade de alimentos e nutrientes importantes.

Mito 3: Carboidratos devem ser riscados do cardápio

Guia-de-alimentação-saudável-003

Quem quer emagrecer rápido ou adotar um estilo de vida mais saudável logo pensa em cortar o carboidrato. Porém, qualquer corte em grupos alimentares pode gerar carência no organismo e excessos em outro. Muitos alimentos, desde os saudáveis – como algumas frutas – até os temidos por quem faz dieta – aqueles doces maravilhosos da padaria, por exemplo – tem carboidratos em sua composição. Tudo o que você tem de fazer é certificar-se de que está ingerindo carboidratos de alimentos saudáveis e não de alimentos super calóricos.

Alimentação saudável

Agora que você já viu os mitos e erros mais comuns, veja agora algumas dicas que vão te ajudar a ter uma alimentação saudável:

Evite restrições alimentares drásticas

Riscar grupos alimentares inteiros de seu cardápio é um recurso comum para quem faz dietas de emergência, porém isso não é indicado. O organismo necessita de todos os grupos alimentares para funcionar de maneira adequada, e retirar um deles coloca o equilíbrio em risco.

Guia-de-alimentação-saudável-004

O primeiro passo para ter uma alimentação saudável e também o corpo que você sempre sonhou é escolher adequadamente os alimentos a serem consumidos. Você só deve fazer dietas restrivas se apresentar intolerância ou sensibilidade a alimentos específicos, e ainda assim sob supervisão médica.

Aprender a fazer escolhas corretas

Escolhas corretas são a chave da boa alimentação. Nosso corpo precisa de todos os grupos alimentares, e como alguns alimentos são mais calóricos e menos nutritivos que outros, é necessário escolher com cuidado. Grande parte dos alimentos tem uma versão mais leve, portanto leve isso em consideração na hora de fazer compras ou escolher o que colocar em seu prato.

Guia-de-alimentação-saudável-005

Isso não significa que você não possa comer aquele doce delicioso ou aquela pizza maravilhosa quando tiver vontade, porém você pode escolher alternativas mais saudáveis para os demais dias ou não exagerar.

Faça pelo menos cinco refeições diárias

Comer com mais frequência e em porções menores é mais eficiente para manter a saúde em dia do que evitar comer quando sente fome e exagerar na próxima refeição, para descontar. Isso diminui as chances de você atacar aquele fast-food na hora em que a fome apertar. Não é a toa que esse é um dos mandamentos de qualquer dieta séria.

Guia-de-alimentação-saudável-006

Se o seu dia for corrido, vale a pena carregar frutas picadas, barras de cereais sem chocolate ou biscoitos integrais para matar a fome entre as refeições. Caso prefira algo salgado, apele para sanduíches naturais, de preferência feito com pão integral, queijos leves como ricota ou cottage, e peito de peru ou frango.

Tome muita água

Beber água é fundamental para manter seu organismo funcionando numa boa. Ela ajuda a regular a temperatura do corpo, desintoxica, auxilia na absorção e transporte de nutrientes, no emagrecimento e  ainda por cima influencia na sua pele. Ou seja: benefícios para a saúde e para a vaidade.

Guia-de-alimentacao-saudavel-006

Na prática, a recomendação médica é de ingerir em média dois litros (equivalente a oito copos) diariamente.

Pegue leve com o sal

Comida com temperinho é bom, mas o excesso de sódio pode causar males como hipertensão e outras doenças mais sérias. Tirar o saleiro da mesa é uma boa ideia para começar, assim como evitar temperos prontos. Do mesmo modo vale evitar embutidos e enlatados.

Guia-de-alimentação-saudável-007

Se você prepara suas refeições em casa, prefira temperar com ervas aromáticas, como alho, cebola, cebolinha, salsa, manjericão, coentro, alecrim, louro, orégano e outros.

Consuma açúcar e gordura com moderação

Que doce é uma delícia todo mundo já sabe. O problema é que o excesso de açúcar também faz mal ao organismo e por isso é preciso moderação (não um corte). Você não precisa deixar de comer bolos, doces, biscoitos ou outras delícias, mas pode escolher melhor qual variedade come e também diminuir a frequência ou a quantidade de vezes que o consome.

Guia-de-alimentação-saudável-008

O mesmo vale para as gorduras: elas são fundamentais, porém em excesso podem causar males à saúde, portanto é preciso escolher bem os alimentos.

Lembre-se:

Alimentar-se de forma saudável pode parecer um desafio no início, mas é somente uma questão de disciplina. Na prática é bem mais simples do que uma dieta restritiva, portanto informe-se e invista!